Bloomberg publica reportagem ligando a Globo ao golpe

Jornal GGN – A Agência Bloomberg, uma das maiores agências financeiras do planeta, acaba de publicar reportagem crítica sobre as Organizações Globo (http://migre.me/uQ44H). De autoria do repórter Blake Schmidt, a reportagem começa lembrando a fortuna da família Marinho, a dimensão da Globo frente a concorrência e o fato dos Marinhos ocuparem 3 das dez posições do Índice Bloomberg de Bilionários para o Brasil.

Diz que a história da Globo se confunde com as trevas do regime militar brasileiro e esse legado ainda assombra os Marinho. A reportagem cita partidários de Dilma afirmando que a cobertura de notícias pela Globo ajudou a preparer o processo de impeachment.

Entrevistado, o historiador João Braga informa que o “Globo foi um dos grupos empresariais qiue se beneficiaram da era da ditadura militar”. Diz mais: “Há grupos hoje que enxergam na Globo nào apenas um adversário de Dilma, mas um agente do golpe”.

A reportagem menciona a reação contra a Globo nos piquetes e manifestações contra o impeachment e o lema “o povo não é bobo, abaixo a rede Globo”.

Cita um artigo do Guardian em abril lembrando o golpe militar e mencionando que a Globo atua hoje em dia de forma semelhante para agitar para o brasileiro rico. João Roberto Marinho, presidente do grupo, enviou uma carta para o Guardian, mas recusou-se a comentar o artigo da Bloomberg.

A reportagem vai além. Diz que além do império de mídia, a fundação dos Marinhos também projetou seis museus, “dando à família o domínio na formação da narrativa histórica e cultural da Nação”.

Leia também:  Direita da Venezuela pede impeachment do autoproclamado presidente Guaidó

A reportagem diz que a Globo é mencionada 40 vezes em um relatório de 229 páginas publicado em dezembro pela Comissão da Verdade do Rio de Janeiro, descrevendo as relações comerciais entre Roberto Marinho e a ditadura. Menciona o embaixador norte-americano descrevendo-o como o articulador principal do regime militar.

Diz que essa relação com os militares permitiu à Globo montar a parceria com a Time-Life, que aportou US$ 6 milhões entre 1962 e 1966, 30 vezes o capital do grupo brasileiro na época.

A reportagem lembra o documentário “Muito além do Cidadão Kane” sobre Roberto Marinho, mostrando os laços do grupo com a ditadura. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

27 comentários

  1. O título do documentário é “Muito Além do Cidadão Kane”

    O documentário, aliás, é sensacional. Foi CENSURADO pela Globo na década de 90, pois conseguiu proibir sua exibição em cinemas de arte no Rio e em São Paulo. Eu assisti por uma cópia ruim em VHS, na época. Agora com a internet, ficou mais fácil conferir.

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/muito-alem-do-cidadao-kane-a-incrivel-atualidade-do-unico-documentario-sobre-roberto-marinho/

  2. Jogada

       Dilma já era, é passado, começa o 2o tempo do jogo, a pressão sobre Temer irá aumentar, porque agora ele tem a “caneta”, e as agencias internacionais, como a Bloomberg, uma das porta vozes do mercado global, começara a cobrar as reformas prometidas, e neste caso, até atacar o esquema de midia de sustentação de Temer, faz parte desta estratégia, começa com um “aviso”, tipo este.

        Então meus queridos, menos ingenuidade, entendam esta matéria não como uma acusação a Globo, mas como : vcs. estão ai, a pressão interna deve partir de vcs., ou………

  3. Depois de 13 anos toda a

    Depois de 13 anos toda a esquerda se acomodou e desacostumou da luta prática.

    Agora é hora de todo mundo tirar o bumbum da cadeira sair da frente do computador e ir as ruas pra quebrar o pau contra essa mçafia golpista corrupta que vai roubar nossos direitos!

  4. A Globo está com os dias

    A Globo está com os dias contados. Seu tamanho chamou a atenção do Dragão de Comodo.

  5. Bonner e Fátima

    Ontem, terça, a manchete em destaque na maioria dos jornais e revistas nas bancas era a separação de Bonner e Fátima Bernardes. 

    No dia histórico em que a quadrilha, o sindicato dos ladrões, abocanha definitivamente o poder da nação, nas esquinas e bares a discussão se resumia ao desfecho do casal global.

    Um dia muito triste para os brsileiros.

    Golpe, onde?

    Que Bonner e Fátima se…

  6. Até os pés de moleque…

    que cobrem centenárias ladeiras de nossas cidades históricas já sabiam disso há muito tempo….

    E aí é que fica mais tenebrosa a constatação da força midiática desse grupo capitaneado por tres bandidos patetas; qual seja, muito da população não vê essa situação de tão manipulada que foi, é e continuará a ser.

    Perdida em meio a folhetins que há muito se viram desprovidos de qualidade, atachados a programas simplesmente ridículos, comandados por uma escória do que poderiamos chamar de artistas, embalados por um noticiário obtuso aonde só se tem um lado a discutir e outro a pautar.

    E assim la nave vae e os olhos externos conseguem enxergar melhor o que realmente acontece nessa terra brasilis…um povo cordeirizado por uma vênus platinada (arghhhhh…)

  7. No Rio de Janeiro, por
    No Rio de Janeiro, por exemplo, governos estadual e municipal só governam se entrarem em acordo com os Marinho. O custo é alto.
    Leonel Brizola foi o único que resolveu não pagar o preço.
    O caso Proconsult é emblemático para se ter uma idéia de como as coisas se dão.
    Jovens deveriam ler e consultar essa página triste da história do país e em especial das eleições estaduais do Rio.

  8. Erro de edição

    Prezada equipe do GGN,

    No último parágrafo do texto está escrito:

    “A reportagem lembra o documentário “O Cidadão Kane” sobre Roberto Marinho, mostrando os laços do grupo com a ditadura. “

    Mas o o documentário sobre o império Globo e a família Marinho é “Muito além do Cidadão Kane”, produzido pela BBC?

     

     

  9. O grande inspirador desta corporação se chama Joseph Goebbels

    O lema da Globo, e que está se provando ser muito eficiente, principalmente pela quantidade de canais midiáticos a sua disposição, é: “De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade.”
    Joseph Goebbels

  10. A Globo poderia, ao menos,

    A Globo poderia, ao menos, ter sido mais discreta nesse novo golpe, se há tão pucos meses deu a cara à tapa, com William Bonner no JN representando-a para pedir desculpas aos brasileiros por haver feito parte da ditaura militar. 

    Penso, que ao contrário, desta feita a Globo foi mais fundo, talvez por entender que como não havia miliatres diretamente na jogada, embora pressintamos que eles estão como mosca no prato, enfim a maldita pensou que enanando tanto o povo mais uma vez não seria mal-vista em razão do momento ser um pouco distinto dos anos de chumbo. 

    O fato é que tanto no passado como no presente a Globo se empodera porque parte da populaçao ainda acha que vale mais a penas segur esse conglomerado de mentiras, de falsas verdades. Se não assistimos em casa essa mídia-política do diabo, basta irmos a uma clínica, hospital, consultório, ou qualquer lugar para, na sala de espera, sermos quase que impostos a ouvir desde ana Maria Braga até os últimos programas da Coisa.

    Os incautos não estão discutindo nada a esse respeito. Querem mais é que o mundo se exploda. Trabalham o dia todo, como domésticos, pedreiros, porteiros de condomínios, ou coisa que o valha, e voltam pra casa cansados, já com o dedo na novela, que se seguirá à outras, com o JN no meio – único jornal que veem. São os que mais dependem do transporte público, daí que uma manifestação política, qualquer que seja, os incomoda deveras, na medida em que atrasam sua volta pra casa. São os maiores revoltados com os manifestantes. Jamais caberá na cabeça deles uma discussão sobre o momento, sobre o seu amanhã. 

    São inúmeras nações a enxergarem o que realmente se passa no Brasil.Ontem mesmo vi um vídeo de um brasileiro residente num país escandinavo, mostrando uma reortagem do jornal da Suécia, com manchete contra o golpe, esclarecendo que todos os países escandianavos tem a mesma impressão: de que estamos diante de um golpe. 

    Pena que o G-20 acontecerá na China, onde o regime híbrido, mais pra comunismo, não deverá estar na linha dos anti-golpistas. De qualquer maneira, estimo que Temer não será bem recebido, como pensa, em outros lugares do Planeta. Vai ter que rodar a baiana para não ser escrachado.

    Por fim, que a imprensa estrangeira prossiga como eco de nossas vozes, pois da nossa imprensa nada de bom podemos esperar. 

     

  11. Bloomberg publica reportagem ligando a Globo ao golpe

    O grande erro de Lula e Dilma foi justamente em não enfrentarem adequadamente o monstrengo. Por ali é excretada toda a manipulação, jogos de cena, abafamentos e incensamentos que seguram o conservadorismo.

    O exemplo de Brizola, sua luta e o roubo de que estava sendo vítima no caso Procinsult não foram lembrados. Acharam que poderiam domesticar o monstrengo.

    Hoje Lula é enxovalhado diariamente e Dilma levada ao cadafalso por mentiras ditas e repetidas pelos Goebbles atuais.

    Assim podemos dizer que uma das idéias centrais do nazismo venceu e sobrevive soberanamente no Brasil.

    Dizem que os filhos  não tem nome próprio, então poderíamos chamá-los de Goebbels 1, Goebbels 2 e Goebbels 3.  Preserva-se o anonimato mas não a forma deletéria de fazer jornalismo usando uma concessão pública.

  12. A Globo tem grande dívida em

    A Globo tem grande dívida em dólares, essa matéria é um alerta à banca, o que se tem que ler é o que não está escrito:  “Cuidado, eles criaram a instabilidade que poderá ter efeito bumerangue”. Possivelmente a dívida ficará bem mais cara, eles vão saber quando tiverem que rolá-la.

    • Nossa, é mesmo???

      Michael Bloomberg é comunista bolivariano bolchevique??? Nossa, que revelação, heim! E Elvis Presley era marciano, né? Quem mais é bolivariano? A madre Teresa de Calcutá e a rainha da Inglaterra? Você só pode ser milico. Com esse Q.I. brilhante, só pode.

  13. O Bispo Edir Macedo sempre

    O Bispo Edir Macedo sempre ameaçou de passar esse documentário na Record, mas pelo que me lembro, nunca o concretizou.

  14. A globo é da Time Life

    Uma das suspeitas da CPI da Globo nos anos 60 é que a empresa “do RoMa” é, de fato, uma simples sucursal do grupo Time Life e Roberto Marinho apenas um laranja chique. No momento que a Time desejasse usar o seu aparelhamento no Brasil, o faria. Essa suspeita tem tomado forma desde que o patriarca morreu. tanto que nenhuma mudança visível de perfil, diretriz ou estratégia empresarial surgiu desde a morte do RoMa. Ou os filhos do patriarca são vistosas nulidades ou o acordo Time Life e globo é muito mais promíscuo do que se imaginava, mostrando que as diretirzes da vênus platinada vêm de fora. Na época, o aporte financeiro da Time era o suficiente para comprar o jornal impresso pelo valor patrimonial. Assim como a incrível rede de informações formada pelas organizações Rotary e Lions Club, a rede Time Life também é um marco do processo de neo colonização que levou essa nação a ser uma mera republiqueta das bananas, colônia extrativista e reserva territorial dos EUA. 

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome