Carta aos jornalistas da Globo e da Abril, por J. Carlos de Assis

Caríssimos,

Vocês perderam a eleição. Protagonizaram a campanha mais sórdida jamais realizada por órgãos de imprensa em toda a história da República, e assim mesmo perderam. Tentaram envenenar a opinião pública brasileira contra uma candidatura, distorceram fatos, inventaram outros, e orquestraram no mesmo diapasão uma opinião seletiva sobre inquéritos policiais  em andamento, atropelando todos os protocolos de comportamento ético de uma imprensa que, mesmo não sendo nunca imparcial na opinião, deveria ao menos tentar sê-lo no noticiário.

Entretanto, não escrevo para celebrar a sua derrota. Muitos já o tem feito. Ao contrário, tomo a liberdade de lhes escrever pelo cuidado que tenho com o seu destino. Gosto da alta qualidade material dos produtos que oferecem à sociedade. As novelas da Globo são sem paralelo no mundo. Os casos de ficção e mesmo as reportagens especiais são de categoria internacional. O mesmo se aplica às revistas não ideológicas da Abril. Contudo, tudo isso está sendo colocado em risco pelo jornalismo sórdido que vocês praticam.

Tenho idade para ter visto muitos impérios jornalísticos  brasileiros que se destruíram, ou que foram destruídos pela concorrência. O seu pode ser o próximo. Vocês, nessa campanha presidencial, ao escolheram um lado com o sectarismo principista de um Estado Islâmico, foram além da crítica ao governo para atacar as próprias bases do Estado democrático. Vocês foram ao extremo de subverter o processo judicial envolvendo o poder da República que deveria ser o mais respeitado, a Justiça, em maquinações eleitoreiras rasteiras e macabras. Não fosse a internet, depurando o noticiário, e vocês teriam ganho.

Sei que o caminho suicida que escolheram era uma aposta na candidatura que lhes parecia a mais adequada para tirá-los das dificuldades empresariais e afastar o risco de uma regulamentação mais democrática da mídia. No primeiro caso, o fato de ambas as organizações serem os beneficiários das duas maiores contas de publicidade do governo parece não lhes ser satisfatório. Ou querem mais ou tem medo de perder o que tem. No segundo caso, o risco é um marco regulatório que quebre o monopólio de algumas mídias.

Leia também:  Documentário inédito conta a história do movimento negro nos EUA desde Luther King

Sim, porque os verdadeiros democratas brasileiros não querem muito mais do que aquilo que os norte-americanos têm. Não me consta que a NBC, a ABC ou a CNN sejam proprietárias de jornais e revistas nos Estados Unidos. Por outro lado, não me consta que o New York Times ou o Wall Street Journal sejam donos de televisões e rádios. Quebrar o monopólio jornalístico da Globo no Brasil não seria diferente do que Cristina Kirchner fez com o Clarín na Argentina, e isso, é preciso reconhecer, simplesmente segue o padrão americano e não tem nada a ver com violação da liberdade de imprensa.

Esta é uma questão política da mais alta relevância, e se alguém, de um ponto de vista imparcial, analisa a campanha presidencial que acaba de ser encerrada encontra amplas justificativas para querer a busca de um marco regulatório adequado. Entretanto, isso é também uma questão econômica, tendo em vista a concorrência no mundo da mídia. A articulação de jornal, televisão e rádio traz óbvias vantagens comerciais monopolísticas para seu dono, além de um inequívoco poder político que pode ser manipulado contra concorrentes, mas também contra a democracia.

Trabalhei  sete anos no Jornal do Brasil até pouco antes do início de sua decadência. O JB, quando lá entrei no começo dos anos 70, era dono absoluto do mercado de pequenos anúncios. Quando muitos, e esse era o caso, era a melhor fonte de receita do jornal porque o anúncio era pago adiantado na boca do caixa. Pois bem, a certa altura O Globo decidiu entrar pra valer no mercado de pequenos anúncios. Se fosse jornal contra jornal, tudo bem. Mas o Globo lançou todo o peso da televisão para anunciar seus classificados. Aos poucos, liquidou com o negócio do JB, que não tinha televisão para defender-se.

Leia também:  Executivo do WhatsApp admite uso ilegal e massivo de mensagens nas eleições que deram vitória a Bolsonaro

Esse pequeno incidente revela o verdadeiro poder dos monopólios midiáticos. Quando se trata de política, esse poder é multiplicado. Basta lembrar das consultas obrigatórias que os presidentes faziam a Roberto Marinho sobre iniciativas importantes no tempo em que ele estava em pleno vigor físico. Os herdeiros estão longe da habilidade política do pai, e estão entrando num terreno perigoso de oposição sistemática ao governo. Isso acontece sobretudo na Veja e, principalmente, no Jornal da Globo.

Quando William Waack, Carlos Alberto Sardenberg e Arnaldo Jabor extrapolam sua função de apresentadores e comentaristas para assumirem o papel de doutrinadores raivosos contra a política externa ou interna do governo, manipulando descaradamente o noticiário, é, em sua essência, uma violação das regras de concessão pública de televisão e põem em risco uma organização que, fora da política, é líder absoluta da produção audiovisual na América Latina. Acho que interessa a todos os brasileiros que essa liderança seja conservada e ampliada. Espera-se que o jornalismo da Globo e de Veja não ponham tudo a perder, não junto ao governo, mas junto a telespectadores, leitores e anunciantes, sendo varrido da cena pelo noticiário plural da internet.

J. Carlos de Assis – Economista, doutor pela Coppe/UFRJ, professor de Economia Internacional da UEPB.

                 

88 comentários

  1. Belo texto. Mais que isso:

    Belo texto. Mais que isso: verdadeiro, preciso. Mas resultará em nada, como tantos outros belos e precisos textos. Por em nada quero dizer que se não for votada (e aprovada!) uma Lei Regulatória de Imprensa, o circo prossegue e prospera.

    Espero que o PT, Dilma, passe a governar efetivamente, com coragem e método, após a inacreditável e criminosa baixaria golpista de outubro.  

    • Gostei do texto especialmente por ter sido muito

      gentil com Globo e Abril: as novelas (ainda fazem mini-séries?) de uma já não tem mais a qualidade de outrora, e as revistas não políticas de outra (“Superinteressante” por ex.) já foram impregnadas pela fábrica de preconceitos que a editora virou.

      Estão morrendo pelo veneno da boçalidade.

    • carta à Globo e Veja

      O governo consegue cortar as pernas das duas empresas sem muito esforço. Não precisa de nenhuma lei. É so cortar a verba publicitária da empresas Globo e Abril. E aproveita e corta de todas as outras também. Direciona todas as informações do governo para os canais de midia governamentais. E para a internet também. Garanto que os Marinho e os Civita vão ter bons prejuizos.

    • Não seria de todo mal, mas também precisamos de uma boa imprensa

      Eh, da vontade de acabar com essa imprensa que temos. Mas tirar a concessão da familia Marinho, seria impossivel… Deporiam a presidente. Então, vamos regular tudo isso, pois um pouco de regras e leis não farão mal a imprensa, que definitvamente esta indigesta. 

    • é meu desejo também…

      e que não seja de primeira ou definitiva, mas que sejam levados a terem que competir entre eles mesmos, e principalmente com a internet, ao longo dos próximos 4 anos

  2. Perfeito

    Artigo perfeito. Mas acho que tem que se aplicar a Lei, TV não é uma concessão pública ?  E/ou a Lei só serve pra ser cumprida por Preto, probre, puta e PT……

  3. Gosto do J. Carlos de Assis

    Gosto do J. Carlos de Assis mas parei no “Gosto da alta qualidade material dos produtos que oferecem à sociedade. As novelas da Globo são sem paralelo no mundo.”

    … Uma máquina de reprodução de preconceitos e ideologias antisociais…

  4. Nessas horas, tenho muita,

    Nessas horas, tenho muita, mais muita inveja da Argentina. Lá, o governo não se dobrou ao PIG e fez a regulação que toda democracia exige. 

    Aqui, os governos derramam uma fortuna em anúncios nos cofres de Silvio Santos, Saad da BAND, Edir Macedo e  Marinhos para terem em troca uma programação na tv aberta de QUINTA categoria. E ainda golpista.

     

    A Veja, a Folha e o Estadão são casos de polícia!

  5. O desafio é conscientizar

    O desafio é conscientizar quem ainda não percebe essa mídia atrasada e golpista. A justiça, apesar do GB, já dá sinais de estar mudando. Toc toc toc…

  6. Mídia precisa dividir, pra sobreviver.

    O exemplo da derrocada do Jornal do Brasil, foi o ponto alto deste ótimo texto.

    O texto toca com razão e excelência no ponto mais importante e amplamente discutido. Porém eu acrescentaria mais um argumento, que particularmente ainda não vi destaque, mas creio ter quase a mesma importância.

    Este argumento vai mais de encontro ao instinto de sobrevivência da mídia, do que diretamente financeiro e ideológico, embora indiretamente encaixe perfeitamente também com estes fatores.

    A população (independente da ideologia individual de cada um) é contra a Globo, e mídia em geral. Do ponto de vista da mídia, é importante não deixar o ‘monopólio’ da luta pela democratização midiática nas mãos de um (único) partido, e justo do PT. Então eles precisam provocar e atenuar esta divisão ideológica entre a população (ressalto, insatisfeita com a mídia), rachando-os ao meio, separando-os à lados opostos. Um lado acusa a mídia de ser PTista (por não denunciar com veemência o plano bolivarianismo maléfico e ditatorial do PT), o outro acusa de serem PSDBista (bom, por serem mesmo…). Este efeito empurra automaticamente a mídia para o centro desta polarização popular permitindo que ela se autodenomine isenta. Uma vez que o ataque vem em igual número de ambos os lados, fica (falsamente) provado a isenção deles.

    Ela sempre se utilizou deste recurso, mas não com tanta força quanto agora, visto que eles tentam abduzir, como massa de manobra, o apoio dos “virtuais 48% opositores ao governo” nesta pós eleição, e quando o Governo mais sinaliza regumentá-los.

    Isto explica toda a movimentação separatista da mídia lideradas ao meu ver pela Globo e Veja e vai de encontro à ideologia antipetista.

    • Um pouco mais além…

      A partir daí, pode-se discutir entre outras coisas, se o Governo deve partir pra cima da mídia agora, ou se deve primeiro reconquistar apoio dos 48%, esperar acordarem do “efeito eleições”, pra depois sim partir pra cima da mídia com maior apoio. Ou se deve agir agora, visto que a mídia está se esforçando além do comum, pra atrair o máximo de tempo possível estes 48%. 

    • A população é contra a Rede Globo e…..

      “A população (independente da ideologia individual de cada um) é contra a Globo, e mídia em geral”

      Raul, é possível esclarecer quais são os fundamentos para esta afirmação?

      Grato

      • Uhm… talvez, colega rs

        Olá Saulo, 

        TALVEZ seja possível rs.

        Este é um campo relativo, ciência inexata, perceptivo, que exige toda uma experiência pessoal, e portanto chato de convencer, ou de se deixar convencer, mas certos casos é necessário recorrer a premissa embasada em suposição, embora em minha ilha dos pensamentos eu esteja certo a este respeito, claro que não posso transferir essa claridade pra sua mente.

        E, depende da nossa percepção devido a falta de divulgação frequente e clara de uma pesquisa de satisfação do usuário relacionada ao poder mais influente da nação (mídia), que poderia ser elaborada pela própria mídia, expondo assim a ‘boa’ satisfação do usuário (se assim fosse, mas não é), ao mesmo tempo que esta anomalia torna este assunto subjetivo, é também um forte indício da insatisfação do povo.

        Não é a resposta concreta que a gente gosta de ouvir, mas qual sua percepção sobre isto, até pra eu saber se eu me estendo um pouco mais, com exemplos e etc?

        Abraço

  7. testo didático e pronto para

    testo didático e pronto para apresentar aos que acreditam que queremos é censura. quanto aos documentários, estamos longe de uma BBC dos anos 80/90. sobre novelas, acho que podemos concordar tão-somente em relação À questão técnica, não mais que isso. 

  8. Acompanhei a eleição pelo

    Acompanhei a eleição pelo computador até ser anunciada a vitória de Dilma. Depois fui ver a Globonews só para me divertir com a cara dos apresentadores. Juro que quando o Aécio discursou os olhos da Cristiana Lobo ficaram cheios de lágrimas. E ver o Merval maltratar a Lo Prete quando ela tentou falar algo da Dilma não tem preço. E eles torciam tanto para o Aécio virar a eleição que erravam os números, se atrapalhavam com os estados.

    Esses jornalistas medíocres, arrogantes e truculentos tem a physique du rôle dos ditadores. Atribuem a si um poder que não lhes pertence. O poder é do meio, não deles.

    • Acompnhei pela Globonews os

      Acompnhei pela Globonews os resultados mas quis ver o Bonner ler o resultado final. Foi com muita alegria e felicidade quando o vi  todo atrapalhado. Depois voltei para Globonews e foi também com muita felicidade alegria ver todos visivelmente tristes. Merval era só desolação. Eles vão todos penar temos que fazer uma grande campanha contra todos eles. Já estamos conseguindo que muitas pessoas não assinem mais nem a Veja e nem a Folha de São Paulo. Eles vão ficar à mingua. 

    • Acompnhei pela Globonews os

      Acompnhei pela Globonews os resultados mas quis ver o Bonner ler o resultado final. Foi com muita alegria e felicidade quando o vi  todo atrapalhado. Depois voltei para Globonews e foi também com muita felicidade alegria ver todos visivelmente tristes. Merval era só desolação. Eles vão todos penar temos que fazer uma grande campanha contra todos eles. Já estamos conseguindo que muitas pessoas não assinem mais nem a Veja e nem a Folha de São Paulo. Eles vão ficar à mingua. 

  9. Devem estar amargando uma

    Devem estar amargando uma tremenda “ressaca” moral e democrática. 

    Nessa tão badalada suposta “divisão” do Brasil, seja geográfica ou político-ideológica, quem se lasca são exatamente os que deram combustível para que aflorasse: a mídia compromissada. E a lasqueira subentende perda de audiência, de leitores, e por consequência, de publicidade. 

    Dá “pena” ver nas bancas, supermercados, livrarias, jornaleiros etc, aqui de Fortaleza, montanhas de exemplares da VEJA. O índice de devoluções deve ser alto. 

    A malsinada só continua bombando mesmo nos consultórios de médicos e dentistas. Nos primeiros em razão dos rivais cubanos; já nos segundo, por tática, ou seja, como o leitor certamente se aporrinhará com as mentiras e leviandes nem sentirá tanto medo assim da agulha da anestesia. Alguns até a dispensam e aguentam o serviço “a frio”.  

     

  10. Quando existirem outras

    Quando existirem outras opções certamente o POVO deixará de assistir ao lixo produzido pela Globo, como acontece hoje com o detrito chamado de VEja que não conheço mais ninguém que tenha assinatura.

    É necessário começar imediaamente a elaboração da Lei que regulará os meios de comunicação acabando com os monopólios.

    Torço pelo fim da Globo, da Veja e de outros lixos menos votados.

  11. O Golpe é da natureza dessa gente

    Amanhã os filhos dos filhos de Roberto Marinho estarão novamente, de forma dissimulada, pedindo desculpas ao povo brasileiro pela tentativa de mais um golpe.

    É da natureza dessa gente O GOLPE

     

  12. Uma ótima contribuição de Visitante no Multimídia do Dia

    desculpe o autor e o pessoal e o Blog postar aqui sob este post-título, mas não me contive: Diogo Merdardi é desmoralizado de novo por jornalista da BBC  qua, 29/10/2014 – 10:03 – Multimídia do Dia ( Acho que tem muito a ver com o tema título). É um pau naquele programa da globonews com os yuppies do Manhattan Conection – que assisto pra me divertir, sou vacinado, e, como exceção, aparecem, por descuido, algumas coisas aproveitáveis. Não devemos torcer o nariz pra tudo o que vier do PIG, ela não é monolítica, nada é monolítico, e às vezes servem pra percebermos (e aprendermos) como raciocinam (às vezes magistralmente ) pra nos exercitarmos numa espécie de contra informação mais sofisticada.

  13. Hoje cheguei no meu trabalho

    Hoje cheguei no meu trabalho e todo mundo estava falando das eleições, falando também da regulamentação da mídia, achando tudo isso um absurdo (é tudo sempre um absurdo), e que o pt está destruindo nossa democracia. A mídia tem muito poder, eles vão colocar a regulamentação contra o próprio governo. É impressionante o que se ouve dessas pessoas – eles simplesmente acham que é censura, não tem nenhuma opinião qualificada, não é preferência política, é desinformação pura. O ódio aumentou muito, vai ser difícil fazer essa regulamentação. O certo seria cortar gastos mesmo, explicar para o povo que o país precisa economizar e não faz sentido colocar R$ 600 milhões na globo, isso pode até ser visto positivamente, o povo não quer saber de gasto de propaganda, quer investimento em segurança, saúde, educação e infraestrutura, é um argumento verdadeira e eficaz. Depois disso, comecem a redistribuir as verbas mais igualitariamente, proporcional a audiência, as outras emissoras vão gostar disso, porque vão deixar de ter uma receita muita abaixo da globo, sendo que agora elas estão mais próximas em audiência, o que seria, inclusive, mais justo. É necessário também, ter um contraponto na mídia, coisa que não se tem. É impressionante como isso faz a diferença – haja vista o caso do escândalo do doleiro, que sempre esteve envolvido com PSDB até o talo e agora com esse juiz partidário estão querendo colocar a conta só no pt de novo. O pt não pode fugir mais disso, ou há pluralidade na informação ou a “informação” vai acabar com a democracia e o pt será o primeiro. É tão impressionante isso que não existe nem um contraponto na internet, não há um grande portal de notícias, entretenimento, etc, que consiga competir com uol, globo, e terra, e é por isso que o país está dividido sim, com muito ódio e indignação seletiva – ou alguém aqui duvida que se a crise hídrica em SP fosse culpa do pt o jornal nacional não seria transmitido ao vivo da Cantareira?

  14. Bancarrota neles!

    Caros colegas debatedores,

    em relação à mídia brasileira, sinceramente, eu já passei dessa fase.

    Nâo estou mais analisando a conduta dessa ou daquela emissora de televisão. Deste ou daquele jornal ou daquela revista.

    Eu simplesmente não assisto ou leio  quase nada que vem dessa gente.

    Aliás, só vejo para perceber o tanto de manipulação que está sendo feita num dado momento para, em seguida, alertar colegas e amigos  ou mesmo  por na roda para dezenas de amgiso e  parentes as  baboseiras dessa gente que domina a mídia brasileira.

    Eventualmente, assisto a  um jornal só para negar imediatamente uma reportagem no ato, isto é, no momento que está sendo publicada para todos as outras pessoas que estão vendo. As pessoas passam a assistir a reportagem com “outra cabeça”.

    As pessoas começam a me questionar, vão argumentando com  argumentos adquiridos nesses mesmos canais e eu vou combatendo argumento por argumento. Desmontando a retórica enganadora de cada argumento falacioso. Minha intenção não é ser vitorioso ou provar que eu estou certo e todo os outros estão errados. Nada disso. Ao contrário, provoco reflexão. Eles mesmos vão formulando seus pensamentos para chegarem a outras conclusões. E essas conclusões , não raro, vão de encontro ao que foi publicado pela grande mídia. 

    O maior mestre que já vi fazer isso e que ainda vejo é o grande Lula. Aliás, mestre dos mestres!

    Voltando…

    Evidentemente, tomo o cuidado para não me tornar o “chato” para os desavisados. Sim, é verdade. Essa gente da grande mídia consegue manipular tanto as pessoas que, dependendo do desorientado, ele passa a agredí-lo em defesa da grande mídia. Incrível. Mas, como sócrates nos ensinou, vamos gradativamente desmontando argumentos por argumentos, inclusive, os mais os ad hominem mais agressivos para obter o êxito final. Tem funcionado.

    E assim, gradativamente, o prestígio dessa gente dominadora vai se diluindo, vai se reduzindo.

    Com o tempo as pessoas vão encontrando novos argumentos , novas fontes, sobretudo, na internet, e passam também a questionar ou negar o que assistem ou leem  nesses canais de comunicação.

    Confesso-lhes que muitos  já nem assistem ou leem notícias vinculadas nesses canais manipuladores.

    De quando em vez, acesso um blog daquela ainda famigerada revista (mas que já está em processo de declínio total)  para ver a asneira  que estão tentando propagar no momento.  Logo, logo, já consigo outros argumentos contrários às asneiras para “colocar na roda de amigos e parentes, colegas e vizinhos” no churrasco, nas festas, em todos os lugares por onde passo.

    E por ai o prestígio desses canais e de vários “jornalistas” vão indo para o buraco.

    De quebra ainda faço propagandas dos bloguistas “sujos” como esse aqui do Nassif, ou do Amorim, para que as pessoas passem a consultá-los . E não recebo nada por isso, exceto, o prazer de ver a prestígio daquela gente enviesada  ir para o espaço.

    É isso. Meu desejo , como consumidor dentro de uma economia de mercado, é que quebrem o mais breve. Quero ver ainda o fim desses IMPÉRIOS. 

    Façam o mesmo!

    Saudações

  15. mais uma vez jazem derrotados…

    e outras virão, porque, como já foi dito, “é da natureza”

    é da natureza seguirem indiferentes, sem dedicarem um mínimo respeito às nossas leis e ao nosso país

    porque foi do golpismo e da traição que se criaram;

    hoje frutos ou filhos e filhas da má-fé e da deslealdade herdadas

  16. As novelas da Globo são sem

    As novelas da Globo são sem paralelo no mundo.

     

    pfui. sem paralelo é mentira. talvez só o méxico siga produzindo esses melodramas baratos e de quinta categoria. mesmo os norte-americanos quando se deixam levar por essa linha produzem algo com muito mais qualidade.

    deixei de ler o texto depois dessa frase. tem algo de significativo?

    • Não faça isso

      Não faça isso. O texto é excelente, pois trata da regulação de mídia do ponto de vista informacional, jornalístico, e não somente do ponto de vista empresarial, como é de costume.

  17. Sobre a carta aos jornalistas Globo e Veja

    Esse belo texto é para ser inserido entre as leituras de cabeceira da Presidenta. Com a permissão antecipada do autor , vou enviá-lo para o blog do Planalto. Senta a Pua.

  18. Finalmente
    …uma legítima manifestação, sem duvida.
    Quanto as novelas, que tem também poder manipulatorio, são de produções de qualidade acima da média.
    Como se fosse merda desenhada por Van Gogh.

    O POVO NÃO É BOBO!

  19. Alguém disse que se não fosse

    Alguém disse que se não fosse a Internet aécio teria ganho. E alguém tem dúvida disso? Eu não tenho.

    É pela Internet, pelos blogues chapa branca, como disse Aloysio Nunes ontem no Senado, que a gente vê a notícia, e se informa. Vê o bom e o ruim, o bem e o mal. Tiramos nossas conclusões pelo que está claro para vermos e decidirmos, comentarmos e criticarmos. Tudo que os jornais não divulgam a gente vê por aqui. Então sou absolutamente grata por esse meio de comunicação. Graças a Deus existe a Internet. 

  20. Mais do mesmo, só que não

    tenho 41 anos e aos 15, li “A história secreta da Rede Globo”, do Daniel Herz, que conta como a Globo nasceu das entranhas da ditadura, em parceria com grupos privados estadunidenses, que lhes concederam seu savoir-faire e sua concepçao ideológica inspirada no macartismo da guerra fria. Daí veio 1989, o ano em que Lula quase chegou lá, mas havia uma pedra no meio do caminho chamada Rede Globo. Não havia internet na época. Passados muitos pleitos levando chineladas nas urnas, o PT optou por se endireitar para transpor as muralhas da china das classes dominantes e suas serviçais da Grande Imprensa. Hoje, em 2014, mesmo com um PT totalmente dilacerado, desfigurado, fazendo alianças com deus e o diabo, mesmo se endireitando ao extremo, nem assim consegue ser palatado pelos seus antigos inimigos. Mais uma vez orquestraram sinistra manobra golpista. Só que não. Temos a internet e a tentativa descarada de golpe fracassou. Ontem no Observatório Interncional, um jornalista da Reuters afirmou q eles ficaram constrangidos com tamanha picaratagem da In-Veja, não podiam passar adiante uma matéria jornalistica tão dantescamente manipuladora. Na França e na Alemanha existem conselhos e tribunais para julgarem casos de difamação à honra e à moral das pessoas, sejam elas públicas, ou cidadãos simples mortais. Aqui no Brasil precisamos fazer o memos, mas como disse o nosso articulista, a Veja e a Grobo já estão por livre e espontânea escolha, cavando a própria cova. 

  21. Como saber o que é verdade ou mentira

    O problema é que do jeito que as coisas andam, nao se sabe mais se o que se escrevem  é verdade ou mentira.

    Depois ainda dizem, “tem a justiça pra recorrer”. Sim, e o povo, fica sabendo o que, quantos anos depois, se a propria nao funciona. Eles nao informam, desinformam ao bel  prazer.

     

  22. Carta aos jornalistas da Globo e da Abril

    Não de assessoria gratuíta, eles sabem disto e foram para o tudo ou nada, mas eles ainda tem tempo de escolher com qual das mídias vão ficar.Mas vão fazer mais barulho que siri na lata.

  23. Carta aos jornalistas da Globo e da Abril

    Não de assessoria gratuíta, eles sabem disto e foram para o tudo ou nada, mas eles ainda tem tempo de escolher com qual das mídias vão ficar.Mas vão fazer mais barulho que siri na lata.

  24. Toda a nação perdeu. Os que

    Toda a nação perdeu. Os que não perderam foram enganados. E como sempre quem ganha reescreve a história.

  25. Acabei de ligar a TV no JN e

    Acabei de ligar a TV no JN e lá estavam eles “lamentando” a derrota do governo no projeto s/ a Criação , ou melhor a formalização dos Conselhos. O Ilmo sr. Presidente da Câmara disse ter sido uma decisão HISTÓRICA. É o PMDB velho de guerra, o câncer brasileiro. Será que estão pretendendo o Min. da Fazenda? Não, não devem, lá o dinheiro é pouco. Gostam mesmo é do Minas e Energia, das Cidades, da Agricultura, etc, etc.

  26. excelente post, como

    excelente post, como sempre.

    respeita a globo no que ela tem de melhor e critica o quye há de pior.

    racional.

    mas acho que a globo morrerá

    pelo seu próprio veneno.

    para isso precisamos  de uma maior participação

    popular para que ela possa degluti–lo mais rapidamente.

     

  27. GLOBO / VEJA PIG – PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA DIREITONA

    Infelizmente, aqui em casa, eu que tenho que praticar a sensura porque não quero que meus filhos, netos e demais parentes sejam pervertidos ou degenerados em suas mentes. Globo e Veja não entram em minha casa. No dia da Eleição, a tal de Veja foi distribuida gratuitamente em companhia do Jornaleco  “O POVO” de propriedade do Tasso Jereissate / PSDB, (este, por isso mesmo conseguiu se eleger senador do PIG). 

    Rejeito, veementemente, deseducação que Globo e Veja impõem através de monopolio ou oligopolio.

    Tenho muitissimo a falar, mas não me é possivel neste espaço. Resumo numa palavra: NOJO.

  28. GLOBO / VEJA PIG – PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA DIREITONA

    Infelizmente, aqui em casa, eu que tenho que praticar a sensura porque não quero que meus filhos, netos e demais parentes sejam pervertidos ou degenerados em suas mentes. Globo e Veja não entram em minha casa. No dia da Eleição, a tal de Veja foi distribuida gratuitamente em companhia do Jornaleco  “O POVO” de propriedade do Tasso Jereissate / PSDB, (este, por isso mesmo conseguiu se eleger senador do PIG). 

    Rejeito, veementemente, deseducação que Globo e Veja impõem através de monopolio ou oligopolio.

    Tenho muitissimo a falar, mas não me é possivel neste espaço. Resumo numa palavra: NOJO.

  29. Globo e Abril

    A mim, parece claro que a intenção destas empresas é forçar uma intervenção para que consigam justificar mais um golpe de estado em nome do que eles chamam de “democracia”.

  30. arte

    gosto do site de voces. mas voces podiam melhorar a qualidade dar imagens que postam. Isso daria mais credibilidade. mudar o CorelDraw por adobe ilustrator, já ajuda.

     

    abs

    Jiddu

  31. PARABÉNS!

    Obrigadíssimo, senhor JOSÉ CARLOS DE ASSIS, pelo texto maravilhoso. O senhor conseguiu colocar as coisas exatamente nos seus devidos lugares e nos modos corretos. Pouca vezes li algo tão bem escrito, pensado, equilibrado e certeiro. Nós, brasileiros de bem e feridos em nossa dignidade de cidadãos pelas monstruosidades recentemente cometidas pela grande mídia, sentimo-nos reconfortados e aliviados pelas suas palavras. Sou pai de uma filha de nove anos e permita-me lhe estender o abraço e o agradecimento de minha família ao senhor. 

     

     

  32. É necessario todos nós

    É necessario todos nós assumirmos a luta pela regulaçao da midia ou a midia vai fazer o que sempre faz e vem fazendo, desinformar e enganar a populaçao falndo que regular a midia é censura. Preciso lutar e com bons argumentos difundir a verdade, o quanto é importante para o Brasil ter enfim um marco regulatorio economico e democratico das comunicaçoes que  vise impedir o monopolio e oligopolio de midias. O monopolio e o oligopolio existente no Brasil é contra aliberdade expressao, de imprensa e contra a democracia. Precisamos por fim nessa ditadura do baronato de midias nos meios de comunicaçao.Precisamos ganhar esse debate nas redes sociais. Todo o odio visto na populaçao vem do veneno desse grupo de midias monopolista ditador. 

  33. Não concordo: não há volta

    Não concordo: não há volta para Globo, Veja-Abril e PIG. A Globo destrói a cultura brasileira em tudo que ela toca: música, cinema, televisão e o que mais vier – pasteuriza tudo, esvazia tudo, tudo vira “genérico”, falsifica tudo. A Globo é a mediocridade no poder e o poder totalitário da mediocridade. Não há meio termo: ou a Globo-PIG ou o Brasil.

  34. Carta aos jornalistas da Globo e Veja

    Quero cumprimentar ao José Carlos de Assis por conseguir dizer com tanta precisão aquilo que venho alertando nos diálogos com  os universitários em relação a parcialidade de alguns meios de comunicação no Brasil.

    Entendo também que não basta mais ficar na palavra dita ou escrita: é fundamenhtal que estes atos terroristas sejam exemplarmente punidos.

    Chamar de nojento aquilo que a Veja e a Globo fizeram por ocasião do processo eleitoral de 2014, assim como já havia feito em 1989, é muito pouco. Mais do que nunca é hora de estabelecer uma regulamentação para quebrar o monopólio de empreas que representam um grande perigo  para a nação brasileira.

    Vamos avanbçar nesta luta pela democratização da sociedade.

     

  35. CORTA A PUBLICIDADE GOVERNAMENTAL NA GLOBO E VEJA

    Se o governo cortar a publicidade destes meios eles praticamente comecariam a morrer de inanição. 

  36. A GLOBO TAMBÉM É RACISTA E SEPARATISTA

    O que a Globo faz contra o Nordeste é CRIMINOSO, ela denigre, desinforma e DIFAMA O NORDESTE. Essa atitude está provocando um racha na sociedade que pode nos levar a problemas muito sério entre as Regiões. Eu penso que, a Globo pratica de preconceito e discrminação, é uma agenda vinda de fora, do aparato anglo-americano para fragmentar o Brasil para que não seja uma potência econômica e nem tenha capacidade militar de se defender. OLHO VIVO!

    A Globo sabota o BRASIL UNO, internamente juntamente com as ONGs doutrinadoras do Ministério do Meio Ambiente.

  37. Sobre os fatos e a interpretação dos fatos

    Sobre os fatos e a interpretação dos fatos.

    A Veja grita e escancara a corrupção do governo e o aparelhamento da instituições de governo transformadas pelo PT em secretarias do PT. Ninguém tira a legitimidade do que eu vivi! Criei meus filhos na época da inflação onde os aluguéis e as mensalidades das escolas sofriam reajustes trimestrais e agora, por uma administração irresponsável PETISTA/ DEMAGÓGICA E POPULISTA, vejo o retorno deste mal que corrói todo o dinheiro e os planos de vida do povo! Lembro que comprava fralda pela manhã porque à tarde os preços ficavam mais caros e quando vejo o desrespeito irresponsável com os gastos públicos ( como o que ocorreu com a Petrobrás ) e a negligência para com a lei de responsabilidade fiscal instituida para regrar esses gastos, sei que nosso futuro será perverso. Corrupção gera inflação!!!!! A pior coisa para o pobre é a inflação, e para a classe média e para a vida de um povo que vive do dinheiro que conquista com o seu trabalho. É com a ajuda de um jornalismo que não se intimida com os ataques petistas que teremos acesso a como esse governo populista tenta enganar  o povo brasileiro!! 

    Maria Adelaide Negreiros 

    • A pior coisa para o pobre!

      A pior coisa para o pobre é o desemprego e a falta de comida, creio que em seguida a inflação!   Mas onde esta essa inflação sem controle? Onde esta falência da Petrobras?  Corrupção gera inflação? Depende!  Gera principalmente a decadência moral.  Inflação depende!  Se o dinheiro roubado for aplicado na ampliação de meios de produção, creio que não.  Se for aplicado em conta secreta nos paraísos fiscais,….Se for gasto com carros de luxo importados….Corrupção gera principalmente decadência moral e desorganização das estruturas administrativas.  É ruim?  Sim é péssimo.  Estas questões relacionadasà descontrole dos preços, falência… é mais construção midiática do que fato comprovados.  Em 2002, a inflação, as finanças públicas, a Petrobras, o BNDES, o BB, a CEF, o salário, o lucro das empresas, as contas externas,…, estavam em situação infinitamente pior do que as condições atuais.  mas naquele ano não se viu todo este alarde por parte dos grandes veículos midiáticos nacional.  Tome muito cuidado com o que divulga a Globo, a Veja, O SBT, a Folha de São Paulo….   Olhe um pouco para o que diz a ONU( FAO, PNUD,…)Bird, Portal da Transparência do Governo Federal, outros veículos midiáticos e etc.  A Senhora(Senhorita) fala, especificamente, naquilo que informa a revista Veja?!?!?  Procure diversificar um pouco. Faça isso de modo crítico!  https://www.facebook.com/sebastiaojorge.dearaujo

    • resposta a Maria Adelaide

      Tudo bem Maria desde que não se publique noticias distorcidas, seletivas e mentirosas, Desde que haja imparcialidade e que todos os fatos verdadeiros sejam divulgados, independente do partido político envolvido, que não ocorra protecionismo a nenhum político. Isso Veja e Globo não fazem. E alguns acreditam que as maracutaias são somente obra do PT. Prega-se um ódio jamais visto e ainda colocam na conta do outro lado.

    • Dona Maria Adelaide, a tragédia da ignorância.

      Dona Maria Adelaide, respeito a senhora como anciã, os mais velhos e os muito velhos merecem todo o respeito, mas com seu nível cultural, histórico, econômico e político tão rasteiros, eu creio que a senhora não merece muito respeito, pois não respeita quem pensa diferente. Se tem algo para comentar, envie ao Jabor, ao Lobão e a outros “intelectuais” de plantão. Passar bem.

      • resposta dada ao dona M Adelaide

         Boa tarde, nem vou fazer comentario, só quero dar parabéns pela resposta pra esta senhora,  esta é nossa triste realidade de ver, ouvir, ler pessoas com tamanha alienação, me faz voltar ao passado enquanto lutavamos contra ditadura ainda ouvia  muitos dizer que eram  pessoas que deviam estar mortas ou nas cadeias, e nem ao menos  sabiam o que era  os porões desta maldita ditadura, só que hoje ao mesmo tempo vejo até pior  dos que se dizem  esclarecidos, os exemplos  recentes na paulista, enquanto muitos ainda estão sofrendo torturas e barbaries; quer um exemplo o vídeo passado recentemente no SBT e tem muitos ainda  a ser passado, o que vejo nestes vídeos analisei por varias vezes, e o próprio governador de SP deu a respostas, foi assim que não tive nem uma duvida os porões com torturas nunca vai acabar, e menos ainda em relação aos familiares destes que foram obrigados  a votar em que mandava, ou as consequências seriam piores tanto dentro como para os de fora. abraços.

    • Salomando com Maria Adelaide

      Maria, eu tenho por hábito, e não sei que curiosidade mórbida me move sempre a ler os comentários. Alguns me divertem, outro me entediam, outros, ainda, me surpreendem. O seu, infelizmente, não conseguiu nenhuma dessas coisas. Até aí, tudo bem, você não menor obrigação de sustentar esse meu víciozinho em comentários. O teu comentário não difere muito dos comentários que vejo nas páginas de Veja, quando ouso comentar por ali e nunca, repito, nunca publicaram. Sorte tua, o teu foi publicado! Mas, vamos ao que interessa: vamos salomonear um pouco. Eu nunca fui muito católica, sabe, mas mamãe sempre me dizia de um sábio que escreveu o livro biblico “Provérbios”  e num desses provérbios está escrito que até um tolo se passa por sábio se ficar calado. Penso que uma excelente oportunidade foi perdida. Não se enfureça, Opotunidades há aos montes, neste meio tempo vá aprimorando a qualidade de seus argumentos (não podem ser falaciosos) e tente buscar outras fontes de informação que não seja apenas a Veja, ok? Nos vemos em algum comentário desses por aí, no futuro. Abraços!

  38. Acabo de escrever o meu texto

    Acabo de escrever o meu texto em repúdio ao que foi escrito e recebo de vcs essa inscrição “seu comentário está agora na fila de moderação e será publicado assim que for aprovado”. Istituida a censura?!!!!!!

    Att Maria Adelaide Negreiros

    • dona Maria

      do que a senhora esta reclamando, seu comentário esta abaixo há 4 minutos publicado e a senhora não viu.

      quanta censura. ele deveria ser sim censurado pois é fraquinho, fraquinho.

    • CALMA …

      Maria Adelaide,

      Percebe-se que vc não é frequentadora assídua do site. Aqui os comentários sempre aguardam a moderação, mas – diferentemente da Veja, por exemplo – os textos contrários também são publicados. Já fiz umas três tentativas de comentar na “Veja” , contestando algo de forma educada, e NÃO aprovaram nenhuma. Vocês estão muito afoitos e ansiosos, isso faz mal ao coração!! Respire fundo, respire …

    • REPÚDIO A ESSE TEXTO?

       SSE TEXTO FOI LINDO E MUITO BEM ESCRITO, COISA DE DOUTOR MESMO… COISA DE QUEM PESQUISA E ESTUDA. ESTAMOS FARTOS DA BAIXARIA PRODUZIDA POR UMA MÍDIA VENAL E FACCIOSA. TUDO QUE NÃO PRECISAMOS É DE MANIPULAÇÃO E DESINFORMAÇÃO. É PRECISO REGULAMENTAR A MÍDIA SIM! O POVO BRASILEIRO MERECE RESPEITO!

  39. EDITORA ABRIL…GLOBO…

    DENTRO DO SILÊNCIO…”A FORÇA EVANGÉLICA”…CHEGOU…E SE INSTALOU EM SÃO PAULO…!!!…ELEGEU GOVERNADOR E DEU CARONA PARA O MESMO “AÉCIO NEVES DE MINAS GERAIS”…………………MUITO EM BREVE ASSISTIREMOS WILLIAN BONNER NO “JORNAL UNIVERSAL”…AGUARDEM…

  40. Carta aos jornalistas da Globo e da Abril

    Execelente texto. Lúcido, verdadeiro. Sem rancor. Alerta para a morte anunciada deste que foram grande veículos no passado. Atualmente produzem lixo cultural, uma programação medíocre e pedante.  Espero que esses jornalistas leêm!

    parabéns!

  41. Post J. Carlos de Assis

    Parabéns pelo texto, isso sim é liberdade de expressão, isso é JORNALISTA, expressar a verdade sem distorcer os fatos.

    Parabéns mais uma vez.

  42. Cardozo & Bernardo, rua!

    Se o Cardozo e o Paulo Bernardo não forem demitidos até sexta-feira, significa que Dilma Rousseff ensarilhou as armas. Depois não venham pedir apoio da militancia, que salvou o povo pobre do Brasil, mas também os dirigentes partidários nos últimos segundos da prorrogação.

  43. Cortem a verba do pig, pq log a militância cansa de ajudar!!!

    O que mantém essa gente medíocre viva  e rateira, é o dinheiro.Cortem o dinheiro, acabou a força,  ai  só demissão em massa,    e com cara de otários vão para os Blogs  sujos pedindo perdão que nem fez o Mainardi ontem,  gaguejava tanto que nem  ouvia direito o que falava o    escriba fugitivo!!

    • Maria Dirce

      Maria Dirce, p/ diminuir o poder maléfico dessa “imprensa” que, a rigor, atua contra os interesses do brasil e, em especial, contra os interesses do trabalhador brasileiro, não é preciso muita briga. Basta fazer o que fes o presidente Correia, do Equador: passou a distribuir a verba oficial p/ publicidade governamental, de forma equitativa, por todos os órgãos da imprensa equatoriana. O que aconteceu? A Globo de lá, acabou de entrar com pedido de falência. Por que motivo? Porque sua dívida é impagável. E sabe qual era o valor da dívida desses vendilhões da patria? Praticamente o mesmo valor, aproximadamente 5 bilhões de reais, da verba publicitária do Estado que deixou de entrar no bolso dessa “imprensa” do Equador. Aí concluímos: o PT tem culpa e está pagando o preço. Espero que aprendam a lição, pois até 2018, ainda tem tempo, caso contrário, adeus governo progressista, porque aí vem o aecista, serrista ou alkinmista. 

  44. Congratulações

    J. Carlos de Assis , Eu apenas gostaria de parabenizar sua iniciativa de fazer o que penso , cada um de nòs brasileiros queremos, mas talvez não saibamos como fazê-lo , que é o de dizer a essa mídia medíocre  que tem se tornado a Rede Globo e a Revista , Veja , que profissionalismo , veracidade dos fatos e compromisso com o Cidadão deveria ser o ideal o ponto mais importante pra Eles que tem o poder de comuncar , informar , VC foi muito feliz em suas colocações , meus sinceros agradecimentos , me senti muito bem representada com suas colocações , atenciosamente , Bethânia Moreira de Souza .

  45. Regulamentação mais democrática da mídia para molda a

    Este texto muito bem elaborado serve de alerta, pra grupos de comunicação que insistem em tomar lado político.

    O sistema globo de televisão e jornais surgiu nos porão da ditadura com apoio do governo militar e a CIA em detrimento ao Diário Associado de Assis Chateaubriand mais conhecido como Chatô, na época era dono da imprensa falada escrita e Televisada, que foi o maior Conglomerado de mídia da America Latina, que em seu auge contou com mais de cem jornais, emissoras de Rádio e TV, Revista e Agência telegráfica. Figura polemica e controversa, odiado e temido pelos seus opositores, Apelidado de cidadão Kane Brasileiro pela falta de ética por supostas manipulação em chantagear empresas que não anunciavam em seus veículos de comunicação. Insultava empresários com mentiras. O Império teria sido criado com bases em interesses e compromissos políticos da época. A ascensão do império jornalístico de Assis chateaubriand deve-se as transformações políticas do Brasil durante as décadas de 1920 e 1930 no apoio dado a Getulio no Movimento revolucionário de 1930 em que o levou ao poder implantando uma ditadura nos pais. Não é diferente da política do passado com a de hoje do monopólio do Globo devido sua posição política e mesma bajulação ao governo da ditadura militar em 1965. em comandar o país através dos meios de comunicação, uma ação perigosa, destituindo o poder central da republica a maneira que lhe convém. Manipulando o congresso e o senador de acordo com seus interesses políticos. Como todo poder tem o seu apogeu e sua linha da parábola no limite, acredito que nestas eleições de 2014 a Globo começa sua trajetória descendente. com a Regulação dos meios de comunicação proposta pelo governo nos mesmo molde a nossa visinha Argentina. 

    • completar a fala de Rogério Teixeira

      O General Golbery de Couto e Silva. Era ele quem estava por trás de todos os presidentes militares durante a ditadura.  Contando e tendo  como sempre teve o apoio do então dono da Globo, o empresário Roberto Marinho.  Ressaltando que a emissora começou a funcionar apenas em 26 de abril de 1965, um ano após o golpe militar. Na época as emissoras de televisão mais conhecidas eram a TV Tupi, a TV Excelsior e a TV Record que também o apoiaram, General Golbery de Couto e Silva. Era ele quem estava por trás de todos os presidentes militares.  Contando e tendo  como sempre teve o apoio do então dono da Globo, o empresário Roberto Marinho.  Ressaltando que a emissora começou a funcionar apenas em 26 de abril de 1965, um ano após o golpe militar. Na época as emissoras de televisão mais conhecidas eram a TV Tupi, a TV Excelsior e a TV Record que também o apoiaram

  46. Veja e JN

    Que me perdoem os doutores da lei, os fariseus de plantão. O povo não quer nem saber o que a Veja escreve ou o quê o JN fala em sua edição. Os senhores de grandes diplomas, eruditos talvez, não sintam-se ameaçados pelas midias citadas. Bom mesmo deve ser Carta Capital, o Jornal o Dia e outros que alardeiam a MARAVILHOSA política atual e os grande benefícios para este país. Coitado daquele ou daquela que recebe seu quinhão/bolsa qualquer coisa. Ele gasta o seu dinheirinho e uma boa parte volta às mãos do governo. É a mão que balança o berço. Que venha a VEJA que venha o JN: sinto que faço uma catarse através deles.

  47. Parabéns pela Carta à mídia marrom

    Meu caro Assis, sugiro que envie essa sua carta à presidenta Dilma. Com certeza, lavará a alma dela. No início, eu imaginava que a grande verba publicitária dirigida a esses órgãos que denegria o governo federal era porque esses veículos eram os de maior visibilidade e só assim as pessoas veriam as ações do governo. Tolinha era eu! Os jornalões e as tevês surrupiavam as verbas e, com certeza, riam às costas do ato governamental. Hoje, depois das eleições, cheguei à conclusão que de nada valeu. A verba governamental deverá vir para a Internet que, pela segunda vez, trabalhou para a eleição de Dilma Roussef. Na relação custo X benefício, que ganhem as redes sociais. Haverá um grande tombo nas finanças globais, desemprego em massa mas, me desculpem, eles procuraram. Toda a Globo News sucumbirá. Os programas que só convidam detratores, o famigerado Manhathan Conexion será tragado como a Atlântida foi e por aí abaixo.

    • verbas publicas para veículos de comunicação
      Concordo com seu artigo. Aproveito para expressar minha indignação com as posturas do Sr. Willian Bonner e a Srª Patricia Poeta. Esta última, numa reportagem com a então candidata e ainda Presidente, Dilma, chegou a colocar o defo em riste contra a candidata. Senti-me desrespeitada e envergonhada.

  48. Mídia monopolística.

    Prezado J. Carlos, seu artigo está redondo. Gostaria de contribuir com alguns fatos para seu conhecimento:

    1) à época da ofensiva do Globo contra o JB pelos anúncios classificados, além da propaganda de TV, Roberto Marinho usou outra arma, tão deplorável quanto – comprou a diretoria do CRECI (corretores de imóveis) para direcionar os anúncios dos seus associados. Soube disto por João Augusto de Mattos Pimenta, relação pessoal de RM que participou da negociata, com quem trabalhei.

    2) quando (anos 90) floresceram os jornais de bairro, no RJ e em outras cidades, abrindo mercado de trabalho para grande nº de profissionais, e sustentando-se pelos anúncios do pequeno comércio e serviços, o Globo rapidamente reagiu lançando os cadernos de bairro, com publicidade a preços ridículos, conseguindo sufocá-los.

    Forte abraço e parabéns pelo bom trabalho.

     

  49. DURAS VERDADES

    Caro Jornalista,

    Apreciei muito seu texto que revela a podridão de uma profissão que deveria informar, ensinar e pautar pela verdade, SEMPRE.

    Só para você ter uma idéia da pequenez dessa revista, vou lhe contar o que aconteceu comigo.

    Na 5a. feira que antecedia as eleições, recebi em minha casa “gratuitamente” um jornal e também uma revista VEJA, sim aquela mesma edição que sai aos domingos e que eu que nem sou assinante, recebia em minha casa.

    Não existem coincidências, quantas residências receberam essa revista? quem pagou por ela? o PSDB? a própria revista ? 

    E nem assim conseguiram abafar uma eleição apertada, mais legitimamente ganha! Salve a democracia.

     

  50. Carta aos jornalistas da Globo e da Abril por J. Carlos de Assis

    Moro fora do Brasil e me chatiei com as publicacoes manipuladas da Veja sobre o PT quando estive ai em Julho e Agosto desse ano. Nos dois exemplares que li, a Veja cculpava o PT por tudo de uma forma obviamente parcial. So faltou culpar a Dilma pela crise entre a Palestina e Israel. Vergonha!

  51. Parabéns!

    Caro Sr. Luis Nassif! 

    Gostaria de agradecer sua honestidade intelectual e clareza com que transmite as informações. Além da coragem, se mostra um verdadeiro jornalista, pessoa de caráter e de ideologia. 

    Obrigado por ser diferente dessa corja que se faz maioria no jornalismo mundial.

  52. Vcs viram a capa da veja

    Vcs viram a capa da veja nesta semana? A charge q foi colocada tá encaixada, o q (pelo menos, antigamente era assim!) quer dizer q é “matéria paga”… Ou eles já estão vendendo até a própria capa ou então fizeram-no por pura sacanagem mesmo!

  53. Carta aos jornalistas da Globo e da Abril, por J. Carlos de Assi

    EXCELENTE  ESTA   CARTA  A  ESTES   MEIOS DE COMUNICAÇÕES QUE ESTÃO SUBVERTENDO A ESSÊNCIA DO QUE É JORNALISMO  A MUITOS ANOS.

  54. que reforma que é ninguém nem nunca viu?
    Não sei quem tem medo dessa ‘regulacão’ que passaram-se 13 anos e nada foi feito. Hahahahaha, grã piada.

  55. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome