Caso Palocci: a mídia e a armadilha do jornalismo venal, por Luis Nassif

Ainda não chegou o dia em que os jornais brasileiros voltarão a fazer jornalismo. Na área policial e na primeira página, continuam, todos, meros joguetes de procuradores, delegados e juízes, enquanto nos artigos de fundos aumentam as preocupações com o estado policial, que eles mesmos ajudam a alimentar.

É um jogo desmoralizador para o jornalismo.

Uma das pernas é retomar as denúncias de Marcelo Odebrecht visando torpedear a candidatura de Renan Calheiros à presidência do Senado. Em uma democracia, é fundamental o equilíbrio entre os poderes. E a candidatura de Renan é a única capaz de dar alguma dimensão política ao Senado, para fazer o contraponto democrático ao Executivo. Saca-se uma delação velha, requenta-se e apresenta-se como nova.

Mas o destaque é esse vergonhoso episódio da delação do Palocci.

Palocci pega um tema de conhecimento geral: o patrocínio de um lobista ao campeonato de rúgbi do filho de Lula. A Zelotes tentou de todos os modos ligar o caso a algum benefício. Chegou a invocar à licitação FX, dos jatos – tocada inteiramente pela Aeronáutica. Depois, às medidas de prorrogação de incentivos para a indústria automobilística fora do eixo Rio-São Paulo – medida dos tempos de FHC e cuja prorrogação foi subscrita por todas as lideranças políticas.

Agora, vem Palocci, reconta a mesmíssima história, que é de conhecimento público, e acrescenta o ingrediente de que Lula falou com ele sobre a propina.

Não há uma figura pública ou privada que diga que conversou em algum momento sobre dinheiro com Lula. Nem se discuta se ele é honesto ou não é. O fato é que nenhuma testemunha idônea afirmou ter discutido sobre dinheiro com Lula.

Aí aparece um sujeito que quer liberdade para gozar parte do dinheiro que ganhou, e oferece meramente seu testemunho sobre fatos de domínio público. Nem uma prova, uma gravação, um documento. E vira manchete principal nos principais veículos online, enquanto o relatório da COAF sobre o motorista do filho de Bolsonaro fica perdido no meio da edição.

26 comentários

  1. É sempre bom lembrar!!!

    Quem criou o bolsonaro e impulsionou a extrema direita foram o PIG, políticos da direita e ditos de esquerda que fizeram oposição.

    Os governos do PT fizeram muita coisa errada mas este tipo de notícia golpista só fez mal a população carente deste país.

  2. Pois é

    Cursei jornalismo mas nunca trabalhei na área.

    Ainda lembro das primeiras lições, no primeiro período do curso: o que se destaca, o que vem primeiro e na manchete principal TEM QUE SER o assunto mais importante do dia, considerando o contexto geral.

    E no contexto atual, o que é mais importante:

    Chutar um Lula já caído com uma denúncia requentada e infundada?

    ou

    Investigar uma denúncia MUITO BEM FUNDAMENTADA (em documentos) de possível corrupção, que envolve o MOTORISTA (Collor tem más lembranças desta profissão), o FILHO e a MULHER do presidente eleito?

    A  Faculdade Nassif de Jornalismo on-line dará, ao aluno que acertar primeiro, uma estrelinha verde-amarela no caderno!!!

  3. Mas de qualquer forma, não é

    Mas de qualquer forma, não é bem estranho esse patrocício das montadoras? Claro que o Paloffi é pulha, não tem credibilidade, mas é de bom tom que essa história seja esclarecida (Nassif podia dar uma palinha).

    •   Sim, é estranhíssimo.
        Em

        Sim, é estranhíssimo.

        Em 2009 estávamos vendo correr solta pelo mundo uma estranha crise, que estranhamente ameaçava nossa economia, e um estranho presidente estranhamente tomou tudo quanto foi medida estranha para garantir estranhos investimentos produtivos, inclusive manter medida do (aí sem ironia) estranho governo FHC para incentivar montadoras de estranhos automóveis a se instalarem em região estranhamente pobre de nosso estranho país.

       

        Agora o Palocci, sem prova alguma, dizer com todas as letras que o filho do Lula procurou o proprio Palocci, em 2013, atrás de um patrocinio que ja estaria garantido pelo proprio pai em 2009 (essa propina demorou, que coisa), sendo que denuncias desse tipo, não aceitas nem pelo MP, garantem ao denunciante o direito de desfrutar de dinheiro de origem não explicada… AAAAAH, ISSO É EXTREMAMENTE NORMAL.

       

        

  4. Boca de aluguel: quer ganhar quanto?

    Como a delação não surtiu o efeito esperado, o boca de aluguel deve, como parte do acordo, manter seu papel de fofoqueira de programa vespertino ou site de fofoca rasteiro – quem sabe apareça na Gimenes, num de seus dias de tema pornográfico. Com a diferença de que o povo já conhece a baixeza dos primeiros mas não aprendeu ainda que a mídia comercial virou, toda ela, programa de auditório combinado,  e o que se vende como jornalismo é a junção do que os ditos programas populares têm de pior: fofoca quase sempre mentirosa, barraco e denúncia arranjados e pagos sem o conhecimento das platéias que os tomam por verdadeiros, saturação de imagens e discurso de violência, e como a cereja do bolo, a frase do maior mascate da tv: TUDO POR DINHEIRO.

    Patifalhocci talvez esteja recebendo o destaque favorável da imprensa criminosa como um favor por não tê-los delatado como pretendia. Como será que virá a contrapartida do sistema financeiro? Um comercial para vender suas consultorias? O que não deve faltar é sonegador e corruptos de várias plumagens interessados em suas habilidades com trapaça e enriquecimento duvidoso. 

    De delator a garoto propaganda do sistema corrupto com o discurso mais manjado dos batedores de carteira: chama o outro de ladrão enquanto se passa por pessoa confiável. Truque velho e batido, o que no Brasil parece fazer sucesso, o revival retrô da canalhice vintage. 

    Quem é leitor do GGN e se diz progressista deve pensar se manter assinatura ou compra desses jornais não é conivência hipócrita com o que já sabem ser uma fraude jornalística. 

    Descobri há poucos dias o canal da rede pública francesa, France 24 (em inglês, parece que transmitem também em francês, espanhol e arábe) , no streaming de vídeo. É de graça – tirando a conta de energia elétrica e de acesso a internet – e muito melhor para quem deseja ou precisa se manter informado do que acontece no mundo. Não faltam opções, falta coragem de aplicar o que pensam e dizem defender a suas práticas. Sei que é difícil, e não quero ser hipócrita  de lançar pedras quando ainda uso aplicativos e provedores do Monopólio Digital mas onde há alternativas acessíveis a justiificativa para continuar bancando o problema de um lado enquanto o critica do outro parece pior que enxugar gelo em tempos de aquecimento global, é como ajudá-lo a derreter enquanto grita que acabaram as pedrinhas de gelo importado do Ártico para o seu drinque durante debate sobre como resolver os problemas do mundo. Hora de descer do muro, do lado certo, ou na dúvida, da sua própria consciência. 

     

    Sampa/SP, 06/12/2018 – 16:43 – alterado às 16:48   (em luto). 

  5. Ilusões perdidas

    Fiz um comentario em outro post sobre esse assunto no qual falo exatamente sobre a questão do escandaloso parcialismo da imprensa brasileira. A imprensa virou um negocio sensacionalista de um lado e chantagista de outro. O caso Lava Jato e as delações é outro caso de escola do mal jornalismo. E nem adianta esperar que façam escândalo do caso do filho e da mulher bolsonaro. Isso até pode um dia ser de interesse da imprensa em divulgar, por enquanto não farão nada. Bolsonaro é de interesse deles, quando não for mais…   

    Ilusões Perdidas é um otimo livro de Balzac, do qual  os jornalistas de antigamente tinham obrigação de ler. Os que leram esqueceram e os mais jovens nunca ouviram falar. 

  6. A mídia alternativa consome

    A mídia alternativa consome talento e tempo ao tratar do dia a dia da mídia do grande capital. A mídia hegemônica há um bom tempo deixou de fazer jornalismo, seu objetivo principal e secundário é doutrinar a classe média para o neoliberalismo e  demonizar qualquer coisa que seja anti-capitalismo. Deixam alguns jornalistas sérios para dar  um ar  de jornalismo, mas o odor que domina é o de um esgoto. Não passam de máquinas de propaganda do mercado e de alienação.

  7. Paalocci sempre esteve muito

    Paalocci sempre esteve muito mais para mo PsDB do que para o PT. É um agentte infiltrado no PT.

    Lula e Dilma fizeram muto mal em dar destaque a esse calhorda.

     

    • Discordo: o Palocci sempre

      Discordo: o Palocci sempre foi petista. Só que à moda dele, ou seja, como se diz no popular: “para se arrumar”. O partido serveria apenas, como serviu, para torná-lo um argentário. Talvez tenha sido o maior e mais fundamental erro de Lula e das demais lideranças do PT ter ao lado uma pessoa tão desqualificada moralmente.

  8. Esse relatório tá cheirando a
    Esse relatório tá cheirando a chantagem

    pra manter Mefistófeles na rédea curta……

    Querem o pagamento pelo apoio ao golpe, e é a reforma da previdência, que na verdade acaba com a aposentadoria do trabalhador, mas não com a contribuição…..neguinho vai pagar a vida toda e morrer sem receber, deixando a bolada para os bancos……

    Foi uma amostra do telhado de vidro……

  9. globobo

    A globo e seus filhotes vão puxar o saco do capetão até o fim. Só vão parar quando falirem (vide a declaração de amor do alexandre gracinha). O que vai acontecer cedo ou tarde. O esfaqueado já fechou com o bispo.

    Ele odeia a globo porque a globo, dizem, é ……..petralha! 

    Dueu!

     

  10. Diz o ditado: o uso do

    Diz o ditado: o uso do cachimbo faz a boca torta. E para desentortar, complemento eu, leva tempo. Se é que algum dia isso aconteça. 

    Pois é isso que ocorreu com a dita imprensa corporativa, ou grande imprensa: de tanto bater, perseguir, discriminar o PT no governo, adquiriu uma “ptdependência” tal qual os alcoólatras do álcool. Se não fizer isso bate a tremedeira e começam a ver fantasmas pelas paredes. 

    Até quando persistirá a doença, não dá para saber. Talvez uma sessão de “cura” com o pastor Valdemiro Santiago resolvesse. Isso se se dispuserem a meter a mão no bolso.

    Ouvi o noticiário da CBN das cinco horas(aqui quatro). Nada, nadica de nada, sobre as vultuosas e inexpilicáveis movimentações financeiras do motorista do filho do Bolsonaro. Já para as denúncias vazias de Palocci……….

  11. Será mesmo?

    “O fato é que nenhuma testemunha idônea afirmou ter discutido sobre dinheiro com Lula”.

    Os que afirmam passam, automaticamente, a ser “não idôneos”.

    Quem está preso mente porque quer a liberdade. Ciro, Marta, Marina, Heloisa Helena, etc são, obviamente, traíras. E assim caminha o contraponto ao PIG!

    •   Ou você está brincando ou

        Ou você está brincando ou tem um sério problema cognitivo. Ah, esqueci: talvez tenha chegado hoje de Marte.

        A questão é que ninguém trouxe até hoje QUALQUER prova de que Lula tenha alguma vez tratado de tema assim. Ainda mais fora do poder. Ainda mais de coisa de anos antes. Ainda mais com alguém nada relacionado ao assunto. Ainda mais de alguém que já não estava em governos petistas.

        Mas claaaaro: o Edison, que chegou hoje de Marte, acha que toda pessoa com uma história pra contar merece toda a credibilidade. Assim, se eu disser que o Edison comenta aqui pra tumultar por ser pago pelo PSDB pra isso, minha história merece levar a uma investigação – e não vejo razão para que o Edison não seja condenado por isso.

        Oras, meu querido, toma vergonha. É de graça, basta caráter.

      • Obrigado!

        Cara, impressionante! Élebê acertou quase tudo. Não cheguei de Marte, mas venho de longe, tenho sérios problemas de cognição e o PSDB dá uma grana para eu comentar no blog do Nassif mas, até aí, tudo normal, né? Porque todos só fazem alguma coisa por dinheiro, certo? Repito: impressionante! Principalmente, Élebê demonstrou que tem muito caráter e vergonha! Valeu pelo toque, amigão Élebê!

         

          • Sinta-se à vontade.

            Como eu escrevi antes, venho de longe e lembro quando vc era aluno na Federal mineira (acho que de mestrado ou doutorado porque já tinha quase a minha idade). Mundo pequeno, não? Continuo achando incrível como a esquerda acadêmica, além de errar todas as suas previsões e diagnósticos sobre a política do Brasil, ainda não entende ironia!

  12. Hegemonia Venal

    Costumava apelidar o oligopólio midiático que impede a plena democracia no Brasil de mídia hegemônica. Mas está  comprovado que a sua hegemonia é também, ou sobretudo, na venalidade. A publicação acrítica  de notícias que interessam aos objetivos escusos de acusadores seletivos não deixa dúvidas. A perseguição leviana e desonesta a Lula, então, faz a festa dos canalhas que desonram a profissão jornalística, outrora respeitada. Já quanto  a Lula e o PT, acho inacreditável como foram enganados por um sujeito tão inexcrupuloso e por tantos anos, só porque tinha trânsito no mercado.

  13. Servil e sem juízo

    Veja, Nassif, como são os oposto de Deus: enquanto existem admiradas e respeitadas Eugênias, que atuam plantando sementes justas da autoridade, da socialização,do  civismo e da justiça íntegra; do outro lado surgem ambiciosos aglomerados mutantes, que de tão gananciosos e interesseiros, invertem constantemente seus padrões de lealdade para se manterem como autoridades servis e dependentes. Custe o que custar, doe a quem doer, estes, estarão lá, sempre, onde os que mandam os querem.

  14. :
    : * * * *  04:13 * * * * *

    :

    : * * * *  04:13 * * * * * Ouvindo A(s) Voz(es) do Brasil e postando :

     

    Poema Z

     

    Penso

     

    Logo(S)

     

    ReXisto

     

     

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome