Ministério da Economia sugeriu “monitorar” posts de Luis Nassif no Jornal GGN

O jornalista Luis Nassif, diretor do GGN, foi listado como "detrator" no relatório de jornalistas monitorados pelo Ministério da Economia, de Paulo Guedes

Foto: Sergio Moraes/Reuters

Jornal GGN – O jornalista Luis Nassif, diretor do GGN, foi listado como “detrator” no relatório de jornalistas e influenciadores monitorados pelo Ministério da Economia, de Paulo Guedes. A recomendação explicitada no relatório foi de “monitoramento preventivo das publicações” deste jornal e “a partir dos posts que ele fizer sobre economia, monitorar se há algum debate equivocado e publicar posts que esclareçam de forma indireta essas mensagens”.

Tanto o Jornal GGN, quanto Luis Nassif nunca foram contatados e não receberam nenhum release ou post do Ministério da Economia com o objetivo apontado.

O relatório, obtido por Rubens Valente, do Uol, foi produzido por uma empresa de comunicação contratada pelo Ministério da Economia, de Paulo Guedes, do governo Bolsonaro para “orientar” como o órgão deveria lidar com 81 jornalistas e influenciadores divididos em três categorias: os “detratores”, os “favoráveis” ao governo e “neutros informativos”.

Entre os “detratores”, Nassif aparece juntamente com os jornalistas Rubens Valente, Vera Magalhães, Guga Chacra, Xico Sá, Flávio V. M. Costa, Luís Augusto Simon, Hildegard Angel, Cynara Menezes, Carol Pires, Claudio Dantas, Brunno Melo, Igor Natusch, George Marques, Palmério Dória e Márcia Denser.

Sobre Luis Nassif, a planilha produzida pelo governo Bolsonaro assim o descreve:

50) Luis Nassif

Perfil

Jornalista

Histórico Profissional

Atualmente escreve para o Jornal GGN. Foi colunista e membro do conselho editorial da Folha de S. Paulo.

Posicionamento e assuntos sensíveis relacionados

Crítico do governo nas redes, recentemente publicou matéria “Os fakenews de Paulo Guedes em relação à carga tributária, por Luis Nassif”.

Leia também:  CNN promove 'barriga' jornalística na corrida maluca pela vacina, por Wilson Ferreira

Recomendações de ação de relacionamento e de distribuição de informação personalizada

Monitoramento preventivo das publicações do influenciador. Envio de esclarecimentos para eventuais equívocos que ele publicar.

A partir dos posts que ele fizer sobre economia, monitorar se há algum debate equivocado e publicar posts que esclareçam de forma indireta essas mensagens. Envio de releases com pautas do ME que possuem resultados positivos já comprovados.

 

Luis Nassif aparece em relatório do governo Bolsonaro como “detrator”

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

7 comentários

  1. Primeiramente, lamento muito não ter a honra de poder fazer parte desta lista, hehe…
    Segundamente, se Nassif nunca recebeu nada é porque não há equívocos (sic) nem resultados positivos (sic) a apresentar.
    E la nave va.
    Mas que dá uma vergonha alheia de 8,5 milhões de km2, ah, isso dá!
    E própria também!

  2. Percebi nos últimos dias que a área de comentários dos sites progressistas está sendo invadida por “comentaristas” favoráveis ao desgoverno Bostonaro. Será que isso faz parte dessa nova “estratégia” do desgoverno miliciano fascista evanjegue?

    9
    1
  3. Assim os ratos se esgotam.
    O jornalista que realiza o seu trabalho de forma isenta, desagrada.
    Os puxa-sacos se esbaldam.
    Os ratos acabam presos em suas (im)própria ratoeiras.
    Mais bandidos do que isto, impossível.
    Bando é muito pouco: batalhão.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome