No dia do jornalista, a liberdade de imprensa escamoteada, por Luis Nassif

 
Veja taxou Lula de chefe de organização criminosa e outros adjetivos. Foi absolvida, em nome da liberdade de imprensa.
 
Todos os abusos da Lava Jato são tolerados, em nome do utilitarismo da luta anticorrupção. Os jornais conseguiram blindar de tal forma a operação, que hoje em dia há procuradores afrontando o próprio Supremo Tribunal Federal.
 
A única resistência ao poder avassalador da Lava Jato vem dos blogs jornalísticos. Foi graças a eles que houve uma parada na milionária indústria da delação premiada, a ponto de procuradores abrirem mão da delação de Antônio Palocci, e montarem uma gambiarra, transferindo para a Polícia Federal, depois de reportagens investigativas mostrando a pouca transparência da relação Sérgio Moro – procuradores – advogados de delatores.
 
A forma da Lava Jato calar os dissidentes é através de processos judiciais, todos correndo nas varas de Curitiba. No momento, recebi a terceira condenação em três processos abertos por três delegados da Lava Jato, cada qual resultando em condenações de R$ 10 mil para cima.
 
Ao mesmo tempo, criou-se uma lucrativa indústria da fotografia no Judiciário paranaense. Abrem-se ações pelo uso de fotos da Lava Jato por blogs. As fotos originais não devem ter custado mais de R$ 500 reais para o veículo original. No caso de reprodução, as condenações chegam a R$ 10 mil, invocando um suposto “dano moral” ao fotógrafo.
 
Aliás, é demonstração cabal que o risco maior de abusos não está no Ministério Público Federal, mas nos grupos que politizaram a Polícia Federal. E não apenas por lá.  
 
No Rio de Janeiro, um desembargador me condenou a R$ 20 mil, por difamar a imagem de Eduardo Cunha. Em Brasília, correm três processos de Gilmar Mendes, por difamação. Em São Paulo, outros cinco da revista Veja.
 
Quando Carlos Ayres Britto, o então presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) criou uma comissão de liberdade de imprensa, no âmbito do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), fui até ele explicando que a maior ameaça das ações judiciais era contra o jornalismo independente, sem a estrutura jurídica e os recursos das grandes organizações. De nada adiantou, como de nada adiantaram as promessas da então presidente Carmen Lúcia de abrir uma representação no tal conselho para os blogs jornalísticos que fazem o contraponto.
 
Foi em vão. Sua intenção não era defender a liberdade de expressão, mas fazer bonito para os jornalões.
 
Esses blogs são fundamentais para a democracia, pois exercem uma fiscalização em áreas não cobertas pela mídia tradicional. Mais, fazem o contraponto narrativo a notícias divulgadas pela própria mídia, abrindo o leque de interpretações de fatos, diversidade essencial para a consolidação da democracia. Não seria exagero considerar que alguns desses blogs e portais praticam o melhor jornalismo investigativo da atualidade. Vide as descobertas sobre a própria Lava Jato, território considerado tabu pela mídia.
 
Se liberdade de imprensa fosse um valor maior, a própria velha mídia estaria saindo em defesa do jornalismo praticado pelos blogs. Mas valores, nessa terra selvagem, são meros instrumentos para defesa de interesses de grupos. Não houve um pio quando a primeira medida do governo Michel Temer foi a de um veto ideológico na publicidade das empresas públicas.
 
E a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), ora a Abraji.
 

32 comentários

  1. ASSISTAM A SÉRIE CROATA “O
    ASSISTAM A SÉRIE CROATA “O JORNAL”NA NETFLIX GOLPISTA,BOA PEDIDA P “COMEMORAR”O DIA DO JORNALISTA !!!

  2. Haveria o que comemorar?

    O que um jornalista brasileiro poderia comemorar no dia de sua profissão? Praticamente nada. A profissão se transformou de tal forma em mensageiro de agentes ocultos ou nem tanto, que os peões perderam credibilidade por um lado e a propria voz por outro. Estarão os jornalistas sem rumo ou crêem realmente na narrativa criada por suas empresas? E o que ainda salva são os jornalistas livres ou dissidentes da velha imprensa. E ai o que fazer nos dias de hoje para calar as vozes dos que ousam contar a verdadeira historia? Estrangula-se esses sites de noticias independentes juridicamente. Eh o judiciario participando ativamente nas novas formas de totalitarismo.

  3. grande imprensa no Brasil?????

    Neste dia e por um único dia no ano, a dita grande imprensa deveria alforriar os seu jornalistas para manifestar as próprias opiniões.

    Ditos jornalistas da grande imprensa deveriam ser silenciados quando despedidos pelos queridos donos nos passaralhos manifestarem opiniões não condizentes com o passado de canetas de aluguel.

    Não existe justiça nesta bananalandia. 

  4. … fundamentais para a

    … fundamentais para a democracia!!! exercem uma fiscalização em áreas não cobertas!!!  contraponto narrativo!!! , abrindo o leque de interpretações de fatos!!!, diversidade!!!

    Tá maluco, Nassif?
     

     

  5. Nassif,
    Bom dia. Divulga um
    Nassif,

    Bom dia. Divulga um crowdfunding aqui no ggn que iremos participar certamente.

    Importantíssimo este canal para a defesa da nossa incipiente democracia, deixei de ver tv aberta brasileira desde a divulgação do áudio da Dilma e do Lula pelo camisa negra, aquilo ali foi infame, foi o turning point do jornalismo de guerra que deu origem ao golpe, uma pena que não tínhamos um Erdogan na presidência pra colocar aqueles golpistas todos no seu devido lugar, atentaram contra a segurança e interesse nacionais e o país agora sofre com essa aventura e não há qualquer perspectiva de melhora a curto médio e longo prazo, um descalabro!

    O conluio da grande mídia com o judiciário -MP + PF + STF pautando a política brasileira e tentando substituir a nossa democracia representativa pela ditadura da toga é vergonhoso! Que os doutos juízes e procuradores larguem a toga e as vestimentas e ingressem na política de fato, seria muito mais honesto da parte deles. Se for no voto eles já entenderam que perderão todas!

    Sejamos solidários aos jornalistas que verdadeiramente representam a categoria, fico imaginando o que aqueles párias da tv cultura, Estadão, Folha de São Paulo que realizaram o Roda Viva com o impostor devem estar pensando no dia do jornalista, teve um puxa saco da tv cultura que perguntava a si mesmo se o alto mandatário dos golpistas era de carne e osso! pausa…

    Parabéns ao blog e continuemos firmes e fortes na luta!

    Abs
    Leonardo

  6. O jornalismo da velha mídia

    O jornalismo da velha mídia não existe. É a mídia oficial do governo corrupto que está no poder onde se confundem interesses do sistema financeiro + proteção aos grupos políticos aliados aos donos das empresas de mídia. De tal modo que o governo destruiu o sistema público de informação porque a mídia dos frias, mesquitas, marinhos e saads assumiram esse papel.

    Jornalistas como os capachos que hoje trabalham na grande mídia não deveriam ter essa denominação. São porta vozes da destruição das instituições republicanas, da soberania do país e da conivência com a corrupção praticado pelos patrões. Jornalismo é investigação, é resistência em defesa da sociedade. 

    Uma profissão que tem como expoentes Miriam Leitão, Boechat, Bonner, Augusto Nunes, Noblat, Fernando Rodrigues e todos esses pequenos ditadores da informação que tem colunas em jornais e revistas ou programas em rádio e  tv é tão tóxico que no extremo gerou o caso Pimenta Neves. Submissão, ambição, manipulação, carreirismo, traição  são sínônimos do poder jornalistico da grande mídia.

    E viva o novo. E viva os blogs alternativos. Parabéns aos jornalistas que  encontram prazer na dignidade do trabalho informativo e não somente no poder e no dinheiro.

     

     

     

     

  7. Enquanto continuarem com esse

    Enquanto continuarem com esse “cavalheirismo” no trato com essa máquina de propaganda, vão tomar mais e mais na canela.

    O “compromisso” desse pessoal com ideais democráticos foi uma moda passageira. Durou somente o tempo em que os candidatos deles ganhavam todas.

  8. Lendo o artigo do nassif

    Lendo o artigo do nassif cheguei a conclusão que ainda tem gente que não entendeu que estamos dentro de uma ditadura, e uma ditadura muito pior do que aquela de 1964.

    O caso do Lula provou que não adianta se apegar as leis vigentes ou ao bom senso do judiciário. Lá são todos, ou quase todos golpistas.

    Nada sairá de lá que conteste ou ponha em cheque a ditadura em vigor. A frase do Jucá deveria reverberar todos os dias nos ouvidos de todos os cidadãos brasileiros: ” com STF, com tudo”. Não existe prova maior do que a frase e sua verificação na realidade. Também são fatos que comprovam a ditadura atual:

    – Os atendados terroristas contra políticos(Marielle), caravana do Lula, agrassões físicas a cidadãos brasileiros(agressõs fascistas), repressão polcial a qualquer movimento social, etc etc

    – A censura pelo bolso praticada pelos funcionários públicos do judiciário contra qualquer um que discorde dos seus procedimentos.

    A raiz da ditadura atual é a associação lava jato/mídia golpista/stf/mpf/pf/pgr/, ou seja, é uma ditadura de funcionarios públicos concursados contra todos os brasileiros. Uma JURISTOCRACIA escancarada.

    Isto não será resolvido pacificamente ou republicanamente.

    Seria bom que o pau quebrasse enquanto é tempo.

     

    • Também acho que em algumas

      Também acho que em algumas variações e características essa ditadura é pior que a de 64……  O que fizeram à Dona Marisa é inominável….  E o fato de terem instalado dentro do país um núcleo de poder jurídico absolutista, a “República de Curitiba” torna o país um nada, um vexame, uma coisa degradada…..

      Se consolida de vez a sensação de que podem fazer o que quiserem, não haverá freios nem limites……

      A morte do reitor Cancellier foi como uma mgota d’água de todo esse esgoto, e o fato da sociedade não ter se indignado revela a nação que somos.

      • É isto aí mesmo. E a coisa

        É isto aí mesmo. E a coisa ainda vai piorar muito pois não há nenhuma resistência ao arbítrio.

        Reafirmo: É preciso que o pau quebre enquanto é tempo.

        O primeiro alvo da revolta deveria ser a globo e TODAS as suas repetidoras. Em todo o Brasil deveria ser organizado protesto em cada porta deste canal. Não deveríamos arredar o pé de lá antes de invadir e incendiar todas as instalações.

        Esta é a principal perna do golpe. Deve ser destruída.

        O valor simbólico desta destruição colocará os golpistas nas cordas. Perceberão que o mesmo poderá ser feito com eles de m dia para o outro.

        Eles sabem que o Lula é a resistência por isto trataram de prendê-lo e certamente estão a arrumar uma maneira de matá-lo para vencer o jogo.

        Depois de destruirmos a globo será a vez dos golpistas do judiciário. Será muito fácil desaparecer com eles. Não tem como andar com um exército de seguranças atrás de cada um.

        Mesmo que andem é só ver o que a máfia fez com o falconni na itália. Podemos imitar o moro e também copiar a mãos limpas.

        “Em 1992, foi assassinado pelo mafioso Giovanni Brusca, juntamente com sua esposa e seus guarda-costas, ao passar de carro por uma estrada que foi dinamitada por explosivos instalados criminosamente.”*

        *wikipédia

        Ps. aqui não será criminosamente, será pela segunda independência do Brasil.

    • Dia do jornalista

      Esta frase do jucá ficará gravada indelével na história do supremo,assim como a autorização para a extradição e consequente assasssínio pelos nazistas,de Olga Benário.

  9. Onde não há jornalismo

    Onde não há jornalismo investigativo não há democracia. O resto é propaganda. O que o judiciário e a velha mídia ainda não dão o braço a torcer é que o advento dos blogs da internet é caminho sem volta. Podem espernear, processar e intimidar, mas a velha maquinaria de Gutemberg não retorna mais.

  10. Mil estrelas douradas para

    Mil estrelas douradas para voces, Nassif. E lembre que nós leitores dos blogs já pagamos a indenização do Migue do Rosário, por conta de ação do Kamel. 

    Os blogueiros independentes deveriam criar um organismo que centralizasse a defesa de voces. Esse organismo faria a coleta de doações para bancar o custo desses processos. 

    Não vão calar voces por aí, se depender da gente. Tenho certez que falo por todos. 

    Outro lembrete: Pagamos a multa do Dirceu e do Genoino

  11. O sonho deles era encarcerar

    O sonho deles era encarcerar um jornalista independente mas ai a ditadura instalada ficaria exposta ao sol, o jeito é condenar no bolso.

  12. Ser processado por delegados
    Ser processado por delegados da Polícia Federal ligados à Lava Jato e julgado por juízes de Curitiba, ou amigos de ou com medo de irem contra são Moro…. Ora, se fizeram o que fizeram contra Lula, os três sórdidos desembargadores do TRF4, o que não fariam contra blogueiros independentes? Está aí a violência selvagem e vingativa de Moro contra o Eduardo Guimarães, que STF, CNJ e mídia nem piscaram: apoio total!
    .
    É a plenitude da ditadura, a mais perversa de todas: os poderosos, tendo todos os direitos ao assassinato de reputação, os pequenos blogueiros massacrados por processos e perseguições. Uma sociedade cega, tornada literalmente imbecil e fanática, ou celebra ou se cala, confusa, perdida…
    .
    A única coisa a ser comemorada no dia do jornalista é a coragem e a dignidade, pessoal e cidadã dos que se mantiverem com hombridade ao lado do Brasil, seu povo, nossa democracia e nossos direitos.

  13. No filme The Post ..
    No filme The Post na cena em que montam uma redação na casa do editor o advogado do jornal não arreda o pé e participa das decisões , talvez uma solução seria os blogs montarem juntos uma estrutura jurídica para proteção.
    Processo vocês vão tomar até por crase mal colocada.

  14. Dia do Jornalista e ABRAJI

    Caro Nassif,

    A ABRAJI é uma piada. Como outros órgãos criados por jornalistas, tende a ser favorável às corporações jornalísticas.

    Não acredito nessas associações “patronizadas”, nas quais seus representantes não ousam denunciar os abusos das empresas e dos acobertamentos feitos para não prejudicar anunciantes.

    Sim, quero um mundo ideal.

    Mas pelo menos não me iludo com associações que não servem para nada.

    Respeitosamente,

    Cleber Nadalutti | Jornalista

     

     

  15. Os Jornalistas Dançaram!
    Nassif, como diria Moro, o esquartejador da Constituição, vamos por partes: 1) – A grande pedra angular do AI-5, decretado pelo general Costa e Silva em 1968, foi a mesma suspensão do habeas corpus para crimes de motivação política que mantêm Lula na solitária da Polícia Federal em Curitiba. Ou seja, estamos sob uma ditadura que não precisa mais censurar a imprensa através de censores instalados junto às redações, uma vez que a imprensa é a grande aliada e co-promotora do golpe, assim como não é necessário fechar o Congresso Nacional e as Assembléias Legislativas, uma vez que seus integrantes e os partidos a que pertencem foram devidamente cooptados ou comprados para legitimar o advento da ditadura aprovando o impeachment; 2) – Da mesma forma, não foi necessário repassar para as Auditorias de Guerra da Justiça Militar o julgamento e punição dos “subversivos”, uma vez que o Judiciário que já vinha rasgando a CF ao manter um salário médio que representa o dobro do teto constitucional fixado e vem se prestando com sucesso à função de patrono do golpe – que há 50 anos levou o deputado Márcio Moreira Alves a denunciar o Exército como “valhacouto dos torturadores”, numa época em que ninguém teve a brilhante idéia de substituir as Forças Armadas pela Polícia Federal, que agora persegue, prende e tortura sem correr o risco de ser correlacionada ao DOI-CODI dos golpistas militares, via Operação Bandeirantes, digo, Lava Jato; 3) – Tendo a grande mídia como aliada e proponente do golpe em curso, como silenciar os imundos blogueiros sujos que se atrevem a denunciar e comprovar que a ditadura “legalista” acabou com a chamada democracia que elegeu Lula/Dilma nos últimos quatro quadriênios ou eleições? Através do apenamento econômico, da imposição de multas arbitrárias e dos custos advocatícios necessários à defesa na corte curitibana e não nos estados em que vivem os blogueiros subversivos: 4) – Nesse contexto, em que a grande mídia é cúmplice, a estatística da FENAJ dando conta que houve um aumento de 12,12% de cerceamento judicial à liberdade de imprensa em 2017 em todo país deve ser revista pela própria Federação dos Jornalistas, pois com a exclusão dos integrantes do PIG do rol de órgãos de imprensa, por serem house organ da ditadura, restam hoje os blogueiros independentes, atingidos em massa em sua liberdade. Como você e Marcelo Auler, punidos com multas impagáveis – no caso de Auler, o ex-comandante da PM paulista e ministro do STF, Alexandre Morais, determinou a remoção de duas reportagens consideradas ofensivas pela Polícia Federal, alegando que nãos tratava de censura mas, sim, de “uma forma de reparação de dano”…; 5) – Como ex-procurador geral paulista ou símbolo do Judiciário em pauta, Temer jamais repetiria o “suicídio” por enforcamento de um jornalista de tevê pública, como foi o caso de Vladimir Herzog da TV Cultura, preferindo assassinar o jornalismo em si, como acaba de fazer na EBC (Empresas Brasileira de Comunicação) ao nomear o diplomata Alexandre Parola seu presidente, depois que Laerte Rímoli concluiu a liquidação da mesma enquanto emissora pública de TV; 6) – Finalizando, creio que é hora de ressuscitar O Pasquim e comercializar veículos como o velho Unidade do Sindicato dos Jornalistas nas bancas de jornaleiros porventura remanescentes, pois só com muito humor corrosivo e implacável conseguiremos resistir enquanto categoria que está em vias de invisibilização e extinção. Prova disso é que não não nos lembramos nem de nossas datas celebrativas, como esse Dia do Jornalista transcorrido no ultimo dia sete anonimamente, se exceptuarmos o baile comemorativo do SJSP no bairro da Bela Vista. Muito justo, pois de há muito estamos dançando…

  16. Revolução?
    Os leitores, a manada, a plebe tem uma leitura diametralmente oposta à que o outro lado esclarecido pensa. Nós os ignaros só enxergamos o mote do combate à corrupção difundido pelos reacionários da direita. Sem uma revolução social ou socialista generalizada continuaremos atravacando a consciência política popular.

  17. Não vejo velha mídia para

    Não vejo velha mídia para tentar salvar minha abalada saúde mental. Só vejo e leio Nassif, 247, Viomundo, PHA, Tijolaço, DCM, Esmael, Cidadania. Acho que todos são os vedadeiros Heróis de nosso tempo. Pena que o Futuro é amanhã, pois tenho certeza que haverá um capítulo inteiro pra cada um destes caras destes blogs que ao final do dia me fazem acreditar que não estou só neste luta tão desigual neste país de vassalos disfarçados de jornalistas.

  18. “Meninos eu vi”

    Lembro do espisódio da lista do HSBC, SwissLeaks, entregue aos jornalistas investigativos do mundo todo via ICIJ.

    Na França, os jornalistas publicaram a lista dos franceses que escondiam dinheiro, inclusive o nome do dono do jornal que a publicou. O dono desse jornal declarou que respeitava a liberdade de imprensa.

    No Brasil da ABRAJI Fernando Rodrigues, da firma “Folha” e que era o jornalista brasileiro no ICIJ, junto com o Zé Roberto Toledo, da firma “OESP”, foi entrevistado pelo decano do jornalismo brasileiro, o Alberto Dines que, por sua vez, sugeriu que a lista devia ser publicada aqui, com os brasileiros que estivessem nela. E Rodrigues publicou uma notícia falsa (hoje na moda chamada de “fake news”) dizendo que Dines e, pasme, sua família estavam na lista. Apenas os Dines.

    Frias e Mesquitas respiraram aliviados… ufa! “Sabíamos que nossos garotos eram obedientes.”

  19. Nassif merece ese apoio.
    A
    Nassif merece ese apoio.

    A Lava Jato transformou o país numa zona. A troco de nada para os brasileiros e tudo para os EUA.

  20. Falamos muito na grande

    Falamos muito na grande imprensa e geralmente esquecemos a mídia nanica, sobretudo as centenas de rádios espalhadas pelo Brasil, como fatores fundamentais na formação do pensamento das massas populares

    Moro na área rural do sertão norte baiano. Aqui posso acessar pelo rádio, várias emissoras da região, todas, sem exceção, conservadoras, pro-golpe e contra o PT. O ataque é diário. Peguemos um exemplo

    Ontem, 3/5, noticiário do meio dia da Radio Clube FM de Jacobina, Bahia. Após relatar a questão da dívida da Venezuela não paga, o apresentador passa a explicar a situação num monumento à ignorância, ao preconceito e à desinformação. Fala o diabo da Venezuela, sem o mínimo conhecimento de causa, e termina por sugerir que Maduro, Lula e Dilma eventuralmente receberiam “algum” pelos empréstimos do BNDES ao país.

    Parou por aí? Não, já que falamos do Lula, vamos adiante. Na linha de “a casa caiu” com as delações do Palocci e da Odebrecht, tb faz um discurso histérico. O cidadão não se impõe o mínimo de limites. Há uns 30 dias, mandei-lhe um whatsapp criticando suas posições e provavelmente ele teria partido para cima de mim tal a virulência de sua resposta

    É a imprensa livre tão alardeada

  21. Processos? Registre o domínio fora do Brasil + assinatura em BTC

    Prezado Nassif, vale a pena ser tão republicano?

    Por que não registrar esse site fora do país .com, .org … e aceitar assinatura em BitCoin para evitar a correlação da pessoa com o trabalho ?

  22. Nada mais apropriado para

    Nada mais apropriado para comemorar o dia do jornalista, do que essa de a revista Veja, se não for mais uma notícia falsa, das que esse veículo (na atualidade mais de desinformção) vem fazendo há muitos anos, ou armação com o juíz (?)  Moro para, de alguma forma, atingir sua incômoda presa em Curitiba, o Presidente Lula. A ser verdade, que a juíza carcereira, ou seu superior na 13ª Vara de Curitiba tenha dado autorização para a revista para azer a reportagem de capa deste fim de semana 5/6.05.2018, fica ainda mais escancarado o caráter faccioso e golpista dessas autoridades, no tratamento das visitas ao Presidente Lula, na solitária onde se entra preso em Curitiba, tendo essa dupla já impedido até um Prêmio Nobel da Paz de visitá-lo. Ministério Público não  está nem ai, Supremo, nem falar. Fazer canalhice, desresrespeitar as as Leis e a Constituição, impedir o amplo direito de defesa dos réus, não vem ao caso.

  23. Comparação: 1964 é igual a este momento

    Em um dos meus últimos comentários mais longos que escrevi neste blog fui agressivo e ácido com a Dilma e o PT e buscada a compreenção dos demais partivipante do blog, de que a ex-presidenta Dilma e o PT não estava tomando os devidos cuidados para não serem despachados do seue cargos. Eu os achava irresponsáveis, pois os maiores perdedores seriamos nós, o “povo” comum, necessitado de atendimento de saúde (pois planos de saúde são um roubo pelos serviços prestado), escolas e faculdades e maior quantidade e de melhor nível, aposentadorias adequadas, direito trabalhistas não serem abusados, futuro promissor para os mais jovens, alegria das pessoas, país respeitado.

    Escrevia no final dos comentários de que o “O golpe está a caminho” e muitas vezes fui contestado, pois muitos não acreditavam que havia condições para tanto.

    Como sou mais velho que os parte dos demais comentaristas do blog, ótimos por sinal, mas faltava-lhes o conhecimento do nosso passado recente, pois ele jamais foi exposto ao público em escolas, universidades, meios de comunicação, etc. O ambiente da epoca pré golpe era absolutamente igual ao pré 64. Os artigos da imprensa contra o governo, a fala agressiva dos coxinhas nos trabalhos, escolas, restaurantes e demais locais públicos, onde com agressividade incrível ofendiam aos que não compartilhavam com as suas vizões; militares dando opinião, tribunais com informações suportadas pelos “usa” sendo utilizados com meio de agressão aos poderes constituidos, políticos vendendo sua lealdade aos futuros patrôes de modo a não perderem as suas “boquinhas”, STF péssimamente composto de pessoas indicadas pelo PT, Dilma e Lula (um absurdo total), governo sem sistema de informações para conseguir saber que eram os conspiradores e não poder fazer nenhuma ação contrária de modo a não cair, PRG democrático e contrário ( é muita burrice!)  enfim uma total ignorância de como conservar o poder obtido com muita dificuldade! 

    Naquela época, em 1964 e após ainda era pior, pois não tinhamos os blogs, como este do Nassif, onde podiamos opinar livremente e compartilhar nossas tristezas e esperanças e ter informações. Não sabíamos nem qual seria o novo “general presidente” pois a escolha era fechada e valia mais a sua força dentro do exercito. Quando sabiamos  era dias antes da indicação para a aprovação pelo congresso. Daí tivemos os incríveis Costa e Silva, Médici e Figueiredo (o que gostava mais de cheiro de cavalo de que de pessoas), e os menos incríveis, mas medíocres Castelo Branco e Geisel!   

    Quando o PT levou o Lula a presidência, os membrosdo PT  passaram imediatamente a usar saltos altos. Genoino, Dirceu, Palocci e muitos outros mudaram inclusive o seu vizual de um dia para outros, com ternos cortados por costureiros chiques, cabelos e barbas perfeitas em contrapartida de como eram anteriomente. O poder subiu a cabeça e eles achavam que resolveriam tudo fácilmente. Sempre esquecendo quer o “império”  e a nossa direita, proprietários  dos meios de comunicação,  continuavam a conspirar.

    Hoje a volta ao poder da esquerda, na minha opinião irá demorar algum tempo, pois a situação mundial do litigio entre  Russia e China X USA (quase chegaram a guerra a dias atrás), levará  o império a não permitir a volta de qualquer um que não seja seu lacaio!

    Como escreveu Dante na porta do inferno : ” percam toda as esperanças, voces que estão entrando”!  

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome