Cântico Negro, de José Régio, em três tons

A todos companheiros, um 2018 de glórias nas árduas lutas que nos esperam!

por Almeida

Com a ternura e firmeza de Célia Natalina dos Santos, com a serenidade do poeta ou a veemência de Aldo Bastos, é preciso ser dito um Não, aos caminhos traiçoeiros que o consenso que os poderosos apontam, afirmando que não há alternativas e que devemos, ao seguir, abandonar todas esperanças. De modo igual, devemos dizer Não, aos que apontam atalhos fáceis, para prosseguir com companhias pra lá de duvidosas. Rasgaremos nosso caminho com os próprios passos, a desenhar com os pés sangrentos, em meio ao vendaval por becos lamacentos, com coragem de enfrentar obstáculos, sem piedosas intenções, guiados por Deus e o Diabo, com a clareza para dizer que não vou por aí!

https://www.youtube.com/watch?v=etQ1K-yf_q4]

https://www.youtube.com/watch?v=TBCd0vuxbFo]

https://www.youtube.com/watch?v=xcbwTdcM4_k]

Seguem mais três primorosas declamações.

Paulo Gracindo 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=LkYkp3ZsmJQ

João Villaret 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=T2oQYkQrAr8

Maria Bethânia 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=Rj9tzXB-iK4

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora