Bertholdo, advogado desafeto de Moro, aparece no caso Witzel

Bertholdo tem no histórico uma disputa judicial tensa com Sergio Moro. Ele foi acusado de grampear o ex-juiz de Curitiba e acabou preso por isso

Jornal GGN – É destaque em O Globo desta terça (26): o advogado e lobista do MDB Roberto Bertholdo, que tem um passado conflituoso com o ex-juiz Sergio Moro, teve o nome envolvido no caso Witzel.

Bertholdo é quem assina os contratos de prestação de serviços do Iabas, o instituto contratado pelo governo do Rio de Janeiro para cuidar da instalação dos hospitais de campanha contra coronavírus.

Witzel foi alvo de operação da PF nesta terça (26), que investiga se houve corrupção e favorecimento ao empresário Mário Peixoto, que estaria por trás das empresas que receberão dinheiro pelos hospitais. Peixoto é um empresário investigado por fraudes e desvios em contratos com o Rio desde a época de Cabral e Pezão. Está com Witzel desde a campanha de 2018.

Já Bertholdo tem no histórico uma disputa judicial tensa com Sergio Moro. Ele foi acusado de grampear o ex-juiz de Curitiba e acabou preso por isso. Ao contrário de outros investigados, não aceitou fazer delação premiada e começou a denunciar arbitrariedades do então magistrado. Leia mais aqui.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Olhando para 2022, Maia fala de "lunáticos" no governo e comenta Moro na disputa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome