Bolsonaro condiciona ações no Nordeste a afago dos governadores

Bolsonaro ainda disse que não vai admitir que governadores que criticam os disparates do presidente na mídia “façam politicalha perante a minha pessoa”

Jornal GGN – Jair Bolsonaro não quer saber de crítica ou resistência de governadores do Nordeste à sua pessoa. Nesta segunda (5), ele falou novamente à imprensa que não pretende negar recursos da União para a região por questões políticas ou ideológicas. Mas, ao mesmo tempo, condicionou os projetos desejados pelos governadores a um afago em seu ego, com reconhecimento público pela verba que vier a ser liberada.

“Não vou negar nada para o estado. Mas se eles [governadores] quiserem que realmente isso tudo seja atendido, eles vão ter que falar que estão trabalhando com o presidente Jair Bolsonaro. Caso contrário, eu não vou ter conversa com eles e vou divulgar obras junto às prefeituras”, afirmou.

Bolsonaro ainda disse que não vai admitir que governadores que criticam os disparates do presidente na mídia “façam politicalha perante a minha pessoa”.

Segundo relatos da Folha, Bolsonaro também lamentou que o Brasil esteja mergulhado no “politicamente” correto e que ele tenha sido criticado por chamar nordestinos de “paraíba” e ter destacado que um membro de seu governo tem “cabeça chata” como todo nordestino.

“A gente não pode mais contar uma piada. Não posso nem contar piada de cabeçudo, de goiano, de gaúcho, de cearense cabra da peste. Não há mais liberdade neste país. Tudo é politicamente correto”, comentou.

Ele ainda disse que há governadores no Nordeste que são da “esquerda canalha”, que “querem fazer disso aqui uma Cuba”. “O Brasil é um só, não queiram dividir regiões. Tem alguns que acham que aquela região é dele e não do povo. Isso não existe, o Nordeste é Brasil.”

3 comentários

  1. Nada se pode esperar de um imbecil guindado à condição de governante, senão, estupidez, grosseria e ignorância… Não nos admiramos, pois, só nos resta é trabalhar muito para que suportemos os danos inevitáveis e que possamos, num futuro não muito distante, corrigir o erro brutal que cometemos…

  2. Afago em vagabundo é chute no rabo.
    Se o Nordeste não é diferente, então por que teria que puxar o saco do governo federal?
    Por acaso isso foi exigido às demais regiões?
    Cuidado com o impeachment, Bozo! Sonegar verbas federais e consigná-las a um puxasaquismo servil é crime de responsabilidade.
    Quando o juiz ladrão cair do ministério, o que restará ao presidente quadrúpede será se internar num hospício.

    3
    1
  3. Um imbecil este pulha que hoje espalha merda pelo país. E tem maluco que bate palmas pra esse subproduto que, sabe-se lá como, foi alçado a presidente.

    1
    1

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome