Bolsonaro menospreza Justiça e mostra que não sabe como funciona o indulto

Presidente prometeu nas redes sociais fazer uma lista de policiais presos por "pressão da mídia", que vai incluir "nomes surpreendentes", para soltar no final de ano

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Jair Bolsonaro prometeu, numa transmissão ao vivo nas redes sociais, utilizar o indulto de final de ano para soltar policiais civis e militares que estão presos. O presidente disse que vai “escolher colegas” que, na visão dele, foram condenados “injustamente”. “Espero que o pessoal me abasteça de nomes”, disparou, como se o indulto fosse concedido apenas a pessoas selecionadas a dedo. Ele prometeu até uma lista de “nomes surpreendentes”.

Ao contrário do que diz Bolsonaro, “o indulto não é dado a condenados específicos, mas a todos aqueles cuja situação jurídica se encaixe nos parâmetros determinados no decreto”, enfatizou o jornal O Globo na tarde desta sexta (30). O máximo que o presidente pode fazer é criar os parâmetros compatíveis com o perdão da pena dos policiais que quer beneficiar.

Bolsonaro não quis dizer quem tem em mente, mas está impedido de elaborar o indulto para soltar condenados por crimes de tortura, terrorismo, tráfico de drogas e assassinatos, entre outros crimes hediondos.

Além de denotar desconhecimento sobre o indulto e prometer algo fora de sua alçada, Bolsonaro também menospreza o devido processo legal e o papel da Justiça ao dizer que policiais foram presos apenas por “pressão da mídia”.

“Olha, tem muito policial no Brasil, civil e militar, que foi condenado por pressão da mídia. E esse pessoal no final do ano, se Deus me permitir e eu estando vivo, vai ser indultado. Nomes surpreendentes, inclusive. Pessoas que honraram a farda, defenderam a vida de terceiros, e foram condenados por pressão da mídia. Então, esse pessoal… A caneta Compactor, não é mais BIC, vai funcionar.”

Leia também:  Gramática da manipulação: o jornalismo que esconde a motivação de atos contra o Carrefour

Para finalizar, ele ainda disparou: “Estão me atacando aí, dizendo que o projeto é carta branca para matar. Isso é para esse idiota, é carta branca para o policial não morrer, o mesmo policial que defende a sua vida — rebateu o presidente.”

 

O GGN prepara uma série de vídeos sobre a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar esse projeto? Saiba como em www.catarse.me/LavaJatoLadoB

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

7 comentários

  1. Imagino que deva ser a degradação do cérebro que causa todas essas tolices e destemperos. Talvez, para tentar uma salvação, a melhor opção para quem se imagina como o pica das galáxias poderia ser a sua candidatura como voluntário no exército de Trump e combater todos os inimigos dele no Afeganistão.

  2. Boca de Bolsonaro parece uma máquina de guerra…
    sempre que se abre produz uma onda capaz de destruir tudo que existe ou que esteja funcionando bem

    mas assustador mesmo é que este tipo de máquina não precisa da intervenção de quem…usa

  3. Estou aguardando a “explosão” da bomba que estará saindo sobre denúncia de pessoa próxima ligada ao capetão mitosco. Antecipado pelo próprio…
    Será que a mídia não se interessa nem tem pistas do que seja?

  4. Prezados, toda esta verborragia, tipica de indivíduos psicóticos, apenas visa desviar atenção do galinheiro em que este país se transformou.
    Sao abandonados, ou tratados superficialmente, temas importantes como o estupro da previdência, “financeirizacao” da educação superior (ainda que sob a tutela de semi-analfabetos como o atual ministro que grafa “paralização” em vez de paralisação), parcialidade jurídica e ações contra a economia do pais pelo grupo de curitiba, assassinatos que atingem a democracia (como o de Mariele e seu motorista, Anderson), impunidade dos chegados (como Queiroz), ações favorecendo parentes ainda que incapazes (embaixada eua p/exemplo), destruição das piliticas ambientais e sociais, destruição da respeitabilidade do Brasil perante o mundo e, para mim o mais critico, a entrega e submissao do país para Trump, um racista e sério candidato a genocida.
    Minha proposta é que a verborragia neurótica do indivíduo hoje no poder seja confrontada com algum movimento nas redes tipo:#ÉdointeressedoBrasil?.
    Se não for do interesse que se limite o assunto apenas aos robos do psl bancado por pseudos empresários.
    Com o mouse e o teclado os “influenciadores digitais”. Que se discuta apenas o que realmente importa.

  5. Meu deus do céu!
    O Brasil está ferrado, não vai sobrar nada para nem para o Itaú e Rede Globo!
    Por que enquanto eles deixam ele governar para aprovar as medidas que eles querem, achando que em qualquer hora eles tiram ele como foi com a Dilma!
    O filho dele está indo para a embaixada e os EUA vão querer o ele prometeu entregar!
    Então ele não sai enquanto não entregar e por aqui, ele está armando um exército miliciano que vai acabar ficando com tudo!
    A promessa de soltar milicianos vai fazer dos milicianos a guarda imperial assim como a que tinha o saddam hussein!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome