Bolsonaro não precisa temer cassação se não fez nada de errado, diz Barroso

O TSE terá coragem de cassar Bolsonaro? Segundo Barroso, os problemas precisam ser colocados em "perspectiva" e não há risco de golpe militar

Jornal GGN – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral Luís Roberto Barroso disse em entrevista ao Roda Viva, na noite de segunda (15), que o presidente da República Jair Bolsonaro não precisa temer as ações eleitorais que pedem sua cassação, se não fez nada de “errado”.

A resposta foi dada ao jornalista Bruno Boghossian, que perguntou se o TSE vai ter coragem de cassar Bolsonaro se tiver provas para isso, ou se julgará condescendente com as pressões externas.

“Eu posso até errar, mas onde eu estiver nessa vida, se faz a coisa certa. De modo que no Tribunal Superior Eleitoral não há nenhum risco de o presidente ser perseguido. Nem há nenhum risco dele ser protegido. Nós faremos o que é certo dentro do Direito, porque somos atores institucionais, não políticos. O que tiver de ser feito, vai ser feito. Uma pessoa do governo me perguntou: ‘mas o presidente precisa se preocupar?’, e eu disse: ‘só se tiver feito alguma coisa errada.'”

Antes da resposta que não antecipa os movimentos do TSE, Barroso preparou o terreno falando que não teme a possibilidade de Bolsonaro dar um golpe com apoio dos militares, embora tenha criticado a presença constante de militares no governo.

“Não vou fazer de conta que não está acontecendo alguma coisa. Mas a gente tem que colocar essa questão dentro de uma perspectiva. Eu não acho que se possa dizer que as Forças Armadas estão no governo, porque isso não existe. Acho que o fato de haver militares, um ou outro no primeiro escalão, não seria em si um problema. Mas o fato de haver uma multiplicidade de um número muito grande de militares, acho que abre uma preocupação porque pode levá-los a se identificar com um governo, e as Forças Armadas não podem se identificar com governo algum.”

Leia também:  Dinheiro nas nádegas de aliado é "outro golpe" em Bolsonaro, diz The Guardian

Segundo Barroso, não há “risco real de golpe, até porque não tem causa para dar esse golpe. Mas não vejo com naturalidade” a interação de Bolsonaro com militares.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. Oh Que chique!
    Presunção da inocência…
    Coisa rara quando se é pobre, preto, prostituta ou petista…
    O Bolsonaro não é o LULA que mandou o Lacerda para Portugal depois do chilique com a PF espetaculosa!
    Nem a Dilma que demitia ministros depois do Jornal nacional!
    Com Bolsonaro, parece que vai ter ter jogo!

  2. Ele é o erro! E assa turma como Lula bem colocou está querendo “educá-lo”, toda uma vida com a mesma coerente postura fascista e agora me vem o funcionário padrão da Globo com esta, tenha dó!

  3. Se a punição só ocorrer se bozo “fez algo errado”, este pode ficar tranquilo. Afinal este despresidente improdutivo nunca fez nada na vida, só fofoca.

  4. Ora, se Jesus Cristo, que nada fez se errado, muito pelo contrário, só fez o bem, teve tanto medo que chegou ao ponto de suar sangue, imagina um sujeito desse, que só faz o mal.
    Como é que um idiota pilantra desse não vai temer sua cassação com tantas merdas que ele fez por aí?

  5. Ele deu a pista. Agora é só aguardar!
    Mas, como a esperança é a última que morre, fico na torcida e na cobrança para que essa acomodação não aconteça.
    Carlos Rabelo

  6. O BOLSONARO, “QUE APOIOU O GOLPE CONTRA A DILMA E A DEMOCRACIA”, NÃO PRECISA TEMER O IMPEACHMENT SE SE ALIAR AOS GOLPISTAS: DA DIREITA, DO CENTRÃO E DA BANDA PODRE DO JUDICIÁRIO; “””””””MESMO SE TIVER FEITO COISA ERRADA””””””. E o ministro Barroso QUE SE CALOU NO GOLPE CONTRA A DILMA, SABE BEM DISSO.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome