Brasil em Transe: SitRep BolsoNazi – 01

– renda, emprego, inadimplência, insegurança e corrupção são as principais, urgentes e justas demandas da população brasileira;

– frente a estas demandas Bolsonaro nada tem até o momento a oferecer, apenas diversionismo e cortinas de fumaça (transferência da Embaixada brasileira para Jerusalém, “Escola sem Partido”), além de medidas fadadas as agravar ainda mais (Contra-Reforma da Previdência, privatizações, fim do programa “Mais Médicos”);

– como o poder não muda as pessoas, apenas revela quem elas realmente são, Bolsonaro ainda nem iniciou seu governo e o slogan de campanha “Brasil acima de tudo” já se revelou como um boné de apoio a “Trump 2020” e continências para sub-autoridades norte-americanas;

– sendo um homem sem qualidades, cuja excelência se restringe a expor a banalidade do mal, Bolsonaro acredita piamente não apenas em tudo que diz e que prega, mas principalmente em tudo que lhe dizem e que lhe pregam: idéias e valores de uma classe dominante cujo projeto para o Brasil nunca deixou de ser neo-colonial e semi-escravagista;

– o exercício do poder lhe trará inexoráveis revelações, a mais trágica de todas a respeito de seu próprio desmascaramento: tateando na cegueira de um labirinto, apanhado num jogo de poder muito além de sua limitada compreensão, sujeito à traição de pessoas próximas e sob ameaça permanente de morte;

– dentro do Palácio o Capitão-Presidente estará cercado pelos quatro lados: os Generais da GLO (Garantia da Lei e da Ordem) para o Grande Capital, o Imperador da Economia Rentista (Paulo Guedes), o Xerife da Colônia Exportadora de Commodities (Sérgio Moro), além de, é claro, por seu próprio clã (os Três Primeiros-Filhos);

Leia também:  Moro "canalha", Bolsonaro "governa para milicianos": Lula de volta ao ringue

– no front interno forças terríveis assolam seu corpo, fustigam sua saúde e debilitam seu estado geral. após a colostomia, o apologista da força bruta e defensor da solução final para seus opositores se apresenta instantaneamente envelhecido e visivelmente fragilizado;

– com aliados como os CEO da Teologia da Prosperidade, Bolsonaro não precisará de inimigos. úteis para ganhar as eleições, pelo poder de fogo na captação dos votos dos fiéis, serão base de incessante instabilidade, e não de apoio sólido, devido a seu projeto próprio de poder e  suas intrincadas ramificações com o mercado negro da economia subterrânea;

– como indicador de ministros e conselheiro político, Olavo de Carvalho é um péssimo astrólogo. rapidamente os Três Primeiros Filhos aprenderão que o deserto do real se expande muito além do play-ground dos condomínios fechados, das bolhas do FaceBook e dos grupos privados do WhatsApp;

– para ter algum resultado na Guerra à Corrupção, Sérgio Moro precisará invadir o coração das trevas do sistema financeiro. limite jamais ultrapassado em 5 anos de Lava Jato & Associados, uma investigação concebida para ser arbitrária, seletiva, partidária e, portanto, venal e corrupta;

– mesmo se tentar, não há qualquer chance de Paulo Guedes viabilizar uma economia rentista com desenvolvimento e inclusão social. ao contrário de 1964, Brother Sam já não dispõe nem de vontade, tampouco dos recursosbancar a conta de alavancar o crescimento econômico em alguma colônia com mais de 200 milhões de habitantes;

– excitados com seu retorno ao centro do tabuleiro do wargame no Brasil, mas sempre nada cônscios de sua real competência (mesmo após o atoleiro do Haiti e o lodaçal da ocupação das favelas cariocas), aos Generais caberá sucessivas sessões de choque e pavor;

– paralisados no tempo e no espaço, com sua doutrina militar ainda congelada na Guerra Fria, os Generais da GLO para o Grande Capital se verão face a face com um inesperado impasse. ou se limitam a um desmoralizante papel de tropa de ocupação em seu próprio pais. ou encaram o impensável: o ressurgimento de um autêntico nacionalismo nas FFAA brasileiras, com suas inevitáveis consequências em relação à geopolítica mundial;

Leia também:  No México, Evo Morales pede fim da violência e diz que seu delito é 'ser indígena e anti-imperialista'

– o regime BolsoNazi presta uma enorme serviço ao país. tudo agora está exposto como é. como sempre foi. e como precisa deixar de ser. desde uma classe dominante tosca, grotesca, inculta, incompetente, violenta, servil aos interesses externos e com seu imenso ódio ao Povo e à Nação. até uma Esquerda pelega, institucional, eleitoreira, obsoleta, incapaz de inteligência estratégica para encarar a Guerra na Era da Informação;

– num Brasil colocado no epicentro de uma Guerra Mundial Híbrida, rapidamente ultrapassando os limites de Guerra de 4a. e 5a. Geração, os Generais irão, de uma forma ou de outra, atualizar sua doutrina militar para incluir o incontornável conceito de Guerra de Mundos;

– estamos todos condenados. ou nos tornamos uma grande potência, viabilizando a multipolaridade dos BRICS, ou sucumbimos na extinção;

– um outro mundo é possível? ou é preciso sempre ir além? o que precisamos é de um outro fim de mundo.

vídeo: Primavera Fascista – Bocaum, Leoni, Adikto, Axant, Mary Jane, Vk Mac & Dudu

.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

  1. Arkx, concordo que estamos

    Arkx, concordo que estamos chegando ao fim de uma era.   Apenas inverto uma frase:  tornamos os BRICS um bloco de poder mundial e com ele viabilizamos nossa soberania como nação ou sucumbimos na extinção. 

    • Brasil em Transe: SitRep BolsoNazi – 01

      Bolsonaro parece ser muito ruim. e de fato será.

      mas o que seria de nós caso não houvesse o impeachment de Dilma?

      a Presidenta@ prosseguiria com seu estelionato eleitoral. viriam as contra-reformas trabalhista e da previdência. a independência do BC. o limite de teto de gastos.

      versões mitigadas, por certo. mas muitas entregas de anéis e dedos. quem sabe também perderíamos mãos, braços e pernas…

      ao final patético de um mandato humilhante, o PSDB iria angariar uma vitória avassaladora.

      hoje o PSBD está em vias de extinção. até seu Eterno Príncipe FHC está em busca de outros castelos.

      imagine a desgraça de um governo de Haddad “Sérgio Moro fez um bom trabalho”?

      nenhuma crítica seria permitida. extorsão total. submissão completa. afinal, viria sempre a famigerada coação: “Preferem o Bolsonaro?”. seria a desmoralização completa da Esquerda.

      com Bolsonaro tudo está às claras.

      a História é uma velha toupeira, sempre cavando buracos de minhoca para interligar instantaneamente espaço-tempo à séculos-luz de separação.

      abraços.

      .

  2. Receita

    Para a esquerda inflamada

     

    Para se tratar de uma esquerda inflamada dê-lhe banhos com jatos dágua, aplique golpes de cacetetes a cada 5 minutos, enquanto durar a inflamação. 

    Para acalmar os mais inflamados, com reações adversas, aplicar balas de borracha em sessões continuadas até afastar o inflamado, preservando a própria segurança dele.

    Se a inflamação não passar, o paciente deverá ser recolhido à delegacia mais próxima e autuado por terrorismo (caso a inflamação ultrapasse os limites razoáveis) ou perturbação da ordem pública – em caso de inflamação branda.

     

    Não falha!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome