“Capitão do mato”: Benedita reage à “ataque” do presidente da Fundação Palmares

Benedita foi excluída da lista de personalidades negras da Fundação Palmares sob a justificativa de que responde a um processo. Ela não sofreu nenhuma condenação judicial

Jornal GGN – Candidata à prefeitura do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (PT) teve seu nome excluído da lista de personalidades negras da Fundação Palmares.

Em vídeo nas redes sociais, ela disse que a instituição hoje é presidida por um “capitão do mato” a mando de Bolsonaro, que lidera o ataque “racista” contra ela.

“Depois de excluir Mandela, Zumbi dos Palmares, o capitão do mato [Sergio Camargo] retirou meu nome dessa galeria. O que ele fez é ilegal, abuso de poder. Ele sabe que depois de 40 anos de vida pública, não tenho nenhuma condenação. Vou entrar na Justiça contra esses abusos e agressões”, disse no vídeo.

Benedita saiu da lista sob a justificativa de que responde a um processo na Justiça. Camargo insinuou que a petista é corrupta, sendo que não há nenhuma condenação contra ela.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora