Cármen Lúcia surpreende se dizendo “aberta” a mudar visão sobre Moro em ação que pode soltar Lula

"O julgamento não acabou, e o acervo [do Intercept] que pode ser trazido ainda com comprovações posteriores não impede o uso para a garantia dos direitos do paciente [Lula]", disse a ministra

Jornal GGN – Ao contrário do que tem noticiado grande parte da mídia, Celso de Mello não é a única incógnita no julgamento do habeas corpus de Lula que versa sobre a suspeição de Sergio Moro, cuja análise de mérito foi adiada indefinidamente pela segunda turma do Supremo Tribunal Federal na sessão de terça (25).

Pelos relatos que começam a surgir na tarde desta quarta (26), a partir do resgate de falas dos ministros que compõem o colegiado, já é possível esboçar um cenário surpreendente: Cármen Lúcia pode mudar o voto e declarar Moro um juiz parcial, no âmbito do recurso que pode tirar Lula da prisão em Curitiba.

O GGN ESTÁ EM CAMPANHA NO SITE “CATARSE” PARA LANÇAR UMA SÉRIE DE REPORTAGENS E UM DOCUMENTÁRIO INÉDITO SOBRE PREVIDÊNCIA, TOMANDO AS CONSEQUÊNCIAS DA CAPITALIZAÇÃO NO CHILE COMO EXEMPLO DO QUE O GOVERNO BOLSONARO DESENHA PRO BRASIL. PARA SABER MAIS E APOIAR ESSE PROJETO, ACESSE: www.catarse.me/oexemplodochile

O julgamento do HC começou em dezembro de 2018 e, naquele mês, votaram Edson Fachin e Cármen contra seu provimento.

Agora, depois dos vazamentos do Intercept Brasil, Cármen Lúcia declarou-se “aberta” a rever o voto. É o que informa a Folha de S. Paulo, sobre a ministra ter sido que há uma “mudança de quadro, dada a gravidade do que vem se apresentando no sentido de eventual parcialidade” de Moro.

Cármen Lúcia ainda acrescentou: “É bom que se lembre que, mesmo o ministro relator [Edson Fachin] e eu, que já votei no mérito o acompanhando inicialmente, estamos abertos — pelo menos eu estou aberta — porque o julgamento não acabou, e o acervo que pode ser trazido ainda com comprovações posteriores não impede o uso de instrumentos constitucionais e processuais para a garantia dos direitos do paciente [Lula].”

A fala de Cármen Lúcia fez a defesa de Lula sair da sessão sem uma liminar pela liberdade provisória de Lula, mas com a sensação de que “andaram algumas casas” no jogo.

“Antes de a ministra indicar a possibilidade de mudar de posição, os auxiliares e aliados de Lula já haviam avaliado como positiva a manifestação do decano Celso de Mello.”

Celso de Mello, assim como Cármen Lúcia e Edson Fachin, votou contra colocar Lula em liberdade enquanto a turma não completa o julgamento do HC – uma sugestão de Gilmar Mendes, só apoiada por Ricardo Lewandowski.

Mas ao adotar essa postura, Celso de Mello repetiu 3 vezes que não estava necessariamente adiantando o mérito de seu voto sobre a suspeição de Moro, que vai ficar para agosto em diante, quando o Judiciário retornar do recesso.

O decano também deixou outra pista sobre sua visão a respeito das condutas de Moro. Ele lembrou que, em 2013, durante julgamento envolvendo réu da operação Banestado, ele ficou vencido, sozinho, a respeito da parcialidade do então juiz de piso.

“Naquele momento fiquei vencido. Entendia, realmente, que tais fatos evidenciavam de maneira muito clara o estado de suspeição daquele juiz e a quebra da necessária imparcialidade”, frisou.

Após o julgamento de terça, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, disse à BBC que acredita que Celso de Mello dará voto em favor do HC de Lula.

A advogada Carol Proner e o ex-deputado federal Wadih Damous também usaram as redes sociais para dizer que o fato de Lula permanecer preso em Curitiba, depois do julgamento de terça, não é uma derrota, mas uma “vitória adiada”. “A gente perde ganhando”, escreveu ela.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

23 comentários

  1. As revelações do site The Intercept Brasil, mostrando o conluio entre o ex-juiz Sérgio Moro e a força tarefa da Lava Jato para condenar Lula sem provas, comprovam a existência de uma “conspiração política” contra o ex-presidente Lula, ficando, portanto, comprovada a imparcialidade e a suspeição do ex-juiz Sério Moro no julgamento de Lula. “O Supremo Tribunal Federal tem agora o dever de retirar todas as consequências destas gravíssimas irregularidades que conduziram a uma condenação injusta e ilegal e, consequentemente, libertar Lula e anular a sua condenação”. A corrupção é tão importante quanto a democracia e o Estado de Direito. “Mas no caso de Lula, ela foi usada para alimentar estratégias que o eliminassem do jogo político, a fim de permitir que Bolsonaro chegasse ao poder e, em seguida, ‘recompensasse’ Sérgio Moro, nomeando-o ministro da Justiça”, utilizando-se de “lawfare”, que é a manipulação das leis e dos procedimentos jurídicos para fins de perseguição política. É o uso indevido do Direito contra inimigos, objetivando a condenação e a prisão de Lula, mesmo sem prova, com respaldo do Departamento de Justiça dos Estados Unidos que os orientou para tirar Lula da corrida presidencial para que ele não fosse eleito Presidente da República. Essa gente deveria ser exonerada de seus cargos a bem do Serviço Público. As máscaras de Moro, Deltan Dallagnol e sua trupe, caíram! Foi necessário chegar aqui, no país do carnaval, um renomado, corajoso e o maior jornalista do mundo, o norte-americano, Green Glennwald, para denunciar o escândalo da Lava Jato, desferindo golpes fulminantes nessa corja de bandidos, através do site The Intercept Brasil, do qual é cofundador; desbaratar e acabar com a farra, e a farsa dessa quadrilha que está à frente da Lava Jato, deixando-a de joelhos. Acabou! Caiu a máscara dos algozes e perseguidores de Lula! A vida é assim: “Aqui se faz, aqui se paga!” “Quem com grampo fere, com grampo, será ferido!” É a lei do retorno. Cadeia pra essa corja! Parabéns, Green Glennwald! “In Lula we trust!” #LulaLivre #LulaPresoPolítico #LulaPerseguidopelaJustiça #LulaCondenadoSemProva #LulaInocente (Poeta nordestino, de Sousa, no Sertão da Paraíba)??????✊

  2. Ora,ora minhas senhoras,meu senhores,acordem,inclusive o proprio Blog.Sou do ramo e tenho repetido inúmeras vezes:O Gringo de Ouro roubou a pauta,e enquanto a Operação Conta-Gotas que ele magistralmente inseriu no contexto não pingar até a última gota,todos os envolvidos na molecagem,vão cantar o Melô do Pisca Pisca:”Você diz que sabe muito,vagalume sabe mais,vagalume ascende a bunda,coisa que você não faz.”Não tá passando nem vento.

  3. Os ministros têm sofrido pressões. O atual governo é formado por milicianos com todos os adjetivos que acompanham tal característica policialesca. A ministra tem medo. De certo ela contribuiu para este quadro. Mas hoje ela, eles não precisam de nossos dedos apontados. Tem ministro ali que é um erro vivo, ativo e terá o cruel papel de conviver consigo próprio por muitos anos. Mas hoje, hoje eles precisam de apoio. Temos que defende-los da consequência cruel de se fazer a coisa certa E hoje fazer a coisa certa é seguir a lei.

  4. A putada suprema prefere opinar ideologicamente sobre “suspeicao de Moro” a julgar a obvia inocencia de Lula…

    Vao se fuder, filhos da puta babilonica!

  5. Inocência ou Culpado Lula cumpre sentença condenatória, o que vai acontecer é o tempo legal de cumprimento da Pena do Triplex Guarujá que dá LIBERDADE parcial, haja visto que vários processos tramita, caso Michel Temer e suas tiradas em latim de prende e solta com 10processos num vai deixar de cumprir condenar for de ser retirado do convivi social. Cabeça de Juiz e por tudo veiculado na imprensa oficiosa Carmem sabe que cada revoada de pássaro Lula a sociedade alvorada contra soltar .Julgar é não julgar num faz bem com esse pênial social cronológico

  6. É…;
    Então por que não usou essa já convicção para seu voto…?
    Seria porque seu voto não ficaria “vencido e sim venceria”?
    “…Naquele momento fiquei vencido. Entendia, realmente, que tais fatos evidenciavam de maneira muito clara o estado de suspeição daquele juiz e a quebra da necessária imparcialidade”, frisou….”
    Velhacaria…?

  7. Se o Villas Boas mudar de opinião e achar que não tem problema, agora, soltar o Lula um tempinho, então Carminha também mudará. Fora isso, é concorrer ao prêmio Joseph K.

  8. Isso é fake, uma ministra do porte e valor da Carmen Lúcia jamais ficará contra o povo, ela é de uma sensatez elevada. É orgulho do Brasil tal qual o Moro é.

  9. O Brazil está numa deriva com consequências imprevisíveis para a democracia o seu povo e sua reputação internacional.

    É incrível como as pessoas ainda não se deram conta da gravidade dos factos inegáveis liberados pelo “The Intercept”, e das implicações que isso irá ter nas nas gerações vindouras se os atropelos á constituição e regras básicas de um Estado de Direito não forem exemplarmente sanados.

    E isto já nada tem a haver com Lula mas com direito fundamental.

    Num país que preza a Lei e o Estado de direito é impensável que não tenha havido detenções e a instauração imediato de uma investigação profunda dos implicados. E que estes perante a suspeita, não tenham posto o seu cargo á disposição até que sua inocência ficasse cabalmente esclarecida.

    E fica a pergunta, fará sentido haver juízes, procuradores, etc, num Estado que nega o próprio direito?

  10. Conceder a liberdade ao Lula é voltar ao caminho da justiça e da verdade que restaura a farsa montada contra o mesmo. Tenho esperança mas perdi a confiança em alguns ministros do STF. Não se deve ceder as pressões nem da mídia, nem de general, nem do tal mercado. Querer manter preso um inocente é fazer o jogo dos tiranos de atitudes sórdidas…

  11. ILUSÕES….

    Acho tão engraçado adultos que não acreditam em papai noel acreditarem na imparcialidade do STF e Justissa.

    Esse texto postado hoje pelo valter pomar hoje, foi direto ao ponto !

    “Nas redes sociais, muitas lideranças experientes manifestaram, de público e privadamente, grandes expectativas em uma vitória. Gilmar Mendes, anteontem tratado como canalha, chegou a ser citado como um grande aliado. E muita gente boa se surpreendeu com o voto contrário de Celso de Melo.

    O que dizer desse comportamento, senão reconhecer que existe, na esquerda brasileira, uma corrente que simplesmente não consegue se libertar das ilusões?

    Não se trata de uma pessoa, nem de um partido específico: é toda uma corrente ideológica, que aderiu ao “pensamento positivo”, segundo o qual gentileza gera gentileza, moderação gera moderação; conciliação gera conciliação.

    São os que achavam que se a esquerda desistisse da revolução e da “ditadura do proletariado”, a direita desistiria dos golpes e das ditaduras militares.

    Se a esquerda parasse de defender a expropriação dos capitalistas, estes aceitariam a distribuição de renda e poder.

    Se a esquerda deixasse de lado o anti-imperialismo, os EUA e seus amigos europeus aceitariam a integração regional e respeitariam a soberania nacional.

    Se a esquerda acreditasse no “estado de direito”, o outro lado abriria mão do “estado da direita”.

    O que aconteceu, todos sabemos: o golpe de 2016, Lula preso, um cavernícola na presidência, o Brasil e a América Latina regredindo.

    Apesar disso, a turma do pensamento positivo não desiste!!!

    Nem pensar em autocrítica das ilusões!!!

    Passaram a dizer que o golpe foi causado porque Dilma não soube “dialogar”; que as forças armadas apoiaram o golpe porque foram “provocadas” por certas atitudes inadequadas da esquerda; que a condenação e prisão de Lula foram obra de Moro e Dallagnol, não do partido do judiciário.

    Que Lula “com certeza seria candidato”; que Haddad seria eleito se atraísse o centro; que Bolsonaro é fruto de um acidente imprevisto, não de um movimento organizado; que o governo é frágil e a liberdade de Lula está por um triz.

    Que as revelações do Intercept vão virar o mundo de ponta-cabeça, que com certeza venceremos as eleições de 2022 e — crème de la crème — que o grande empresariado já se deu conta de que era feliz e não sabia.”

  12. Nassif: esse papo de “estar aberta”, da Matriarca dos Addams, é balela. Ela deve estar querendo fazer gracinhas para agradar o Papa, mesmo contrariando sua linha doutrinária de OpusDei, que é de carteirinha. Nem ela, nem o Fação, e muito menos o amiguinho íntimo do Príncipe de Paris têm alguma intenção de ver o SapoBarbudo na rua. Inocente ou não, o caso para eles é político. E como tal vão julgar o mérito como fizeram nessa liminar, mesmo que fique comprovado (como já está) que EliotNessTupiniquim ferrou com o MelianteOperárioNordestino para conseguir um lugarzinho no Çupremu. E não vou estranha se ele vier ocupar o caso desse TogaSuja. Agora, cá prá nós, será que não tem um graninha das “delações premiadas” na conta ou de parentes ou de amigos? Não custa dar um fuçadinha. Ista comprovação passaria a régua na conta do Judiciário sulista (de cabo a rabo).

  13. Os advogados do Lula ou são iludidos ou são uns completos idiotas ou fingem que defendem o Lula.
    Será que ainda não perceberam que o Lula jamais será solto?
    Além da farsa do triplex há outras em andamento – como a do sítio de atibaia por exemplo – nas quais Lula também será condenado praticamente a prisão perpétua.
    A elite brasileira não admite que um operário seja reconhecido como o melhor presidente que o Brasil já teve.
    Isto é um ultraje imperdoável e inadmissível para esta gente medíocre que sempre esteve na direção do Brasil e o levou a ser um dos países mais atrasados, ignorantes, desiguais, violentos, antidemocráticos, preconceituosos, etc etc etc do mundo.
    Eles não tem limite e farão até o impensável para destruir a imagem do Lula entre os brasileiros.
    Penso que só não assassinaram o Lula ainda para não transformá-lo em um mártir.
    A esperança deles é que o Lula morra na prisão e possam dizer que foi de causas naturais.

  14. Infelizmente o que se está fazendo é para acalmar os ânimos. Realmente não vão soltar o Lula, e se soltar só depois da reforma e quando acabar com o País. As leis não são pra TDS, o judiciário é parcial. A verdade hoje não é o que é, mais o que a maioria acredita ser.Tô vendo q neste intervalo vão mudar está visão do Moro. Como o áudio do Michel Temer

  15. Eu acho que o Intercept, precisa ir na jugular logo, revelando mais diálogos, não pode subestimar esses poderosos. Logo, podem soltar uma BIGFAKENEWS contra o Intercept e melar toda essa estratégia de ir soltando aos poucos as conversas do moro e do deltan. Não é a toa que o homi foi pro states, tão armando uma das boas, tem que se ficar em QAP total.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome