Comissão é criada para monitorar programa da base de Alcântara

Segundo o governo, grupo irá ficar responsável pelo programa, “que tem o objetivo de desenvolver a infraestrutura da região”

Instalações do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão. | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Jornal GGN – Jair Bolsonaro (sem partido) assinou decreto que cria a Comissão de Desenvolvimento Integrado (CDI) para o Centro Espacial de Alcântara, no Maranhão. O grupo irá elaborar e monitorar a implementação do Programa de Desenvolvimento Integrado do local. O documento foi publicado na edição desta sexta-feira, 14 de agosto, do Diário Oficial da União (DOU). 

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência afirmou que a comissão irá trabalhar para “monitorar a implementação do programa, que tem o objetivo de desenvolver a infraestrutura da região, e elaborar modelos de negócios que incentivem as atividades espaciais”.

A base de Alcântara é a segunda área de lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira, onde são feitos testes do Veículo Lançador de Satélites. Em 2019, foi aprovado o acordo com os Estados Unidos para utilização do local pelos norte-americanos.

“O Programa estabelecerá a estratégia de integração de todas as ações que irão estruturar e fortalecer o centro espacial e sua região, que lidera a expansão do setor espacial no Brasil e é responsável por inseri-lo no mercado internacional”, afirmou a Secretaria-Geral.

Com informações do Estadão. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  "Sem dúvidas há uma crise no bolsonarismo moderado", diz Esther Solano ao GGN

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome