Coronavírus leva Bolsonaro a desestimular ida a protestos

Em sua live semanal, presidente chegou a sugerir adiamento de ato programado para o dia 15 de março; Bolsonaro aguarda resultado de teste para coronavírus

Em sua live semanal, Bolsonaro (centro) desestimulou as manifestações programadas para domingo. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro desestimulou os atos pró-governo e com ataques ao Congresso programados para domingo diante da crise com a pandemia de coronavírus, e pediu que seus apoiadores não compareçam às manifestações.

Em sua live semanal nas redes sociais, Bolsonaro disse que “uma das ideias é adiar, suspender”. “Daqui a um mês, dois meses, se faz. Foi dado um tremendo recado ao Parlamento”, disse durante a transmissão, acompanhado do ministro da Saúde Henrique Mandetta. Ambos estavam usando máscaras – mais cedo, Bolsonaro circulava sem qualquer tipo de proteção pelo Planalto.

“O que devemos fazer agora é evitar que haja uma explosão de pessoas infectadas [pelo coronavírus], porque os hospitais não dariam vazão a atender tanta gente. Se o governo não tomar nenhuma providência, sobe e depois de um certo limite o sistema não suporta”, acrescentou.

“Como presidente da República, eu tenho que tomar uma posição, contra ou a favor. Se bem que o movimento não é meu, é espontâneo e popular”, disse Bolsonaro. Nesta quinta, organizadores decidiram cancelar os atos de ​domingo.

As manifestações estavam programadas desde o final de janeiro, mas ganharam força depois que o ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, chamou o Congresso de chantagista na disputa entre Executivo e Legislativo pelo controle do orçamento de 2020.

Além de apoiar o presidente, os organizadores da manifestação carregam bandeiras contra o Legislativo e o Judiciário e a favor das Forças Armadas. Nas redes sociais, usuários compartilharam convocações com mensagens autoritárias, pedindo a intervenção militar, por exemplo. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro omitiu encontro com futuro chefe da PF do Rio

6 comentários

  1. De um autor por ai
    “Morre logo simbolos fo Ncropoder do inferno
    Se bem que serao curados pelos comunas
    Os comunistas estao criando a vacina
    Os comunistas salvarão seus algozes”

  2. Ao que tudo indica. O Bozo está sob suspeita de estar infectado com o vírus.
    As máscaras sem a menor necessidade provam isso.

    Agora, acompanhem o Trump. Ele também com certeza deve estar com suspeita de contaminação.

    O Alváro Garnero entra para história de ter estabelecido esse contato entre vetores da doença.

  3. Nassif: Pindorama tem 2 desgraças atualmente. Uma, centenária (since 1889) e constante. Outra, novíssima, importada pelo MessiasDoBras, a pedido de seu ministro das finanças, para eliminar os velhos e fazer mais caixa na Previdência, pras milícias e pro Congresso. Essa última, na verdade, nem existe. É como aquela facadinha, fabricada pelos VerdeSauvas pra garantir a eleição. Foi fabricada quando descobriram que a passeata seria um fiasco. Então, o chefe da patota aparece na mídia com máscara (que nunca deveria ter tirado), fazendo charminho pros Avidados de CaifásDoBras e os pobres de direita. Eles adoram esses dramalhões mexicanos. Alguns até choram. Outros, têm orgasmos, Enquanto isso o Queiroz se escafede pro CondomínioDaBarra. Tudo isso só ensina uma coisa — como milicos safados conseguem desgraçar uma Nação…

  4. Cancelar o que seria um fiasco me faz recordar de uma vez que fui que um agente penitenciário me impediu de visitar um amigo na penitenciária. Tendo em vista que da penitenciária eu ia viajar ao interior do Estado para visitar a família do prisioneiro, quando o agente penitenciária disse que eu não poderia visitar o meu amigo, eu disse-lhe:

    “Não tem problema, Dotô, nem daria mesmo para eu visitar o meu amigo agora, pois o ônibus passa daqui a pouco e se eu fosse visitar meu amigo eu poderia perde o ônibus”.

    Aí o agente penitenciário perguntou:

    “Quer dizer que tu não vais visitar o teu amigo porque tu vais viajar e não porque eu não deixo, é?”

    Eu disse-lhe:

    “Isso mesmo”.

    Ele veio prá cima de mim com tudo. Eu saí de letra daquele otário.

  5. Esse cafajeste é tão cretino que está mentindo sobre possibilidade de estar com o coronavírus. Até o vírus quer distância dessa hiena miliciana. Que esse bandido vá para os quintos dos infernos…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome