Coronavírus: Merck confirma que ivermectina não é eficiente contra doença

Farmacêutica afirma que não existe base cientifica ou evidência clínica para uso do medicamento – incluso no kit covid de Jair Bolsonaro

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A farmacêutica Merck divulgou comunicado onde aponta a inexistência de evidencias pré-clínicas ou clínicas sobre a eficácia da ivermectina no combate à covid-19.

Segundo a empresa, os cientistas “continuam a cuidadosamente examinar os achados de todos os estudos disponíveis sobre eficácia e segurança do uso da ivermectina para tratamento de Covid-19″, mas que a análise indica que os estudos pré-clínicos não mostram “base científica para potencial efeito terapêutico contra a Covid-19″ e que não há “evidência significativa de eficácia clínica em pacientes com Covid-19”.

“Não acreditamos que os dados disponíveis suportem a segurança e eficácia da ivermectina além das doses e populações indicadas nas informações de prescrição aprovadas pela agência reguladora”, diz a companhia, ressaltando a “preocupante falta de dados sobre segurança de uso da droga na maioria dos estudos disponíveis”. A íntegra do comunicado da Merck pode ser consultada clicando aqui.

A ivermectina é um dos medicamentos que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro sugere para o uso precoce contra a covid-19. Tal recomendação é referendada pelo Ministério da Saúde em documentos e pelo aplicativo TrateCOV – atualmente fora do ar, o aplicativo recomendou medicamentos como ivermectina, cloroquina, azitromicina e doxiciclina até mesmo em bebês.

Tais medicamentos integram o chamado “kit Covid” impulsionado pelo presidente Bolsonaro e o Ministério da Saúde.

(com informações do jornal Folha de São Paulo)

 

Leia Também
Guedes liga novo auxílio emergencial a calamidade pública
Pazuello diz à PF que não foi omisso em crise no Amazonas
“Tem gente que só tem R$ 14 mil para sobreviver”, diz Bolsonaro
Guedes dá “condição” ao Congresso para pagar metade do auxílio emergencial à população
Com alta da inflação e sem auxílio, famílias cortam itens essenciais da alimentação

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome