Decisão de Bolsonaro leva Sergio Moro a pedir demissão

Ministro da Justiça entrega cargo depois que presidente anunciou troca da diretoria-geral da Polícia Federal; Maurício Valeixo é homem de confiança de Moro

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ministro da Justiça, Sergio Moro, pediu demissão nesta quinta-feira (23/04) depois de ser informado pelo presidente Jair Bolsonaro que haverá uma troca da diretoria-geral da Polícia Federal, atualmente ocupada por Maurício Valeixo.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, Bolsonaro informou o ministro que a mudança deve ocorrer nos próximos dias, e Moro pediu demissão. O presidente tenta reverter a decisão do juiz federal, que ganhou fama de herói nacional pela condução da Operação Lava Jato.

O atual diretor-geral é homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato. Bolsonaro tem ameaçado trocar o comando da PF desde o ano passado, com o objetivo de controlar a atuação da polícia – e a PF já passou por um período de instabilidade no ano passado depois que o presidente anunciou uma troca no comando da superintendência do órgão no Rio de Janeiro, e ameaçou trocar o diretor-geral.

 

Leia Também
Bolsonaro avisa Sergio Moro que vai trocar comando da Polícia Federal
A insuperável mediocridade de Sérgio Moro, por Luis Nassif

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

8 comentários

  1. Segundo o site das Antas o motivo que levou Bolsonaro a querer trocar a direção da PF foi a descoberta das suas milicias digitais…
    Quanto a Moro, eu só acredito nessa demissão quando o gabinete do ódio começar a chamá-lo de comunista… pois pode ser apenas mais um blefe do capetão, pra ver a reação da opinião pública (“vê se cola’ no popular)

  2. O Triste fim de Policarpo Quaresma

    Talvez o Bolsoburro cumpra a promessa de arrumar uma boquinha prá ele no $TF independentemente de reputação ilibada e notável saber jurídico.

  3. A saída de moro aprofunda muito a crise. Penso que ele não vai reconsiderar mesmo que Bozo volte atrás na decisão de trocar o camando da PF. Há muito tempo que ele sabe que tá sobrando, pois nem para o STF não dá mais. Mesmo que essa garantia lhe seja dada agora como moeda de troca, que confia na palavra dada pelo presidente? Só se tiver o claro endosso da junta. Docinha como tô no sofá? Vou ali pegar mais uma almofada.

  4. O esquema dos milicos interventores é ter o controle de todas as forças, a pf não podia ficar sem esta tutela.
    Agora quero ver estes valentões jogar dardos no próximo comandante fardado!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome