Evo Morales oficializa candidatura ao Senado na Bolívia

Ex-presidente está na Argentina como refugiado; lei boliviana pode barrar candidatura por exigir residência na região de disputa

O ex-presidente Evo Morales oficializa candidatura ao Senado da Bolívia. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ex-presidente da Bolívia Evo Morales oficializou sua candidatura ao Senado para a disputa programada para 03 de maio. As informações são do Supremo Tribunal Eleitoral do país.

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, Evo lidera a lista de oito candidatos à Casa (sendo quatro titulares e quatro suplentes) para a região sul de Cochabamba pelo partido Movimento ao Socialismo (MAS).

A princípio, não existem restrições para que Evo dispute uma cadeira no Congresso, mas a Constituição boliviana estabelece que os candidatos residam nos últimos dois anos na zona eleitoral na qual estão concorrendo. Aquele que não cumprir a regra é desqualificado, e Morales vive na Argentina desde dezembro, após um breve período de exílio no México.

Atualmente, Evo tem atuado como coordenador de campanha de Luís Arce, ex-ministro da Economia e membro do MAS, na disputa à Presidência. Ele lidera as pesquisas, à frente de nomes como o ex-presidente centrista Carlos Mesa, o líder de direita Luis Fernando Camacho e a presidente interina, Jeanine Añez.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Islândia faz teste em massa e descobre que metade dos portadores não têm sintomas

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome