Falta de dinheiro leva Lula a adiar reforma da chácara Los Fubangos

Bloqueio de bens e contas faz ex-presidente parar reforma de antigo refúgio em São Bernardo do Campo

Foto: Reprodução - lula.com.br

Jornal GGN – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva paralisou a reforma da chácara Los Fubangos, em São Bernardo do Campo, devido a falta de dinheiro.

De acordo com aliados consultados pelo jornal Folha de São Paulo, o bloqueio de seus bens e contas fez com que o ex-presidente não tivesse mais condições de comprar material de construção e pagar os funcionários da obra da chácara.

A Los Fubangos fica às margens da represa Billings e foi comprada pela ex-primeira dama Marisa Letícia (falecida em fevereiro de 2017) no ano de 1992, e era ponto de encontro do ex-presidente com amigos.

A reforma teve início porque, em 2011, Lula e Marisa Letícia decidiram que morariam no local após a saída da presidência. Contudo, a estrutura era considerada precária – com apenas uma edícula com um quarto pequeno que também era usado como depósito, onde cabia apenas uma cama. A área da cozinha e da copa ficava em um espaço aberto, com paredes só nas laterais.

Os bens de Lula foram bloqueados por conta de decisões judiciais decorrentes da operação Lava Jato. Tanto o então juiz federal Sergio Moro quanto o juiz Luiz Antonio Bonat (que assumiu o posto de Moro, que assumiu o ministério da Justiça no governo Jair Bolsonaro) bloquearam bens e contas do ex-presidente, além do espólio de Marisa Letícia.

 

2 comentários

  1. Nassif: prá quê o SapoBarbudo vai dar munição aos TogaSujas e seus cúmplices Avivados? A grande mídia, agora sob o comando da TVSalomão, só tá esperando isso, agora que “mandara por Céu” PHA. E de lambuja, a TVBaú vai rir “à bandeiras despregadas”. Não chega o caso de Atibaia? Por quê não insiste no desbloqueio dos bens, já que poderá responder em liberdade, até o Çupremu desclassificar o meliante exVerdugo? Sem esquecer que os VerdeSauvas estão de pelo em pé. E fera acuada é um perigo, você sabe. A Bolívia e o Chile que o digam…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome