Gestão Covas aposta que cidade de SP não terá segunda onda de Covid

Equipe da Prefeitura faz a análise em comparação com a curva da pandemia na Europa, que hoje vive uma segunda onda

Foto: Divulgação/Governo de SP

Jornal GGN – A gestão de Bruno Covas frente à Prefeitura de São Paulo aposta que a cidade dificilmente terá uma “segunda onda” da pandemia do novo coronavírus nos próximos meses. É o que informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha desta sexta (23/10).

“De acordo com as análises feitas pelas equipes de saúde da administração, a capital teve uma curva diferente da doença em relação ao que ocorreu em capitais europeias que agora passam por um novo crescimento de contaminações”, escreveu.

“Diferentemente de cidades da Espanha e da França, por exemplo, que tiveram uma explosão de casos e depois uma queda acentuada deles, em São Paulo a curva foi achatada —subiu, permaneceu alta e vem caindo lentamente”, apontou Bergamo.

A cidade de SP tem 353,9 mil casos de Covid-19 confirmados e 13 mil óbitos, de acordo com dados da Prefeitura, divulgados em 22 de outubro.

“As projeções internas até agora indicam que o número de óbitos na capital paulista pode baixar para menos de um dígito por dia —hoje, ele oscila entre 20 e 30 mortes”, afirmou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora