GGN-Covid: a pandemia começa a se espalhar pelos estados do sul

Entre os estados com maior ritmo de crescimento desde 7 de junho, os destaques são Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Pernambuco e Piauí, entre os novos casos

Vamos ao balanço do Covid de ontem.

Foram mais 1.223 novos óbitos. Na média semanal, uma acomodação em relação ao dia anterior – de 869 de média diária semanal contra 873 do dia anterior. No caso de novos casos, também uma leve queda, de 37.772 contra 38.078 do dia anterior – mas ainda em níveis extremamente elevados.

A nova frente do Covid-19 parece ser o sul, com aumentos substanciais de casos no Paraná, Santa Catarina, além de Mato Grosso. Em termos absolutos, São Paulo continua sendo recordista, com 7.347 novos casos e 205 novos óbitos.

Na comparação com os Estados Unidos, está havendo alguma acomodação da curva de crescimento dos novos casos brasileiros.Na avaliação dos estados, as curvas de crescimento de Minas Gerais e Bahia preocupam.

Entre os estados com maior ritmo de crescimento desde 7 de junho, os destaques são Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Pernambuco e Piauí, entre os novos casos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ministério não compra insumos, e Brasil tem mais testes armazenados do que feitos até agora

4 comentários

  1. Espalha pelo Sul a tal Histeria, enquanto Farras, Multidões, Festas se espalham pela EUROPA. A mesma Europa quer era mostrada, até 30 dias atrás, como o “Centro do Apocalipse”. Cadê Italia e Espanha que não saiam das manchetes diárias da Imprensa Tupiniquim? Sumiram?! Ruas Vazias com Temperaturas de 0 a -3 Graus? Muito oportunista. Com o Calor da Primavera anunciando Alta Temporada de Férias e Verão… Até a irresponsável Suécia sumiu dos Noticiários. Eita Suécia Bolsonarista, não é mesmo?! A Verdade é Libertadora. E a Corrupção entre Hospitais Vazios e Respiradores Superfaturados, nada mais que 40 anos de NecroPolitica.

  2. Estados que foram duramente atingidos há poucos meses e adotaram o tratamento precoce estão com a epidemia perfeitamente controlada.

    Estudos recentes como o do Henry Ford Health System mostraram que tratar a doença com hidroxicloroquina combinada com Azitromicina reduziu as mortes em 70% e não mostraram riscos associados ao medicamento. Infelizmente não vi nenhuma TV, Jornais, blogs de notícias como o a GGN repercutir e discutir os resultados.

    Está aqui https://www.ijidonline.com/article/S1201-9712(20)30534-8/fulltext e pode ser facilmente traduzido pelo navegador.

    1
    4

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome