Giro Econômico GGN: confira um panorama econômico global

Disparada dos casos de covid-19 leva mercados a fecharem a quarta-feira em queda generalizada nos Estados Unidos e Europa

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A nova onda de contágio pelo novo coronavírus atingiu níveis alarmantes nos Estados Unidos e na Europa, levando à adoção de novos bloqueios em diversos países, enquanto a eleição presidencial norte-americana também deve afetar as operações pelos próximos dias.

Nos Estados Unidos, todos os índices de ações fecharam em forte queda enquanto os investidores mostram-se mais preocupados com o avanço dos casos de covid-19, além de começarem a se posicionar para as eleições norte-americanas, programadas para 03 de novembro.

O Dow Jones Industrial Average terminou em queda de -3,43%, enquanto o S&P 500 SPX caiu -3,52% e o Nasdaq Composite COMP caiu -3,73%. Todos os três índices agora são negativos para o mês de outubro.

Segundo o Market Watch, as operações de mercado foram pressionadas pelas novas restrições anunciadas pela França e pela Alemanha, em um esforço para conter o avanço dos casos de covid-19, enquanto os Estados Unidos bateram recorde de novos registros (a média diária voltou a ultrapassar os 70 mil).

Analistas também apontaram a tensão em torno das eleições presidenciais como motivo para a queda, uma vez que a disputa entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump ficou mais acirrada.

Na Europa, o índice pan-europeu STOXX 600 caiu 3%, em sua queda mais acentuada em um dia em cinco semanas, enquanto o índice alemão DAX perdeu 4,2% (o nível mais baixo em cinco meses) e, na França, o índice FCHI caiu 3,4% antes do pronunciamento do presidente Emmanuel Macron em rede nacional.

Os novos bloqueios anunciados por França e Alemanha – e que deverão ser seguidos por outros países da região – trouxe novas preocupações em torno da retomada econômica, enquanto os agentes aguardam o pronunciamento da presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, e avaliam as novas medidas tributárias e comerciais propostas pela Comissão Europeia, segundo a agência de notícias Reuters.

Leia também:  Suspeitos de fraude em auxílio emergencial foram eleitos

na Ásia, os mercados fecharam sem uma direção única por conta da cautela adotada com o avanço dos casos de covid-19, além das incertezas sobre as eleições norte-americanas.

Segundo o site Investing.br, o índice acionário japonês Nikkei caiu 0,29% em Tóquio hoje, a 23.418,51 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,32% em Hong Kong, a 24.708,80 pontos, e o Taiex registrou queda de 0,63% em Taiwan, a 12.793,75 pontos, mas o sul-coreano Kospi avançou 0,62%, a 2.345,26 pontos. Na China continental, os mercados tiveram alta generalizada pelo segundo pregão consecutivo: o Xangai Composto subiu 0,46%, a 3.269,24 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,68%, a 2.239,11 pontos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome