Governo de São Paulo tenta conter bolsonarismo na Polícia Militar

Pauta corporativista aproxima policiais e presidente; gestão Doria começa a mostrar preocupação com comportamento de agentes nas redes e em manifestações

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Jornal GGN – O avanço do bolsonarismo dentro da estrutura da Polícia Militar de São Paulo acendeu o alerta dentro da gestão de João Doria (PSDB), que tenta manter a neutralidade e o caráter apartidário da instituição.

Reportagem do jornal O Estado de São Paulo mostra que as principais preocupações estão no comportamento dos policiais em manifestações, e nas postagens de agentes da ativa em aplicativos e em redes sociais.

A preocupação das autoridades é reforçada diante da presença de oficiais, praças da reserva e de familiares de policiais nas manifestações de apoio a Bolsonaro e contra Doria na Avenida Paulista.

Entre os mais aguerridos bolsonaristas da ativa policial, estão um major, sargentos e cabos que compartilham postagens de deputados da bancada da bala na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa.

Os textos disseminados contêm de ataques ao governador a teses defendidas pelo bolsonarismo, como o fim do isolamento social, ao mesmo tempo em que foram feitas diversas postagens chamando os manifestantes contra o governo Bolsonaro de “maconheiros”, “terroristas” e “arruaceiros”.

Uma das razões de adesão dos policiais ao bolsonarismo é a identificação com a pauta corporativista das polícias – como o que os policiais chamam de maior proteção jurídica, o que inclui a aprovação de uma lei orgânica das polícias, a possibilidade de a corporação registrar ocorrências com menor poder ofensivo e o aumento da participação das polícias militares na definição de políticas públicas.

 

Leia Também
OAB-SP cria ações com Secretária de Segurança para diminuir conflitos nas manifestações
Grupo endereça carta a João Doria para que proteja manifestantes da violência policial
A vida pregressa de Sergio Moro: saiba como ajudar o projeto do GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora