Haddad na TVGGN: “Só a Educação cria gerações mais resistentes a golpes na democracia”

"Nós vivemos um hiato temporal na história do Brasil em que se acreditou que a democracia estaria consolidada. Não estava", diz Haddad

Foto: Ricardo Stuckert

Publicada originalmente em 13/10/2020

Jornal GGN – O Brasil viveu nas últimas décadas “um hiato temporal na história em que se acreditou que a democracia estaria consolidada”, mas não estava. A crise internacional do neoliberalismo e a onda de extrema-direita, o lavajatismo interno, entre outros elementos, abriram a porta para o golpe em Dilma Rousseff e a ascensão de Jair Bolsonaro.

A única saída para esse ciclo de golpes nas instituições é a Educação do povo. É o que avalia o ex-ministro Fernando Haddad, em entrevista exclusiva ao GGN.

“O que acho que temos de fazer é criar condições para que próximas gerações de brasileiros sejam mais resilientes e resistentes a possibilidades de golpes institucionais. (…) O remédio para isso é Educação na veia do povo, escancarar as portas das instituições de ensino para o preto, pobre, filho de pedreiro, porque aí você muda o País. Eu não consigo ver outro caminho”, diz. Assista ao vídeo acima.

Leia mais:

Bolsonaro não está passando por “domesticação” ou “conversão democrática”, diz Haddad ao GGN

Assista a entrevista completa aqui:

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora