Honoris Causa a Lula: Universidade Estadual de Alagoas vai recorrer da cassação judicial do título

A sentença da 4ª Vara Cível de Arapiraca afronta o Conselho Superior da instituição, órgão que aprovou o título honorífico, e a Constituição Federal

Foto: Ricardo Stuckert

Jornal GGN – A Universidade Estadual de Alagoas informou por meio de nota que vai recorrer da decisão judicial que cassou o título honoris causa concedido a Lula.

“Diante da notícia da anulação, por decisão da 4ª Vara Cível de Arapiraca, do título de doutor honoris causa concedido pela Universidade Estadual de Alagoas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Uneal comunica que irá recorrer da decisão”, escreveu a instituição.

“A sentença da 4ª Vara Cível de Arapiraca não somente afronta o Conselho Superior da instituição, órgão máximo que aprovou o título honorífico, mas também fere a Constituição Federal, que garante autonomia às universidades brasileiras. Em resposta à decisão, o setor jurídico da Uneal já foi acionado e tomará as medidas judiciais cabíveis”, acrescentou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  New York Times mostra como Bannon montou a história do vírus chinês

4 comentários

  1. O merito nao será abafado por um juuz que apenas busca seus 15min de holofotes.
    Sem sacanagem, fosse eu o Lula iniciaria um processo por direitos de imagem. Ficaria rico!!!

  2. Para os amigos tudo. Para Lula os rigores da lei, interpretada e usada malandramente, para massacrar os adversários políticos que defendem direitos dos descamisados.

  3. Um caso típico de ShowLawfare. Esse juizinho mequetrefe queria ganhar 15 minutos de fama e conseguiu. Em breve ele se apresentará como candidato a uma vaga no STF por ser “terrivelmente anti-petista”. E la nave va…

  4. Quando o ódio é injetado na veia de um juiz, ele se torna a criatura mais nefasta do Judiciário a que se serve por julgar-se dono de um poder que pode ser usado contra tudo e contra todos…
    daí é que vem tal decisão absurda, mais por não poder ser interpretada de outra forma senão a que foi motivada pela inveja e pela vontade de agradar os fascistas de plantão que querem acabar com a autonomia das Universidades

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome