“Jamais encomendaria uma lista como essa”, diz Paulo Guedes sobre monitoramento de jornalistas

UOL revelou que Ministério da Economia mantém uma lista com jornalistas e influenciadores que são favoráveis, detratores ou "neutros informativos" em relação ao governo. Luis Nassif, do GGN, consta na lista

Jornal GGN – O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou que tenha mandado providenciar uma lista com o nome de jornalistas e influenciadores digitais para monitoramento de assuntos publicados sobre o governo Bolsonaro.

A lista foi revelada pelo UOL nesta terça (1/12). O jornalista Luis Nassif, do GGN, consta na seção de “detratores” por postar material “sensível” à Pasta. O artigo “As fake news de Paulo Guedes sobre carga tributária” é citado como exemplo.

Segundo a colunista Monica Bergamo, Guedes alegou não ter “a menor ideia” de quem fez o relatório batizado oficialmente de “mapa de influenciadores”. O ministro afirmou que vai “demitir quem encomendou o trabalho”.

“Sou um cara transparente, aberto. Nunca encomendaria algo para saber quem fala mal ou quem fala bem de mim”, disse Guedes. “Estamos fazendo coisas muito bacanas que não conseguimos comunicar. Isso é um problema. E há também narrativas politizadas. Mas eu jamais encomendaria uma lista como essa”, finalizou.

De acordo com o UOL, a empresa BR+ Comunicação foi contratada pelo governo federal para orientar como devem ser tratados os 81 jornalistas e formadores de opinião que constam na lista.

LEIA MAIS:

Ministério da Economia sugeriu “monitorar” posts de Luis Nassif no Jornal GGN

 

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ugo

- 2020-12-02 08:40:04

Na Roma imperial e vencedora, o tribuno imperial e vencedor ao retornar das campanhas e guerras vitoriosas, para as homenagens e o arco do triunfo, era obrigatoriamente acompanhado por um escravo a alerta-lo da sua finitude. No decadente perdedor bozo/guedes brazil o cordão dos dementes imbecis em evidencia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador