José Serra e a filha viram réus na operação Lava-Jato

Senador e ex-governador de São Paulo é acusado de lavagem de dinheiro nas obras de construção do Rodoanel Sul

Foto: Reprodução/Revista Forum

Jornal GGN – O senador José Serra (PSDB-SP) e a filha Verônica Serra viraram réus no âmbito da operação Lava-Jato, pela acusação de envolvimento em esquema de propinas investigado pela Justiça Federal de São Paulo.

Segundo informações do jornal Correio Braziliense, a denúncia aceita pelo Poder Judiciário afirma que o parlamentar paulista recebeu repasses ilegais para garantir contratos entre órgãos públicos e a construtora Odebrecht.

Além disso, a denúncia afirma que Serra e Verônica realizaram lavagem de dinheiro nas obras do Rodoanel Sul, entre os anos de 2006 e 2014, por meio do envio de reservas para o exterior. Serra foi prefeito de São Paulo, de 2005 a 2006, e governador do Estado entre 2007 e 2010.

As investigações apontam que Serra foi alvo de pelo menos dois repasses de propina, com pagamentos de R$ 4,5 milhões e R$ 23,3 milhões.

 

 

Leia Também
Com desvio de competência, ação contra Serra lembra o que há de pior na “lava jato”
Para PF e MP-SP, há indícios suficientes contra campanha de Serra
PF é impedida de entrar no gabinete de Serra

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Quem critica Alexandre Moraes defende a conta CC5 na tecnologia, por Luis Nassif

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome