Julgamento de Dallagnol no CNMP deve ser adiado

No entanto, mesmo com a iniciativa, conselheiros contrários a Dallagnol devem antecipar o voto para ele ser removido da força-tarefa de Curitiba

Deltan Dallagnol | Foto: Valdimir Platonow/Agência Brasil

Jornal GGN – O julgamento do procurador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), está marcado para 18 de agosto, mas deve ser adiado por ‘pedido de vista’ de um dos membros do colegiado, formado também por colegas do procurador. As informações são de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo. 

No entanto, mesmo com a iniciativa, conselheiros contrários a Dallagnol devem antecipar o voto para ele ser removido da força-tarefa de Curitiba.

Ainda que o resultado da votação contra Dallagnol não seja proclamado, por causa do pedido de vista, a ação deve reforçar a estratégia do procurador-geral da República, Augusto Aras, que pretende acabar com o protagonismo do procurador na força-tarefa. 

A decisão sobre a remoção de Dallagnol da operação no âmbito de Curitiba deve ser tomada em setembro, quando vence o prazo para que Aras prorrogue a Lava Jato.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O que é imunidade de rebanho e por que "não se aplica" a Covid-19

3 comentários

  1. Engavetamento, adiamento (ardiloso?), esquecimento.
    O Direito Processual (seja a área qual for) é sui generis. Ou trata de moer a pessoa ou salva de vez. Parece ser ali onde reside a “vontade do Soberano”.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome