Lira promete ao PT barrar lavajatismo e pauta de costumes de Bolsonaro

Candidato à presidência da Câmara, Arthur Lira ainda prometeu mudanças na Ficha Limpa. Campo progressista visa espaço na mesa diretora

Foto: Agência Câmara

Jornal GGN – É destaque no Globo desta quarta (9) a proposta que Arthur Lira (PP), candidato apoiado por Jair Bolsonaro para a presidência da Câmara, fez ao PT em troca de votos para a eleição interna.

Segundo o jornal, Lira teria prometido mudanças na Ficha Limpa e no financiamento de sindicatos, além de barrar o “lavajatismo” e a pauta de costumes do governo Bolsonaro.

O Globo diz que os presidentes do PT, PSB, PDT e PCdoB se reuniram nesta semana, mas não fecharam um consenso a respeito da disputa na Câmara.

Um setor do campo progressista acredita que a esquerda deveria se unir em torno de um candidato para marcar posição. Outro, que a esquerda deveria buscar uma aliança para garantir, entre outras coisas, uma cadeira na mesa diretora.

“Na sexta-feira, a executiva do PT se reunirá para definir o posicionamento do partido”, diz o jornal.

Em sua peregrinação, Lira procurou até José Dirceu para conversar. Ele pretende ter o voto de ao menos 30% dos deputados de esquerda, que hoje, somados, representam cerca de 20% da Câmara.

O PSB afirmou que vai consultar apenas do PDT para tentar um caminho conjunto, mas não engessado. O PSOL descartou apoiar um nome de centro-direita ou direita.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora