Na Paulista, Michelle usa religião para justificar “perseguição” a Bolsonaro

Michelle Bolsonaro dá tom de culto ao ato na Av. Paulista e diz que não pode mais separar política de religião

Michelle Bolsonaro discursando em ato na Paulista. reprodução: Canal Silas Malafaia Youtube

Na tarde deste domingo, 25, a ex-primeira-dama da República e atual presidente do PL Mulher, Michelle Bolsonaro, fez um discurso inflamado e com apelo religioso durante sua participação do ato em defesa de Jair Bolsonaro na Avenida Paulista.

Primeira a discursar, Michelle alegou que a “perseguição” politica e judicial que Jair Bolsonaro tem enfrentado está ligada à sua defesa dos valores conversadores e cristão. Michelle entrelaçou sua narrativa com salmos e orações, e também citou Israel em seu pronunciamento.

Em cima do palanque, em tom emocionado e com trilha sonora melancólica de fundo, Michelle disse que, desde 2017, ela e Jair Bolsonaro têm sido “perseguidos”.

“Desde 2017 estamos sofrendo porque exaltamos o nome do Senhor no Brasil. Porque o meu marido foi escolhido, e ele declarou que era Deus acima de todos”, disse Michelle, referindo-se ao slogan de campanha de Jair Bolsonaro.

Direcionando-se às mulheres, Michelle disse que, no passado, os cristão evangélicos foram negligentes ao pregar uma separação entre política e religião, o que não pode se aplicar mais. Segundo Michelle, quando “política não se mistura com religião, e o mal ocupa o espaço”. Com isso, reafirmou comprometimento em vincular ainda mais a religião no discurso político.

Apelo a Israel

Na presença de bandeiras de Israel entre os manifestantes bolsonaristas na Paulista, e aproveitando-se da onda de ataque às falas do presidente Lula (PT) – que recentemente condenou o genocídio praticado por Israel em Gaza – Michelle Bolsonaro saiu em defesa do estado sionista. Ela terminou o ato orando por Israel: “Que sua verdadeira shalon esteja dentro dos muros de Israel. Nós abençoamos o Brasil, nós abençoamos Israel”, finalizou.

Icaro Brum

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Micheque de uma demonstração do quanto ela é religiosa. É fé de mais! Quanto ao Malafaia, ele demonstrou ser um tresloucado gigolô evangélico.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador