Moro pode usar cargo para mandar PF perseguir , diz Damous

Ex-deputado federal defende o imediato afastamento de Sergio Moro do Ministério da Justiça: "conflito de interesses"

Foto: Gustavo Bezerra/PT na Câmara

Jornal GGN – O ex-deputado federal Wadih Damous (PT) defendeu na tarde desta quarta (12) o imediato afastamento de Sergio Moro do Ministério da Justiça. Moro teve conversas privadas com Deltan Dallagnol divulgadas pelo site The Intercept. Nelas, Moro aparece em conluio com os procuradores em processos que ele julgou em Curitiba.

“Por que Moro tem que se afastar ou ser afastado do Ministério da Justiça? Porque ele comanda a PF, que vai investigar a Vaza Jato. O conflito de interesses é evidente já que ele está envolvido no escândalo. Pode negar proteção e mandar perseguir os jornalistas do Intercept”, escreveu Damous, no Twitter.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Mensagens entre Moro e Dallagnol podem abalar imparcialidade da Lava Jato

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome