Nassif fala ao DCM sobre seu novo livro, Lava Jato, EUA e Lula

Nassif lançou no dia 23 de abril a biografia “Walther Moreira Salles”. Trabalho que ele desenvolve desde os anos 90, conta a história do banqueiro que tinha uma visão de Brasil muito diferente do empresariado do século 21

Por Pedro Zambarda de Araujo

No Diário do Centro do Mundo

“Queria ser um grande empresário em um grande país”: Nassif fala ao DCM sobre a biografia de Walther Moreira Salles

O jornalista Luis Nassif lançou no dia 23 de abril a biografia “Walther Moreira Salles”. Trabalho que ele desenvolve desde os anos 90, conta a história do banqueiro que tinha uma visão de Brasil muito diferente do empresariado do século 21.

Além do trabalho como jornalista e pesquisador, Nassif toca bandolim no Bar do Alemão às segundas-feiras. “É o meu momento de equilíbrio”, ele explica, considerando que também é especialista em chorinho.

Para além da música e da cerveja, o DCM entrevistou o jornalista sobre a Operação Lava Jato, e o cenário que opõe empresários entreguistas aos desenvolvimentistas. Também falou sobre a primeira entrevista de Lula após sua prisão.

Diário do Centro do Mundo: Qual sua avaliação sobre a primeira entrevista do ex-presidente Lula depois da prisão? Bateu forte na Lava Jato?

Luis Nassif: Ponto central que ele coloca, depois de anos e anos de destruição da sua imagem, é que continua sendo o político mais popular do país. A capacidade dele de pensar o país é imbatível perante outros grandes políticos.

Perante o Bolsonaro, a diferença entre os dois fica muito grande.

Continue lendo no DCM.

2 comentários

  1. se arte equilibra, a busca da verdade com tantas
    materias importantes publicadas estimula-nos a
    nos mantermos íntegroas -inteiros -nessa hercúlea
    batalha pela democracia no páís –
    em suma, pelo fim do estado de exceção seletivo…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome