PGR arquiva sumariamente representação de ex-procuradores contra Bolsonaro

Em uma decisão grave, a Procuradoria geral da República arquivou sumariamente a representação, limitando-se a alegar haver outra representação de igual teor.

Na última terça (2)1, mortos da covid-19 foram enterrados em valas comuns, também conhecidas como trincheiras, em Manaus (AM) - Sandro Pereira/Reprodução Facebook

Um grupo de ex-procuradores referenciais do Ministério Público Federal, mais um ex-desembargador aposentado, apresentou denúncia de crime comum contra Jair Bolsonaro, em função das ações reiteradas dele de boicote à vacinação e a medidas preventivas contra o Covid.

Em uma decisão grave, a Procuradoria geral da República arquivou sumariamente a representação, limitando-se a alegar haver outra representação de igual teor.

A reação do grupo foi um ofício ao PGR:

“Diante do exposto, os representantes postulam a V. Exa. que dê regular processamento à Manifestação PGR 00027876/2021, desautorizando a resposta encaminhada pelo Serviço de Atendimento ao Cidadão”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora