Posse de Biden: Mourão diz que EUA são ‘farol’ e Maia pede união no combate ao radicalismo

Jair Bolsonaro, por sua vez, ainda não se manifestou, seguindo a mesma demora que teve em reconhecer a vitória do candidato democrata nas eleições

Foto: Jim Lo Scalzo/Pool Photo via AP

Jornal GGN – Na contramão de Jair Bolsonaro (sem partido), políticos brasileiros parabenizaram nesta tarde de quarta-feira, 20, o início do mandato do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a de sua vice, a senadora Kamala Harris. 

Mesmo sem uma posição de Bolsonaro, o vice-presidente brasileiro, Hamilton Mourão, afirmou que posse de Biden não deve influenciar na relação comercial entre Brasil e EUA e que o modelo democrático americano é um “farol” para o mundo ocidental.

“A relação Brasil-EUA é uma relação que vem desde a nossa independência, é uma relação de Estado para Estado e, desta maneira, ela vai continuar. É um parceiro comercial importante, é um parceiro tecnológico importante. E sempre colocando que os Estados Unidos, o modelo democrático americano, é um farol para o mundo ocidental e, desta forma, ela vai prosseguir”, afirmou Mourão, ao chegar na sede da Vice-Presidência. 

Já os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), também parabenizaram os democratas. 

“Em nome da Câmara dos Deputados, cumprimento o presidente dos EUA, Joe Biden, e a vice-presidente, Kamala Harris, por sua posse hoje. Que as duas nações atuem em conjunto em favor do fortalecimento da democracia, do combate ao radicalismo e da proteção ao meio ambiente”, escreveu Maia, em publicação no seu perfil do Twitter. 

Jair Bolsonaro, por sua vez, ainda não se manifestou, seguindo a mesma demora que teve em reconhecer a derrota do republicano Donald Trump nas eleições. 

Com informações da Folha de S. Paulo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora