Professora da PUC aponta suposto perigo subliminar das ciclofaixas em SP

A professora da PUC/SP e uma das principais especialistas em Semiótica no Brasil, Lucia Santaella, alertou em rede social que as ciclofaixas pintadas de vermelho em São Paulo são “uma descarada propaganda vermelha do PT, provavelmente encomendadas do diabo em pessoa” e recomenda que prefeito e assessores leiam sobre Semiótica para descobrirem o quanto essa diabólica cor afeta o sistema nervoso central dos incautos cidadãos. Curiosa semiose seletiva da eminente pesquisadora e da grande mídia: quando bicicletas são da cor laranja com o logo de um conhecido banco chama-se “projeto de sustentabilidade”; mas quando ciclofaixas são pintadas de vermelho pelo poder público viram demoníacas propagandas políticas subliminares. Mas a discussão sobre cores, Semiótica e Neurociência pode ser um mero sintoma de algo mais profundo: a zona cinza do conservadorismo.

Cuidado, incauto leitor. Você talvez não tenha percebido, mas está em andamento nesse exato momento uma sórdida estratégia de espalhar mensagens subliminares pelas ruas de São Paulo: estranhas faixas vermelhas, supostamente ciclofaixas, seriam na verdade uma estratégia subliminar para furtivamente direcionar a intenção de voto dos cidadãos para o partido do maquiavélico prefeito da cidade, o PT.

Em seu perfil no Facebook a professora Lucia Santaella (titular do Programas de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica e Tecnologias da Inteligência da PUCSP e autora de diversos livros adotados em inúmeras faculdades de comunicação pelo Brasil afora) acusou que “essas faixas não passam da mais descarada propaganda vermelha do PT”.

E mais, reivindica que os assessores do diabólico prefeito estudem Semiótica para compreenderem as terríveis consequências no aparelho sensório humano: as “horrendas faixas vermelhas, provavelmente encomendadas do diabo em pessoa”, diz a eminente professora, “não passam de “pura poluição visual para punir olhos e mentes”, cujo efeito é afetar o sistema nervoso central: “Não poderia ele mesmo [o prefeito, e não o diabo – observação minha] ou seus fantasiosos assessores estudarem um pouquinho só de Semiótica para compreender o efeito das cores no sistema nervoso central?

Santaella suspeita da inutilidade das ciclofaixas “em ruas íngremes, impossíveis de serem pedaladas nem mesmo por campeões olímpicos”(parece que a Semiótica desconhece a existência de bicicletas munidas de câmbio). Se elas são inúteis, então essas faixas vermelhas somente poderiam ter um propósito: a propaganda política subliminar.

Ciclofaixas viram “obsessão”

O arroubo patriótico da eminente escritora e professora da PUC em denunciar tão sórdido e ardiloso plano talvez sequer imaginado pelos artífices da Guerra Fria se junta a uma onda através das redes sociais de levantar suspeitas sobre as licitações e empresas que fornecem latas de tinta, tartarugas amarelas etc. para a instalação das ciclofaixas. Uma repentina e seletiva onda de preocupação cívica com o dinheiro público.

Enquanto isso a grande mídia, em pleno romance amoroso com Marina Silva e toda a história de ambientalismo e sustentabilidade abraçada repentinamente pelo mundo corporativo e financeiro, vê perplexa a realização em ritmo acelerado dos 400 km de ciclovias prometido pelo prefeito Fernando Haddad. Isso também não seria “sustentabilidade”?

Não para a grande mídia. Se um banco como o Itaú espalha estações de bicicletas da Bike Sampa pela cidade a mídia chama de “projeto de sustentabilidade”, mas quando a Prefeitura da cidade de São Paulo expande rapidamente a malha de ciclovias e ciclofaixas, acaba virando “obsessão”.

“Polêmicas, ciclovias viram obsessão dentro da Prefeitura de São Paulo”, dá manchete o jornal Folha de São Paulo. “Obsessão” e “mania” transformam-se em designações negativas para um projeto “sem critérios, polêmico e autoritário”. Como se de repente o prefeito sofresse de algum surto neurótico.

“Às vezes um charuto é apenas um charuto”

Retornando à teoria conspiratória da eminente pesquisadora da PUC, sabemos que os pesquisadores de Semiótica possuem um especial fascínio pelo meio urbano: veem a cidade como um imenso texto cujos signos poderiam ser decodificados e seus sentidos, significações e secretas sinfonias e polissemias reveladas.

Mas como disse Freud certa vez, “às vezes um charuto é apenas um charuto”. Como podemos observar numa rápida amostragem no Google imagens, as ciclofaixas pintadas em vermelho parecem ser um padrão internacional de sinalização. Ou então estamos diante de uma inacreditável lavagem cerebral comunista em cidades como Winterthur (Suiça), Bristol (Inglaterra), Madison (EUA), e em diversas cidades brasileiras que nem administradas pelo PT são como Curitiba, Santos, Indaiatuba e Porto Alegre.

De cima para baixo, cidades

ameaçadas pela suposta 

propaganda

subliminar vermelha:

Winterthur (Suíça),

Bristol (Inglaterra) e

Madison (EUA)

Santaella parece confundir os conceitos de sinalização, informação e comunicação. Não por culpa do criador da Semiótica Charles Peirce (cuja eminente professora da PUC é no Brasil um dos seus maiores divulgadores), mas provavelmente pelo mix demonstrado por Santaella entre a chamada “síndrome de vira-lata” e o conservadorismo de uma classe média paulistana abraçada ao seu grande símbolo de consumo: o automóvel.

A Semiótica de Santaella parece se escandalizar com pessoas que acreditam viver “em plena Amsterdã”, como acusa com indignação. Intelectuais da USP e da PUC viveram a carreira inteira com os corações e mentes voltados para os EUA e Europa. Afinal, desses lugares vieram as teorias mais caras que se transformaram em dissertações, teses e artigos que pavimentaram suas ascensões acadêmicas. Muitos deles às vezes se veem como que exercendo uma missão civilizadora em um país atrasado de Terceiro Mundo. Mas de repente, ver esse país querendo aplicar estratégias de mobilidade urbana como fosse “em plena Amsterdã” pode ser demais para uma taxonomia onde cada coisa tem um devido nome e está em seu devido lugar.

Semiótica e Neurociência

Outra coisa que chama a atenção no súbito ativismo digital de Santaella é a aproximação da Semiótica com uma discussão neurocientífica sobre cores e impacto no sistema nervoso central. Novamente, a confusão entre sinalização, informação e comunicação: nem na fenomenologia peirciana da primeiridade há preocupações subliminares com cores. Para Peirce o sistema nervoso é estimulado simultânea e diversamente, resumindo tudo em um elemento, assim como muitos sons são reduzidos a um acorde. Fazemos uma apreensão sintética da diversidade de dados. Para Peirce, percepções são conclusões, e não impressões.

>>>>>>>>>>Leia mais>>>>>

71 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AlvaroTadeu

- 2014-09-22 00:37:17

Doutora Santaella, trocou o velho Chivas por whisky falsificado?

Eu não quero crer que para ser professora de Semiótica precisa ser semi-idiótica.

Alan Souza

- 2014-09-21 23:03:49

Explique então pra gente

Na PUC não são todos que pensam assim. Mas também não são uma minoria, certo?

Eduardo Condé

- 2014-09-20 00:05:08

"intelectual"de quintal conservador

É uma vergonha alguém assim, mesmo longinquamente, ser denominado intelectual. I.D.I.O.T.A.  é am elhor qualificação. Seria mais simples a pessoa assumir com brevidade sua posição política e encerrar suas desculpas de péssima qualidade. A declaração ficaria bem em sócios da idiotia como Roger ou Constantino. Não se espera isso de uma pesosa que até pode ser orientadora de pós-graduação. Lamentável 

zegrilo

- 2014-09-19 02:30:34

Semi - ótica?

Meu Deus, ainda tem gente que acredita nesse embuste? Semiótica, isso é para otários que acreditam nessas coisas ridículas e sem sentido algum...e para espertalhões que acumulam cátedras e grana em nossas pobres (ou ricas) Universidades. Sempre com Bolsas. Embusteiros, esse é o nome. Professora na PUC? Lembrei-me da Zezé Macedo, a comediante,   como a aluna da PUC no programa de Chico Anísio. Era muito mais divertida. 

romu

- 2014-09-19 02:00:44

Lamentável o nível de nossos acadêmicos

Lamentável a tal acadêmica. Isso sim, é de matar o brasileiro de vergonha. Uma professora universitária de uma das mais prestigiosas universidades do país implicar com um padrão internacional de sinalização regulamentado pelo CONTRAN é extremamente constrangedor. Com a palavra os seus alunos. É para isso que pagam a universidade???

Kawazaki

- 2014-09-18 14:16:13

As ciclovias paulistas já nasceram vermelhas na gestão Kassab...

Marcos Antônio

- 2014-09-17 22:52:02

O PIG conseguiu...A

O PIG conseguiu...
A Esquizofrenia agora é ENDÊMICA em todo nosso Brasil...
Esse MICO vai durar a VIDA INTEIRA...
A ciência que ela dizia que fazia perdeu em lucidez...
Nem cerra, nem FHC serão solidários nesta dolorosa hora...

José Eduardo de Camargo

- 2014-09-17 20:28:13

O caso é de internação...rs.

O caso é de internação...rs.

Marta Moreira

- 2014-09-17 16:09:54

Sou aluna da puc e nem todos

Sou aluna da puc e nem todos pensam assim, o que também explica mta coisa. Não generalize!

João Marcos Marinho

- 2014-09-17 15:07:12

Nova colunista da Veja!

Com este comentário ela abriu novas frentes em sua carrera: colunista da veja ou dividir a bancada do Roda Viva com o Marcos Villa...

Murdok

- 2014-09-16 17:56:30

Que viagem!

Que viagem!

Duke de Vespa

- 2014-09-16 14:49:33

Semiótica: mais um blablablá merdoso

Depois de estudar semiótica na Fatec-SP por um semestre, e testemunhar o baixo nível das aulas e da professora (aluna de mestrado da tal Lúcia Santaella), e agora, depois de ler esse texto, só posso concluir que semiótica é uma empulhação (burguesa). É só mais um blablablá merdoso poluindo nossos ouvidos...

Sei que talvez o problema não seja a semiótica. Mas sim, as inclinações reacionárias dessa senhora. Pelo jeito ela quis recorrer a sua autoridade acadêmica para legitimar seus preconceitos de classe média. No entanto, “essa análise” estapafúrdia da Santaella não deixa de levantar suspeitas quanto a credibilidade dessa ciência.

Ismael RS

- 2014-09-16 14:44:32

Comeu coisas estragadas!!

Essa mulher comeu muita coisa estragada esses últimos tempos. Acho que devia ter muitos fungos "semióticos" no meio do rango dela pra falar tanta besteira em um post só. Coitados dos alunos dela, essa tá perdidinha nos delírios semióticos...Inacreditável!!! Deve estar morrendo de vergonha da merda que ela falou!!

Geraldo Bresciane

- 2014-09-16 12:48:52

ciclofaixa

Quem diria?! Rodrigo Contantino fazendo escola, influenciando até professores da velha PUC! Ventos mais arejados já sopraram para os lados da Rua Monte Alegre. Seria cômico se não fosse trágico! Vai ficar difícil levar a sério, daqui para frente, o discurso desta senhora.

Ninguém

- 2014-09-16 12:34:16

A culpa, claro, é da

A culpa, claro, é da Coca-Cola. Criadora do maior símbolo do comunismo lulo-petista internacional: Papai Noel!

VictorLeo

- 2014-09-15 20:50:24

Não fica vermelha???

Não fica vermelha porque isso seria propaganda subliminar do PT!!!

Marcus A

- 2014-09-15 16:48:47

Essa aí aprendeu com o

Essa aí aprendeu com o Constantino.

Carlos Alberto Alves Marques

- 2014-09-15 15:16:35

Nem ela é santa, e sua

Nem ela é santa, e sua atitude mostra que a luz não percorrre o signo do prenome Lúcia.

Carlos Alberto Alves Marques

- 2014-09-15 15:06:42

Por falar em semiótica, a

Por falar em semiótica, a atitude obscurantista da eminente professora Lúcia Santaella nega os signos que percorrem seu nome. Seu obcutantismo indica falta da luz que poderia ser associada ao prenome Lúcia e nada indica que ela seja santa  significada em Santaella.

Irleidy

- 2014-09-15 04:04:24

Ela e da PUC, não da USP. O

Ela e da PUC, não da USP. O que também explica muita coisa.

Laudino

- 2014-09-15 03:40:00

Cara, logo logo vão dizer
Cara, logo logo vão dizer que a cerveja haineken e a texaco fazem parte do complo petralha. Já viram aquelas enormes estrelas vermelhas?

nosde

- 2014-09-15 01:35:32

Esta professora apesar de

Esta professora apesar de idiota está muito certa, e a coisa é muito mais séria, nos semáforos a coisa é muitíssimo mais grave pois somos obrigados a prestar atença neles, e lá está aquele círculo vermelho colocado pelo PT para subverter a ordem, corromper a família, pois está provado que quando uma pessoa fica olhando por algum tempo aquela luz vermelha ela emana vibraçoes que fazem acabar água na cidade, faz afundar buracos de metrô, e por incrível que pareça, faz com que empresas honestas procurem politicos honestíssimos para formarem cartel e roubar dinheiro público e tambem fazerem um rol tal qual a lista de furnas . . . . . . Cara, dizer que uma coisa destas é responsavel por cursos universitários . . . Tem razão, a educação no Brasil está um caos . . . . . .

Antonio Carlos Silva - RJ

- 2014-09-14 23:53:22

Essas "educadoras" tucanas .....

Nesta entrevista ela elogia a televisão brasileira .

[video:http://youtu.be/xxkVFtNGKa4]

alessandroduarte

- 2014-09-14 22:54:10

hahahahaha... o mundo está

hahahahaha... o mundo está virando um hospício. Um bom livro que tenta explicar esse fenômeno é: Going to extreme de Cass R. Sunstein

 

Tem uma tradução para o português cujo título é: A era do radicalismo

Ana Dias

- 2014-09-14 22:16:42

 

 

leonidas

- 2014-09-14 21:54:37

Acho legal as ciclo faixas

Acho legal as ciclo faixas destacadas em vermelho.

essa senhora ta viajando na maionese... 

fabio GM

- 2014-09-14 21:15:26

Não

não da para criticar muito essa professora quando o proprio blog e ate mesmo o nassif ja entraram nesta onda de semiotica onde qualquer coisa que saia na tv era propaganda da direita ou de um ou outro partido politico.

No mais eu ri muito com comentarios de pessoas que viam chifre em cabeça de cavalo e asa em cobra, E agora tambem rio muito com essa professora.

Jair Fonseca

- 2014-09-14 20:40:22

Trocadilho semiótico: Santa, ela?

Santa, ela? Parece mais uma antipetista daquelas! Que vergonha, para alguém com certo renome nos estudos semióticos no Brasil. E ainda presta um desserviço e tanto à importante valorização do ciclismo!

Lucinei

- 2014-09-14 19:31:12

Poise, beto. Mas a maluquice

Poise, beto. Mas a maluquice de classe, a mesma que eles apontam nos outros, os cega.

Esse pessoal já passou do ponto há muito. Tudo que eles acusam ns outros é o que eles fazem. A última é que o pt, sim, o pt que está promovendo uma campanha de ódio.

O Jessé de Souza acerta em cheio do ponto de vista sociológico. Mas pra esses casos individuais o buraco é bem mais embaixo.

Free Walker

- 2014-09-14 19:22:54

Olha quem esta falando....

Eu até ri lá embaixo. Mas  convenhamos, Wilson Ferreira é  campeão mundial, tri medalhista olímpica em achar, através de sua minguada semiótica, cabelo em ovos ou chifres em cavalos, como queiram....hehehe

 

Lucinei

- 2014-09-14 19:04:19

hahahaha, excelente! Como diz

hahahaha, excelente!

Como diz aquela outra frase: "quem rasteja não enxerga horizontes".

Mas, falando sério; sério mesmo: esse pessoal está ficando ma-lu-co. Não teve o outro lá que enxergou na logo da copa o 2014 em vermelho como propaganda do pt, pt, pt!

Agora estão até enxergando "campanha de ódio" do pt. É isso aí: DO pt.

Já mencionei aqui outras vezes: tudo que esse pessoal acusa nos outros é o que eles fazem. Esse ée o segredo da cavalaria.

Pra mim, aliás, é a prova definitiva que marina mudou de lado. É mais que olho grande no poder ou ressentimento por ter sido preterida em relação à dilma; ela mudou de lado. O cérebro ainda está processando, por isso esses delírios de se achar por cima. Um perigo...

E a neca banqueira, falsa, só se aproveitando dela... Uma pena a marina se prestar a ser o avatar dessa turma.

 

Nilva de Souza

- 2014-09-14 19:00:25

Um comentarista no facebook

Um comentarista no facebook dela falou que é ciclista, já visitou vários países europeus e a cor de todas as ciclovias é vermelha. Também disse que as ciclofaixas são melhores porque recebem o mesmo tratamento que as rodovias e o asfalto é melhor pra transitar de bike.

Pré Ocupado

- 2014-09-14 18:10:33

A pergunta que preocupa e não quer calar é ...

Quantos eleitores de formação universitária, boa situação, etc. tem "visões" (ou alucinações?!) assemelhadas?

Alguns educando e formando opinião!

Almeida

- 2014-09-14 18:01:33

Está escancarado na bandeira do reino daquela velhinha comuna:

Almeida

- 2014-09-14 17:57:11

Sempre desconfiei...

... dessas organizações do comunismo internacional.

 

Iara G

- 2014-09-14 17:14:24

A boa professora sempre prepara aula para falar de assunto novo

Se pesquisasse no código de transito do Denatran, iria ver o seguinte com relação ao uso de cores na sinalização:

Vermelha, utilizada para:– Demarcar ciclovias ou ciclofaixas;– Inscrever símbolo (cruz). Ponto e pronto. Não se exponha em rede ao ridículo. É isto que ficará marcado na sua história.

Ana Dias

- 2014-09-14 16:19:07

Malditos reis britânicos

Malditos reis britânicos comunistas e sua The Mall de asfalto vermelho!!! eu sempre soube! a rainha com aquela carinha nunca me enganou!!

Fora as cabines telefônicas vermelhas. E aqueles ônibus de dois andares? DOIS ANDARES VERMELHOS, meus senhores!!!!

 

Edemerson Aquino

- 2014-09-14 16:16:01

Medo!

Que medo!!! 

Aqui em Ribeirão Preto o governo municipal é do Demo... digo, Democratas. E as faixas de ciclovias também são pintadas de vermelho, o carro de incêndio do Corpo Bombeiros também é vermelho; Será que o diabo encomendou essas faixa daqui também? o HSBC, lojas Renner,Bradesco, lojas Americanas são vermelhos, a Ferrari é vermelha.  Isso é porque essa senhora é professora universitária. Será que a idiotice e a ignorância nela são maiores por isso??? Será que Silas Mala Falha pode salvá-la??? Tô com meeeeeeedo!!!

Luciano GM

- 2014-09-14 15:58:56

Bomba idiótica.

Tem dia que parce noite!

El Cid

- 2014-09-14 15:35:11

Olha aí o Manual Brasileiro

Olha aí o Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito, "fessora" !!

http://www.denatran.gov.br/publicacoes/download/manual_horizontal_resolucao_236.pdf

 

Florença - Itália:

 

Florianópolis - SC:

 

Cara Professora e Especialista Lucia Santaella: a troco de que para pagar um mico desses?

 

...talvez só a senhora sabe !!

 

 

 

 

 

 

Samuel Frison

- 2014-09-14 15:17:19

ciclovias

A Santaella viajou na "peirceana". Por isso prefiro a Chauí, generaliza, mas diz algumas verdades. Ah Santa, deixa o carro em casa e vai dar uma volta de bicileta, vai causar mais...E vai virar estrela, ah desculpe aí estrela lembra kkkk

Ataíde Coutinho

- 2014-09-14 15:09:07

tem gente que tem diploma mas não sabe nada . . .

Marly

- 2014-09-14 14:54:25

Delírios!

KKKK  !!!   Essa professora (?)  sofre de delírios!  Pobres alunos!!!!!

agincourt

- 2014-09-14 14:30:36

melancia semiótica

Lucia Santaella acabou de pendurar uma melancia semiótica no pescoço.

Pirou de tanto ler Pierce e agora fica procurando semiose embaixo da semiose embaixo da semiose embaixo da semiose...

Não sou petista, mas aí já é demais.

vera lucia venturini

- 2014-09-14 14:30:20

A professora tem razão. O

A professora tem razão. O lulopetismo caminha para se tornar uma ditadura no país dentro de um movimento que no plano internacional enquanto América Latina encontramos a ideologia do bolivarianismo senão vejamos: nos semáforos qual a cor que nos faz parar e fixar a atenção de forma a intoxicar nossos neurônios? É o vermelho, esta cor ideológica que arrebata os nossos sentidos. Já na cor verde, este matiz que poderia nos trazer lembranças calorosas de árvores amazônicas somos obrigados a passar correndo.

O diabólico na cor vermelha é que adquire vida e nos dias de hoje se infiltra em símbolos do capitalismo ocidental, quiça neo liberalismo, pois qual é a cor mais marcante do Macdonald's senão o vermelho? E o banco Bradesco com que cor nos apresenta seu símbolo principal? Está tudo tomado.

Gabriel Braga

- 2014-09-14 14:21:03

Paranóia

Não sou especialista no tema,mas isso não é semiótica e sim paranóia.

Carlos Filho

- 2014-09-14 14:16:57

Kassab

Agora descobri qual é a verdaeira ideologia do Kassab: as ciclovias que ele implantou timidamente em Moema, por exemplo, eram igualmente vermelhas. Esse senhor não passa de um arquicomunista devorador de criancinhas e de mulheres indefesas e de homens pouco esclarecidos. Devemos essa grande descoberta a essa mestra lá da PUC, prêmio Nobel de estupidez para ela. Essa professora envergonha a PUC, não pela sua posição política, que não pode ser privada de tê-la, mas pela sua obtusidade.

Felipe Rubro Negro

- 2014-09-14 14:16:16

Ciclovia, Papai Noel e Coca-Cola...

A opinião da professora da PUC/SP, Sra.Lúcia Santaella, nos leva a crer que Papai Noel, Coca-Cola, o time do Internacional (RS), do América (RJ), os ônibus de dois andares de Londres, as Ferraris e as placas de "Pare" são na cor vermelha por serem propagandas subliminares petistas. Embora, todos possam expressar sua opinião como bem entendem, seria possível a Sra.Lúcia ser mesmo professora?

Jesus Baccaro

- 2014-09-14 14:05:08

Parece mesmo!!! KKKKKKKE a

Parece mesmo!!! KKKKKKK

E a pessoa nem fica VERMELHA de publicar algo assim.

Dá pra ver porque a USP está na situação que se encontra!

JbMartins

- 2014-09-14 14:03:47

Ferramentas

Esta professora sabe tudo, esta foi a tatica que o PIG e sua Diereita vem usando no Brasil há mais de 50 para despolitizar o Brasileiro.  A tática do subliminar, manipular, mentir, julgar e condenar reputação e jogar os holofotes nos poderes constituidos para viver nos beneficios, uma elite cheirosa, não suporta o pessoal da rodoviaria no aeroporto, agora não suporta ao lado de sua BMW um ciclista.

Rogerio Zanuto

- 2014-09-14 13:47:26

Caraguatatuba

Em Caraguatatuba as ciclofaixas são pintadas de vermelho. Prefeito atual PSDB reeleito. Anteriormente era um prefeito do DEM. E Antes dele o mesmo de hoje que já era do PSDB. E essa professora? Éde que pertido? kkkkk

Ivan de Union

- 2014-09-14 13:41:30

Ja disse, ja disse!  Marina

Ja disse, ja disse!  Marina eh um desastre sem esparadrapo na boca!  Avisar eu avisei, ninguem me esc...

Oh?

Eh outra pessoa?

beto

- 2014-09-14 13:27:45

como pode uma pessoa com

como pode uma pessoa com pós-doutorado (segundo lattes da moça, feito com bolsa) publicar algo sem se preocupar em verificar a informação antes? existe um código internacional que determina o vermelho para ciclovias e ciclofaixas.

Sr. joao

- 2014-09-14 13:11:26

Que me perdoem

Que me perdoem os burros(animais),mas,se voce der um diploma para ele de professora de semiotica,ele vai continuar a ser chamado de burro.Simples,assim. 

Flavio Galib

- 2014-09-14 13:07:28

Má-fé (professora?)

Pelo currículo apresentado no post  "(titular do Programas de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica e Tecnologias da Inteligência da PUCSP e autora de diversos livros adotados em inúmeras faculdades de comunicação pelo Brasil afora)", não me parece que a professora seja uma profissional sem qualificação técnica, sendo que esta poderia ser resolvida com estudo.

O texto extraído do seu facebook expõe uma qualidade muito pior: a má-fé.

Como cidadãos, somos livres para fazermos nossas escolhas, mas um profissional ético, principalmente um professor, que é referência para vários alunos, não pode propositalmente distorcer conceitos técnicos para atingir objetivos pessoais: o de falar mal do PT, neste caso (ou outro partido/assunto qualquer).

Para esta profissional falta qualificação, e não é a qualificação técnica. 

Lau Mendes

- 2014-09-14 13:07:20

Voto daltônico

'Tese daltônica' . Torcedor do Flamengo vota no PT desde criancinha e daltônicos(10%pop.) cfe. o grau, votam no partido VERDE ou PSDB ?  A subliminar no caso é, talvez em grau elevado, nada mais que um sinal convencional de alerta e para outros poderia funcionar tal como para a dita professora : 'cuidado, não toque, não se aproxime e principalmente no caso dela, não vote no PT... e ela é professora, putz !

José de França

- 2014-09-14 12:38:16

Só agora fui entender a

Só agora fui entender a palavra ´´semiótica´´.

 

Vem de ´´semi-ótica´´.

 

É uma área de conhecimento voltada para caolhos cognitivos. Visão mental parcial.

 

Como sugestão para os interessados na ´´semi-ótica´´, vai um tema para investigações mais aprofundadas sobre a relação do vermelho das ciclofaixas com o preto do asfalto:

Hipótese de trabalho: o preto do asfalto representaria a indústria do petróleo.

Que é comandada pelo PT = Comunistas.

Por isso as ciclofaixas (em vermelho) estão lado-a-lado do asfato em preto.


CQD!

Agora só falta chamar o Pinky e o Cérebro para fechar a equipe que vai dominar o mundo!

renato batisteli pinto

- 2014-09-14 12:32:11

Bem, HÁ! HÁ! HÁ! HÁ!

Bem, HÁ! HÁ! HÁ! HÁ! HÁ!!...so aptece-me gargalhar. Coitados dos alunos da dita professora. Ah, sim!....Aqui em Lisboa o Diabo andou a fazer suas malabarices vermelhas patrocinadas pelo PSD,, atualmente no poder, que se deicou também encantar pelo vermlho - teria o PT comprado essa aprovação? ou terá sido o PCP/ - e tascou a maldita cor por todas as ciclovias da cidade. Como dizem por cá: Por amor de Deus!

Domenico

- 2014-09-14 12:29:59

O que estarrece é ver uma

O que estarrece é ver uma pessoa com uma visão tão tacanha a ponto de demonizar uma cor ocupar a função de professora  de uma das mais importantes  universidades do país.

Cuidado professora, os " vermelhos" estão ao seu lado. O Site da PUC/SP faz propaganda escandalosa de um livro de capa vermelha " Brasil Nunca Mais"  que teve o decisivo apoio de um cardeal "vermelho" , D. Paulo Evaristo Arns.

Ugo

- 2014-09-14 12:25:53

um diploma não elimina a ignorância

Nas Missas de hoje os paramentos são vermelhos de acordo com a liturgia, portanto....

Free Walker

- 2014-09-14 12:15:11

No desenho da bicicleta

No desenho da bicicleta grafada no vermelho PT, submilinarmente vi uma foice e um martelo....hehehe

atenir

- 2014-09-14 12:12:43

Se essa professora é a maior

Se essa professora é a maior "especialista em semiótica" da PUCSP, fico com pena dos alunos dela. Espero que não sigam essa debiloide...

Silvio Torres

- 2014-09-14 12:09:04

Essa tem toda a chance de ser

Essa tem toda a chance de ser contratada pela minha empresa aqui de BH como consultora. Qualificações não lhe faltam..eh he. 

Francy Lisboa

- 2014-09-14 11:55:02

Hahahaha

 

Uma das coisas mais divertidas é ler  essas sandices de 'comunização", etc. A oposião emburreceu tanto que  hoje gera frutos mais do que cômicos.

João Maria Fernandes de Sousa

- 2014-09-14 11:40:24

Caraca!!! Viu Haddad, até

Caraca!!!

Viu Haddad, até especialistas em semiótica já manjaram teu plano maligno: hipnotizar com esse vermelho diabólico milhares de ciclistas em Sampa, levando-os como zumbis a votar em Padilha e Dilma no dia 5/10/2014... ô “poste” experto esse rapaz

Vantuil Barbosa Filho

- 2014-09-14 11:35:36

ela é professora?

coitados dos seus alunos, imagina!!! Talvés isso explica porque os tucanos estão a tanto tempo admnistrando São Paulo, coisa de louco. "Acorda São Paulo!!!"

MarFig

- 2014-09-14 11:24:15

Aqui em BH são vermelhas

Aqui em BH são vermelhas também. Prefeito Lacerda que apoia Aécio.

Sbcampello

- 2014-09-14 11:22:27

Caiu no ridículo

Entre os de minha comunidade de designers já caiu no ridículo. Alguns lamentando, oitros surpresos, mas todos levando a análise da pesquisadora nem um pouco a sério.

Marianne

- 2014-09-14 11:09:14

Suposto Engano

Quando comecei a ler o artigo, voltei ao início da página, pensando estar no site do Professor Hariovaldo.

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2014-09-14 11:06:43

O céu é azul e, portanto, faz

O céu é azul e, portanto, faz propaganda descarada em favor dos tucanos. A professora da PUC não notou isto porque tem seus olhos pregados no chão? Ha, ha, ha...

Gilberto Cruvinel

- 2014-09-14 10:56:05

Ciclofaixas em Sorocaba são vermelhas

Sorocaba, a 100 km de São Paulo, nunca foi governada por um prefeito do PT. Há mais de uma década que o PSDB dá as cartas na cidade. Nenhum morador fica estressado pelo fato das ciclovias serem vermelhas.

Semiótica de buteco

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador