Promotor esculhamba os vereadores de Osasco SP

Ha algum tempo a grande imprensa noticiou uma operação policial na Camara dos Vereadores de Osasco. Vários vereadores foram presos a pedido do MP em razão de irregularidades que foram apuradas na instituição. 

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/12/06/vereadores-de-osasco-sao-presos-em-nova-etapa-da-operacao-caca-fantasmas.htm

Semana passada um membro do Ministério Público foi à Camara dos Vereadores de Osasco falar sobre: características da atividade legislativa (observância do princípio da legalidade e da impessoalidade); contratação  de servidores com e sem concurso público (direito administrativo) e; crimes de responsabilidade cometidos pelos edis. 

A fala do promotor é bastante ilustrativa. Mas ele não deixou de dar algumas estocadas nos vereadores em razão das práticas usuais que resultaram nos crimes apurados anteriormente. 

https://www.youtube.com/watch?v=TuC5_ieIYN4

O vídeo é longo, pois registrou toda a seção legislativa. A fala do promotor começa a partir dos 22 minutos do vídeo.

A normalização da atividade administrativa na Camara dos Vereadores de Osasco é absolutamente necessária. E em sua exposição o promotor foi pertinente e didático. Todavia, esperamos agora que os promotores comecem a fiscalizar seus próprios pares, pois muitos membros do MP estão ganhando salários acima do teto. 

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2016/12/quase-80-dos-membros-do-mp-sp-recebem-acima-do-teto-constitucional-452.html

http://justificando.cartacapital.com.br/2017/02/17/mp-sp-propoe-manobra-para-evitar-publicizacao-de-supersalarios/

As mesmas regras constitucionais que se aplicam à Camara dos Vereadores devem ser aplicadas ao Ministério Público. Os promotores paulistas tem alguma dúvida sobre isto?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora