PSL desidrata reforma da Previdência para atender policiais

PSL apresentou destaque para amenizar as regras de aposentadoria dos policiais, seguindo os passos do presidente

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O PSL de Jair Bolsonaro apresentou uma emenda nesta quarta (10) que desidrata a reforma da Presidência apresentada pelo governo. A ideia é amenizar as regras de policiais, seguindo os passos do presidente, que tenta acalmar a categoria que protestou no Congresso na semana passada.

Segundo informações do início da tarde de hoje, os líderes partidários fizeram acordo para patrocinar a emenda para que policiais tenham regras mais brandas. Há, além do destaque do PSL, outras 26 propostas de mudanças no texto da reforma que será discutido no plenário. A expectativa é de que a votação do texto-base comece ainda nesta quarta.

Para ser aprovada, a nova Previdência precisa de apoio de 308 dos 513 deputados – 60% do total. Depois do texto-base, entram em pauta os destaques.

Caro leitor do GGN, estamos em campanha solidária para financiar um documentário sobre as consequências da capitalização da Previdência na vida do povo, tomando o Chile como exemplo. Com apenas R$ 10, você ajuda a tirar esse projeto de jornalismo independente do papel. Participe: www.catarse.me/oexemplodochile

“Deverão ser votados também os destaques para que professores tenham regras mais suaves; para cobrar alíquota previdenciária sobre exportações rurais; para regras menos duras do que a proposta do governo no caso de pensão por morte; entre outros”, apontou a Folha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. São valentes apenas com o pobre, o trabalhador da iniciativa privada ja estuprado pela tal flexibilização das leis trabalhistas que segundo a mesma turma de cingressistas covardes estelionatarios geraria muito emprego.
    Agora, sem garantias trabalhistas, sem seguridade social, sem nada, irao trabalhar ate morrer.
    Parabéns ao pobre que elegeu salafrarios como seus represantantes.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome