PT espera volta de Marta para ser vice de Haddad ou Padilha, diz revista

A pergunta que não quer calar é: Marta aceitaria voltar ao PT para ser candidata a vice?

Jornal GGN – A última edição da revista Veja traz uma matéria sobre as articulações políticas voltadas para a eleição de 2020 em São Paulo e no Rio de Janeiro. E informa que Lula deu sinal verde para a volta de Marta Suplicy, e estaria discutindo a formação de uma chapa com a ex-prefeita como candidata a vice.

Marta entraria na chapa com Alexandre Padilha, que é o plano B do PT. O plano A é Fernando Haddad, mas de acordo com Veja, o ex-prefeito resiste em aceitar a missão de se candidatar ao Paço paulistano novamente. Em 2016, Haddad perdeu a tentativa de reeleição para João Dória. O candidato do PSDB estreou na política batendo Haddad logo no primeiro turno.

No Rio de Janeiro, Veja diz que a falta de nomes entre petistas levaria Lula a apoiar Marcelo Freixo (PSOL). Porém, na semana passada, durante entrevista ao jornalista Fernando Morais, do canal Nocaute (Youtube), Lula disse que estudaria a viabilidade de Benedita da Silva ou outro nome do PT.

O ex-presidente deixou o cárcere em Curitiba polarizando com Jair Bolsonaro e traçando a estratégia do PT para 2020. A ideia é lançar o maior número de candidatos pelo partido, e só apoiar postulantes de legendas aliadas em situações de segundo turno onde o PT não avançou.

Segundo a publicação, João Doria estaria articulando a filiação de Joice Hasselmann (hoje, PSL) ao PSDB. Joice seria a vice de Bruno Covas, com chance de assumir a cabeça da chapa caso o atual prefeito de São Paulo não possa concorrer à reeleição, devido ao tratamento de câncer. Com a jogada – difícil de acontecer, porque Joice almeja ser prefeita, não vice – Doria traria para sua raia o PSL pós racha com Bolsonaro, se fortalecendo para 2022.

Nesta semana, a grande mídia divulgou notas dando conta de que Marta estaria aguardando Lula “pacificar” o PT para retornar à legenda. A ex-prefeita saiu do partido sob críticos, sobretudo por ter apoiado o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

A pergunta que não quer calar é: Marta aceitaria voltar ao PT para ser vice?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora