Renan Bolsonaro e Ana Cristina, ex de Jair, se mudam para mansão de R$ 3 milhões

A mansão foi alugada por Ana Cristina, mas o valor não foi descoberto ainda. Na região de alto padrão, as mansões semelhantes à que recebe, desde junho, Renan Bolsonaro e sua mãe, estão custando, em média, R$ 15 mil de alugue

Jornal GGN – Reportagem de Juliana Dal Piva no UOL desta sexta-feira (27) informa que Ana Cristina Siqueira Valle e seu filho, Jair Renan Bolsonaro, se mudaram para uma mansão avaliada em 3,2 milhões de reais no Lago Sul, em Brasília, em circunstâncias curiosas.

A mansão foi alugada por Ana Cristina, mas o valor não foi descoberto ainda. Na região de alto padrão, as mansões semelhantes à que recebe, desde junho, Renan Bolsonaro e sua mãe, estão custando, em média, R$ 15 mil de aluguel ao mês.

Segundo a apuração, a casa pertence ao corretor de imóveis Geraldo Antônio Machado, que vive a 30 quilômetros do local, e uma residência mais simples. Ele afirmou à reportagem que comprou a mansão ocupada pelo filho do presidente Jair Bolsonaro e sua ex-esposa por cerca de R$ 2,9 milhões. Ele teria dado uma entrada de R$ 580 mil e financiado os R$ 2,3 milhões restantes no BRB, o Banco de Brasília. A instituição também financiou a mansão avaliada em R$ 6 milhões que foi comprada por outro filho de Jair, Flávio Bolsonaro. Nas contas de Dal Piva, se o corretor pagar as prestações do financiamento em dia, ele tem de desembolsar todo mês mais de R$ 14 mil.

A jornalista – que concedeu entrevista à TVGGN sobre a “vida secreta de Jair” e seu trabalho com temas ligados aos direitos humanos [assista abaixo] – presenciou Renan e Ana Cristina deixando a mansão nova, mas ambos se recusaram a dar entrevista.

Dal Piva investiga a vida do clã Bolsonaro há quase três anos. Ela frisou que Ana Cristina é peça central para compreender o envolvimento de Jair Bolsonaro no esquema das rachadinhas. A ex-esposa é investigada pelo Ministério Público por supostamente coordenar o esquema de desvio de recursos de gabinete na época em que chefiava o mandato de Carlos Bolsonaro no Rio. Fabrício Queiroz teria ascendido após a saída de Ana Cristina.

Ao longo do casamento com Jair, eles compraram 14 imóveis, alguns deles em dinheiro vivo. O patrimônio declarado chegou a 5 milhões de reais. Na separação, Ana Cristina abriu mão da guarda de Renan e ficou com dois terços do patrimônio.

Leia também:

+ Entenda a pechincha de Flávio Bolsonaro, na compra da mansão, por Luis Nassif

+ Jair é o “organizador” da rachadinha nos gabinetes do clã Bolsonaro: “está materializado”, diz Dal Piva ao GGN

RECOMENDADO:

0 Comentário

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador