The Guardian: Conexões de Bolsonaro com máfia do RJ são “comprometedoras”

"Críticos interpretam o ataque do presidente a jornalista como tentativa de desviar a atenção do escândalo em espiral envolvendo o filho Flávio", diz jornal

Jornal GGN – O jornal The Guardian afirmou em artigo que as “aparentes conexões” de Jair Bolsonaro com as milícias do Rio de Janeiro são “comprometedoras”, que o presidente da República faz ataques homofóbicos para tirar a atenção do caso Queiroz, mas que o escândalo “tem o potencial de causar sérios problemas.”

“Particularmente comprometedoras são as aparentes conexões, sugeridas pela investigação, entre membros da máfia do Rio e a família Bolsonaro”, afirmou o jornal, após o surgimento de novas informações do Ministério Público do Estado sobre a investigação envolvendo o filho mais velho, Flávio Bolsonaro.

“Um dos supostos envolvidos no esquema de corrupção de Flávio Bolsonaro é a esposa de Adriano da Nóbrega, ex-agente da polícia das forças especiais que atualmente está fugindo e é suspeito de comandar uma gangue de assassinos contratados, que um jornal brasileiro chamou de ‘mais letal do Rio'”, acrescentou o Guardian.

“Suspeita-se que membros desse grupo tenham participado do assassinato de 2018 da política do Rio Marielle Franco.”

É nesse contexto que Bolsonaro ataca um jornalista dizendo que ele uma cara “terrivelmente homossexual”.

“Críticos interpretam o ataque do presidente a jornalista como tentativa de desviar a atenção do escândalo em espiral envolvendo o filho Flávio.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome