Toyota anuncia R$ 11 bilhões em investimentos no Brasil até 2030

Tatiane Correia
Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.
[email protected]

Anúncio foi feito em evento que contou com a presença do vice-presidente Geraldo Alckmin; aportes de montadoras superam R$ 50 bi

Geraldo Alckmin, vice-presidente e ministro do Desenvolvimento. Foto: Valdenio Vieira/SEAUD

A montadora japonesa Toyota oficializou nesta terça-feira (05/03) um total de R$ 11 bilhões em investimentos no Brasil até 2030, sendo R$ 5 bilhões até 2026. Este é o maior montante investido pela empresa em solo brasileiro.

A oficialização ocorreu durante evento realizado na cidade de Sorocaba, onde a Toyota tem uma fábrica, e contou com a presença do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, que chegou a falar sobre o assunto em suas redes sociais nesta segunda-feira.

A estimativa da empresa é de geração de mais de 2 mil empregos diretos até 2030, 500 deles até 2026, e de mais de 10 mil empregos levando em conta os indiretos.

Os investimentos envolvem a promoção da descarbonização e novas tecnologias de eletrificação, com expansão da capacidade produtiva, novos veículos com tecnologia Híbrida Flex e um novo compacto produzido no Brasil.

Durante o evento, Alckmin falou sobre como o atual momento econômico do país tem sido mais atrativo para empresas privadas, e enfatizou algumas das diretrizes dos programas de reindustrialização do Brasil, pautados em inovação, descarbonização, exportação e competitividade e produtividade.

“O anúncio é uma demonstração clara da confiança em nossa economia”, disse o vice-presidente e ministro.

CEO para América Latina e Caribe da Toyota, Rafael Chang, parabenizou a equipe do governo federal “pela visão estratégica e discernimento ao considerar nas novas políticas industriais a relevância para o país do desenvolvimento da produção local de novas tecnologias automotivas”, afirmou.

Os novos investimentos se conectam a iniciativas de reindustrialização, como os programas Nova Indústria Brasil e Novo PAC, e se somam a investimentos recentes anunciados por outras montadoras, como a General Motors, BYD e Hyundai. Somando todos os anúncios de todas as empresas, são mais de R$ 50 bilhões estimados no setor nos próximos anos.

Em fevereiro, a Volkswagen anunciou um aporte de mais de R$ 9 bilhões no país até 2028, com foco em descarbonização, para lançar 16 novos veículos, incluindo modelos híbridos, 100% elétricos e total flex.

Leia Também

Tatiane Correia

Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador