Veto de Bolsonaro compromete agenda de Guedes

Presidente sinalizou veto à desindexação de salários e benefícios, uma das bases do pacto federativo articulado pela equipe econômica

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro decidiu suspender o programa Renda Brasil, ao mesmo tempo em que golpeou a agenda de Paulo Guedes ao sinalizar o veto à desindexação de salários e benefícios, item apontado como uma das bases do pacto federativo em negociação com estados.

“Até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família. E ponto final”, afirmou Bolsonaro em um vídeo divulgado em redes sociais, segundo informações do jornal Folha de São Paulo.

“Congelar aposentadorias, cortar auxílio para idosos e pobres com deficiência, [é] um devaneio de alguém que está desconectado com a realidade. Como já disse, jamais tiraria dinheiro dos pobres para dar aos paupérrimos”, disse Bolsonaro, em referência à ideia apresentada pelo secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, de congelar aposentadorias e pensões por dois anos como forma de reduzir despesas públicas, o que abriria espaço para um novo programa social.

Embora auxiliares do ministro da Economia tenham declarado que Bolsonaro não foi pego de surpresa, o presidente preferiu usar as declarações de Rodrigues para melhorar sua popularidade entre os mais carentes, o que gerou o debate em torno da demissão do secretário e pressão sobre Guedes, que tenta planejar a desvinculação do Orçamento e a desindexação desde que assumiu o comando da pasta.

 

Leia Também
O dia em que Bolsonaro viu que seu cobertor é curto
Demitido em janeiro, amigo dos Bolsonaros volta à Brasília
Líder do governo Bolsonaro é alvo de operação policial
Guedes reafirma boa relação com Bolsonaro e diz que “cartão vermelho” sobre o Renda Brasil não foi pra ele

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Entenda o novo 'Enem seriado'

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome