A Globo faz bravatas e chama o PT para conversar. O Partido vai recusar?, por Gilberto Maringoni

A empresa sempre negociou com governos – inclusive com os do PT - por trás dos panos e agora propõe um pacto à luz do dia. Esse tópico é particularmente importante.

A Globo faz bravatas e chama o PT para conversar. O Partido vai recusar?

por Gilberto Maringoni

O ex-diretor de redação e articulista d’O Globo Ascânio Seleme publicou no sábado (11) uma inteligente e provocativa coluna, intitulada “É hora de perdoar o PT”. Não faltam doses explícitas de arrogância ao longo do texto. Mas o sinal é inequívoco: a firma da família Marinho faz um movimento tático importante e chama publicamente a esquerda para conversar. A resposta petista até aqui tem sido despolitizada e pueril. Vamos aos detalhes.

Seleme não é redator ocasional. É figura de confiança da chefia e suas linhas têm o peso de voz oficiosa da Globo. Sua visibilidade não se iguala à de Merval Pereira ou à de Míriam Leitão, mas ele é inegavelmente homem da máquina.

CADA PALAVRA DO ARRAZOADO parece ter sido medida e pesada com cuidado. A abertura vai ao essencial: “Ódio dirigido ao partido não faz mais sentido e precisa ser reconsiderado se o país quiser mesmo seguir o seu destino de nação soberana, democrática e tolerante”. O essencial é o chamamento à legenda. A partir daí, Seleme corta afiado:

“Não há como uma nação se reencontrar se 30% da sua população for sistematicamente rejeitada. Esse é o tamanho do problema que o Brasil precisa enfrentar e superar. Significa a parcela do país que vota e apoia o Partido dos Trabalhadores em qualquer circunstância. Falo dos eleitores, não apenas dos militantes. Me refiro aos que acreditam na política de mudança do partido, não aos seus líderes”.

TACITAMENTE, O GLOBO RECONHECE a principal marca da esquerda, hegemonizada pelo PT. Ela representa um terço do país e não haverá entendimento para que se saia do abismo em que nos metemos sem levar esse imenso contingente em conta. O monopólio da comunicação parece constatar: ao contrário de 1964, quando se podia eliminar essa fatia da sociedade e dar curso a um projeto de desenvolvimento ditatorial, hoje, pelas transformações operadas no último meio século, isso não é mais possível. E a percepção de Seleme não é apenas quantitativa – o tamanho do segmento -, mas qualitativa: “Esse agrupamento político, talvez o mais forte e sustentável da história partidária brasileira, tem que ser readmitido no debate nacional”.

Leia também:  Haddad: Se STF chancelar abusos de Moro, golpe de Bolsonaro "já terá sido em parte consumado"

O jornal exibe suas condições para a aproximação. Aponta a existência de corrupção nas gestões do partido, mas a releva. “Claro que houve desvios de dinheiro público na gestão de Lula e Dilma, as provas são abundantes e as condenações não deixam dúvidas. Mas o PT é maior que isso. (…) Não é possível se olhar para o PT e ver só corrupção. O petismo não é sinônimo de roubo, como o malufismo”. Que pessoa sensata não concordaria com tais palavras?

O artigo segue, reclamando da “índole autoritária” do PT. E exemplifica: “A tentativa de censurar a imprensa através de um certo ‘controle externo da mídia’, de substituir a Justiça por ‘instrumentos de mediação’ em casos de agressão aos direitos humanos, ou de trocar a gestão administrativa por “conselhos populares”.

POR PARTES. Sobre comunicação, se algo pode caracterizar as gestões petistas é sua total rendição aos monopólios da mídia. Não apenas os governos dessa vertente destinaram bilhões em publicidade para a Rede (R$ 8,1 bilhões, para ser mais exato, segundo levantamento do site Poder 360), como em nenhum momento seu monopólio foi contestado. Ao contrário. Uma proposta de regulação do setor elaborada pelo ex-ministro Franklin Martins foi solenemente engavetada por Dilma Rousseff. Assim, é falsa a afirmação de Seleme sobre “tentativa de censurar” quem quer que seja. A história de “instrumentos de mediação” é delírio do jornalista e a criação de conselhos em órgãos públicos em nada colide com a Constituição.

Depois de reiterar o apelo colocado na abertura da matéria – “o ódio dirigido ao PT não faz mais sentido” -, o redator avança:

“Não pode se esperar essa boa vontade [de o país “seguir o seu destino de nação soberana, democrática e tolerante”] dos que carregam faixas pedindo intervenção militar e fechamento do Supremo e do Congresso, um grupelho ideológico, burro e pequeno que faz parte da base do presidente Jair Bolsonaro. Mas é bastante razoável ter esta expectativa em relação a todos os outros, sejam eles de direita, de centro-direita ou de centro”.

Leia também:  Por decisão do STF, delação de Palocci é retirada de ação contra Lula, comentário de Boeotorum Brasiliensis

E logo completa: “Não se pode negar que parte considerável do Brasil é de esquerda. (…) O país precisa se reencontrar logo para construir uma alternativa ao bolsonarismo, este sim um problema grave que deve ser enfrentado por todos. Perdoar o PT não significa abrir mão de convicções. Ao contrário, significa pavimentar caminhos pelos quais pode se chegar ao objetivo comum de paz e prosperidade”.

O TEXTO COMBINA INTELIGÊNCIA E CERTA ARROGÂNCIA. Perdão é conceito do moralismo cristão contrabandeado para a política. Implica a afirmação da superioridade sobre quem o concede em relação ao perdoado. Se a métrica for essa, Seleme espertamente construiu uma armadilha ao petismo. Aqui e não nas condicionalidades – todas no terreno da política – está o obstáculo colocado. A expressão dá razão aos petistas devolverem o convite com “o Brasil perdoará a Globo?”. Não são poucos os “pecados” da rede, desde a campanha contra Getúlio, nos anos 1950, a articulação do golpe de 1964, a sustentação da ditadura, a edição do debate Lula X Collor em 1989, a campanha pelo impeachment em 2015-16 e as jornadas pela condenação do ex-presidente, juntamente com a Lava Jato.

O PT também cometeu atentados sérios contra os trabalhadores e a democracia, em 2015-16. Perpetrou um estelionato eleitoral, provocou a mais funda depressão econômica em cem anos até então e dobrou os índices de desemprego em 15 meses. Não há santos – mais um galardão cristão – nessa história e – vale lembrar – política não se faz com mágoa.

Leia também:  Vídeo: Em ato falho, subprocuradora antecipa nova condenação de Lula

O fato é que responder à Globo com caneladas implica abstrair o peso do conglomerado na vida nacional e o recuo tático da família Marinho, implícito no artigo. A empresa sempre negociou com governos – inclusive com os do PT – por trás dos panos e agora propõe um pacto à luz do dia. Esse tópico é particularmente importante. E afirma abertamente: Bolsonaro levará o país ao desastre e não o tiraremos de cena apenas com os liberais. Precisamos de uma aliança à esquerda.

DESDE QUE O MUNDO É MUNDO, ninguém negocia coisa alguma sem contar vantagens ou colocar alguma bravata na mesa. A Globo já exibiu as suas e dirigentes e simpatizantes petistas acabam de dar satisfações às suas bolhas, simulando voz grossa.

Feitas as honras e aparências da casa, é uma boa hora de se entabularem conversações como gente grande. A situação do país é gravíssima para que cada um decida fazer marola ao invés de buscar saídas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

38 comentários

  1. O texto combina muita safadeza com uma arrogância ainda maior. Perdão só se justifica se houver reparação das males causados, muito maiores ao país do que ao PT. Eu não aceito carregar escorpião nas costas.

    50
    3
  2. Se o bolçodoria acabar com a globo e jogar uma pá de cal em cima, apesar da desgraceira reinante, já terá feito um ótimo governo!

    23
    4
  3. Há muito defendo este holofote para o PT, mas somente à partir do mea culpa da Globo. Somente assim, uma conversa seria válida.
    Globo (junto a midia inescrupulosa), lava-jato (parceria com Moro), congresso e suas facções (bala, boi, biblia e bola) , judiciário (com STF e tudo), FAAs (de chinelinho ou não), Sistema S (e seus empresários escroques), junto a excessiva tolerância de Dilma — sua insistência em tratar golpe com republicanismo foi letal — e do próprio PT (que deveria ter sido mais critico com dilma), são responsáveis pela barbárie que corroe o país e precisam expurgar de seus meios os personagens que bancaram ou se calaram ante esta ignomínia.
    Assumidas e saneadas/pagas as culpas, que se desenvolva um diálogo entre as forças progressistas em prol de um Brasil onde os caminhos da democracia sejam pavimentados com blocos sociais sólidos e todos, todos, tenham oportunidade iguais de desenvolvimento, à partir da verdadeira ordem e do verdadeiro progresso.
    Feito isso, a escória,.como a observada atualmente, não terão vez na sociedade.

    8
    4
  4. O resumo do texto do jornal da família golpista,em termos bíblicos, equivale a dizer que os romanos propõe perdoar Jesus por tê-lo crucificado.
    Tem razão o autor a propor conversa de gente grande. Se engana,no entanto, em caracterizar o grupo golpista como tal.

    25
    1
  5. O professor como mediador tem lado. Como diriam os portugueses que passaram de navio na costa do litoral sul da Bahia, muito depois de Porto Seguro: Abr’olhos. Abr’olhos.

    14
  6. É só a empresa mais corrupta do jornalismo brasileiro triscar o dedo para o PT que os jornalistas, autodenominados, mais à esquerda balançam o rabinho assanhados em alum acordo com esses farsantes?

    12
    1
  7. O texto é uma ofensa pública ao PT e à parcela da sociedade que o admira. Não trás, em sequer uma palavra, arrependimento pelas ofensas aos grandes líderes do Partido, em especial Lula, vítima de uma solerte campanha pilotada pela mesma Rede Globo, que culminou em julgamentos farsescos e sua condenação, para alijá-lo das disputas eleitorais. A realidade pura, simples, indiscutível e insofismável é que a vítima, o PT, não tem nada de reconhecer culpas por crimes de que foi acusada SEM PROVAS. A Rede Globo e suas acompanhantes na mídia hegemônica é que têm de pedir perdão ao PT e ao Brasil, pelo fosso em que nos jogaram. Cujo fundo, com a política de Paulo Guedes, que apoiam, será sem fim.

    14
  8. Já é o segundo articulista “progressista” em menos de cinco dias que diz da necessidade de o PT conversar com a Globo. Conversar com uma empresa que nunca quis conversa? Conversar com quem colocou boa parte da população contra seus presidentes eleitos democraticamente? Conversar com golpista? E golpista não só uma vez não. É bom lembrar para não esquecer: a Globo foi golpista em 1964 e em 2016. E durante todo esse período determinou como o país deveria ser dirigido. Como alguns gostam de dizer: “definiu pautas”. Conversar com uma organização que nunca olhou para o país e sim para seus interesses particulares? É bom lembrar para não esquecer: Globo e militares sempre foram, como dizia minha avó, “carne e unha”. No pós-ditadura (1964-1985), essa “dobradinha” foi Globo e governos, fosse qual fosse a cor da bandeira do governo. Conversar?

    14
    1
  9. O PT deveria aceitar as pazes da globo e depois que estiver de volta reconversa denovo, coloca os pingos nos is, democratiza a mídia e vai pra cima dos fakenews

    1
    6
  10. ERRAR UMA VEZ AINDA EU POSSO ENGOLIR, MAS DUAS, TRÊS VEZES É BURRICE!! AINDA NÃO APRENDERAM? SERÁ QUE PRECISA REENCARNAR O BRIZOLA PARA ENSINAR? A GLOBO NÃO COMEÇOU EM 2002. ESSE PRAGMATISMO FOI UM DOS GRANDES ERROS. NÃO SE LEVA RAPOSA PARA O GALINHEIRO. PQP!!!

  11. Fico pensando se, por acaso, tivesse ficado preso por mais de 1 ano ou se perdesse uma eleição, se perdesse a reputação e a credibilidade como cidadão, se até tivesse minha vida ameaçada por conta de alguém ou de algum grupo que conspirou, simulou, mentiu e trabalhou diuturnamente para me prejudicar como eu reagiria a um aceno de conciliação arrogante e que insulta sem preocupações.
    Se já tivéssemos vivido duas, três gerações pós golpe de estado talvez, talvez, os que foram atacados, presos, difamados nem estariam mais aqui e já seriam representados por seus sucessores. Nesta condição poderia até existir motivos para reaproximação.
    Mas quanto tempo faz mesmo que tudo ocorreu? Onde estão todos e todas que foram severamente prejudicados?

    10
  12. O PT deve negociar com a Globo para derrubar Bolsonaro. Não deve exigir autocrítica da Globo, mas negociar um novo chamamento da Globo sem acusações nem pedidos de autocrítica. E o PT ainda deve exigir um um tom mais humilde, respeitoso e com abertura a concessões. E, de preferência, em forma de editorial ou pela voz de Merval, Bonner ou Mirian Leitão. A Globo aceitará, pois está entre a cruz e a caldeirinha.

    Não é só questão de orgulho, mas tática política. É importante que os termos iniciais da conversa sejam respeitosos e de igual para igual, sem esse negócio de perdão, autocrítica nem acusações de autoritarismo e censura. O PT não pode entrar numa conversa em posição inferior, senão, ao tirarem Bolsonaro, ele entregou tudo e não recebeu nada.

    5
    4
  13. Acho curioso que os intelectuais progressistas, que condenavam o PT desde 2013. Tenham de um tempo para cá visto a necessidade do partido entrar na Frente Contra o Mito. Pessoas que apoiaram o Globo e outros canais de mídia a tentarem destruir o partido.
    Nesse caso, nesse tempo, parece que a Globo precisa do PT e não o PT da Globo. Algo inédito na história do Brasil. Defendo que o PT não converse e nem negocie com essa Hidra destruidora.

    • Tem uma turma que faturou alto em cima do antipetismo e, quer continuar. Para isso, vai fazer qq negócio, até posar de bom conselheiro pra, na primeira oportunidade gritar que o petê foi negociar com a Globo. Curioso é que são os mesmos que “fecharam” com a lavajato que, patrocinada pela Globo, pra destruir o petê, destruiu o Brasil. Quem tava com a Globo/Lavajato, até, agora, resolveu pular do barco pq viu o tamanho do rombo,no casco.

      Por mim, o PT segue seu curso e lança o máximo de candidatos que puder, ciente de que vai levar pau da Globo e de todos os que vinham faturando, politicamente em cima do antipetismo patrocinado pela Globo/Lavajato. Vai ser aquele papo de ain o PT não quer desistir de concorrer pra ajudar X ou ñ quer sair da frente pra eu passar com minhas super chances… ain mas o petê, num fez autocrítica.. o petê só que saber de eleição…. É o seguinte: Lavajato,Globo, MPF, TSE, STF,CiA,FBI, FFAA bancadas da bíblia, boi e bala, concluíram que a ÚNICA maneira de entregar o país destruído aos EEUU para que entrassem menos fragilizados na derrocada do ocidente, era destruindo o partido dos trabalhadores. Fizeram o que puderam e, não conseguiram. Agora, é daqui pra frente. que a Globo fique com seus aliados e quem escolheu estar com eles na trincheira,continue. A turma que ficou no muro esperando ver quem ganhava pra comemorar junto, volte pro muro e tente criar seu próprio exército para a próxima guerra que, certamente,virá. O PT SOBREVIVEU e tem muita luta à direita e à esquerda, pela frente. Quem quiser ajudar, ótimo, pra só faturar, não creio que será possível.

  14. Sinto-me pessoalmente insultada com esse pretenso perdão ao PT. Não é 1 questão de não conversar, mas de fazer 1 aproximação civilizada e de respeito . a Globo aknda acha que dá todas as cartas. É preciso mais tempo ainda para que purgue sua responsabilidade sobre o que estamos todos sofrendo, mais nós o povo do que eles.

  15. Entre os vários erros cometidos pelo PT foram os acordos com a elite brasileira, inclusive com a família que é proprietária dessa rede de TV e outras mídias.
    Essa rede de comunicação, golpista em 1954, em 1964 e em 2016 é uma das maiores responsáveis pela desgraça que se abateu sobre o país, na forma desse asmodeu que está na presidência.
    Querem conversar? Seria o caso de trazer FHC e Moro para um debate amigável com abraços e cafezinho?
    Há aqueles, como o professor Maringoni, que acreditam que algum acordo com a elite é possível e necessário. Seria se a elite brasileira não fosse o que é escravocrata, predatória e racista. A elite brasileira e isso a história ensina, não tem o menor respeito pela democracia. E o PT aprendeu isso da pior forma: quando não foi mais útil, levou um chute no traseiro!
    Assim é nossa mídia: a hipócrita Folha de São Paulo dizia que não houve ditadura e em editorial recente defendeu a ¨politica econômica¨de Paulo Guedes …. mas vamos perdoar e conversar. Como dizem os jovens¨: fala sério!!!

  16. O professor ao fim das contas, além de sugerir que hoje o PT (cujo massacre de anos, deu carona a muitos e outros do mundo da politica, sobretudo de 2013 em diante) vá lá “entabular conversações” enquanto ele, fica assistindo. O Brasil caminha para o abismo? Pois é. Analisemos os percentuais de votação no pleito que ELEGEU Bolsonaro. Todos sabiam quem ele era. Agora que vá o Pt novamente para o ringue? Assim fica fácil fazer politica. Ah! Gostei da ironia no ultimo parágrafo.

  17. …Perdoar a Globo soa tão ingênuo como perdoar um escorpião, acreditando que este possa mudar a sua natureza…
    .
    É tão conhecida a fábula do sapo e do escorpião atravessando o rio, que não precisamos repeti-la aqui para os amigos.
    A essa altura, todos devem ter compreendido a metáfora do título: a Globo é A GLOBO! O veneno do narcisismo doentio, perverso e incontrolável, que a faz DESTRUIR tudo e todos que a impeçam de deter em suas mãos a parcela considerável de PODER que detém há décadas, é simplesmente a ESSÊNCIA do “espírito da Globo”, é o MOTE de sua existência, seus objetivos oligárquicos. Só a FORÇA (e aqui não pretendemos adjetivar “que tipo de força”…) pode impedi-la de seguir sendo o que é, de seguir o caminho para o qual foi planejada, projetada e estabelecida no Brasil, como o maior e, de longe, mais poderoso grupo de comunicação a influenciar a sociedade brasileira.
    .
    Porque, se pensarmos friamente em “motivos”, “receios”, “ressentimentos”, qualquer coisa enfim que a família marinho pudesse usar como álibi para se engajar em um massacre tão virulento contra Lula e sua família, contra Dilma, contra nossa democracia, contra a própria civilidade da nação, experimentada em doses razoáveis nos dois governos Lula, (falando aí das instituições e da tolerância das pessoas com as ideologias contrárias às suas…), nós simplesmente NÃO ENCONTRAREMOS esse álibi, sejam falas, atos, programas de governo, radicalismos econômicos, absolutamente nada que pudesse ter sido visto de modo tão ameaçador, que justificasse enfim, o ódio virulento que a Globo inoculou nas elites e nossas classes médias contra Lula e contra o PT.
    .
    Gente como os irmãos Marinho, sentem-se, no Brasil, como os imperadores romanos se sentiam em Roma! Essa é sua índole, seu caráter, seu “direito natural mais íntimo”, lhes é inadmissível ver e permitir que um retirante nordestino “analfabeto e tosco”, lhes roube a glória do poder absoluto, tornando-se ele mesmo, Lula, “o cara”, admirado, celebrado e festejado em todo o mundo…..
    .
    Por trazerem em si mesmos NARCISISMOS DOENTIOS E PERVERSOS SEMELHANTES, nossas elites e classes médias brancas, abraçaram com vigor e paixão o “projeto do ódio e nojo contra o Lula”, projeto a que se dedicaram anos a fio, todos os dias, os grandes veículos de comunicação do Brasil, Globo à frente.
    .
    Fossem vivos, e estudassem todo o processo social havido no Brasil nos últimos vinte anos, Freud, Lacan, Jung, escreveriam algumas milhares de páginas, detalhando para nós, os leigos, as raízes de tanto ódio, tanto nojo, tantos ressentimentos (e até inveja!…) e desse NARCISISMO DE CLASSE, maligno, perverso, que domina a Globo, que domina as elites toscas brasileiras.
    .
    Fosse vivo igualmente, o grande Leonel Brizola nos lembraria: “Onde a Globo estiver, eu estarei do outro lado…”

    Perdoar a Globo?!?

    Haja inocência!…

    Joaquim Barbosa, Moro, Deltan, Bolsonaro, todos eles, peões descartáveis no grande jogo pelo poder….

    Os inimigos realmente PODEROSOS, são outros. E na linha de frente deles, a Globo!

    É para ser combatida com todas as nossas forças.

    Perdoá-la é incorrer no mesmo erro do sapo com o escorpião!

    • É isso, Eduardo!

      Gostaria de lembrar aos que adoravam apontar as alianças do PT – com partidos políticos, às claras, como deve ser para que se possa governar um “continente” do tamanho do Brasil,com contradições, tb gigantes – que, estiveram o tempo todo, aliançados,” por debaixo dos panos” com a LavaJato, numa tentativa,não muito honesta de vencer disputas com o adversário sendo seguro, mesmo depois de já sangrado.

      Pessoal gosta muito de posar de honesto, probo,limpinho&cheiroso,mas, pergunto, até onde é honesto simular uma disputa de igual para igual, qdo se tem consciência de estar entrando na arena para disputar com um adversário,previamente debilitado por seus aliados secretos. Surfar na onda antipetista não é estratégia política, é, antes,mau-caratismo e covardia. Bolsonaro, pelo menos, teve a decência de não fingir estar disputando, internou-se e saiu de cena. Sabia que havia sido alçado por essa “aliança secreta” que alçou muita gente, menos digna que continua tentando posar de combatente. Quem tem que conversar com a Globo é quem valeu-se do esquema dela para conquistar votos. Definitivamente,não é o Partido dos Trabalhadores.

  18. Do autor missivista
    .”A empresa sempre negociou com governos – inclusive com os do PT – por trás dos panos e agora propõe um pacto à luz do dia.”
    E diria, se o fazia por baixo dos panos por que nao agora? Nao aeria muita mais simples e comodo? Respondo por quem nao quer é a militância, a base fiel simpatizante votante e suponho 8 em cada 10 tem a mesma posicao. A globo é um entrave a democracia, é grande demais para ser aceita no jogo…e o politico de esquerda que aceitar isto , ficara na linha do traidor…

  19. É Sr Maringoni, se acredita mesmo que a crise de 15/16 deveu -se exclusivamente à um estelionato eleitoral (visão convenientemente simplista) então não me admira que venha aqui dizer que o PT tem que carregar o escorpião nas costas (como muito bem resumiu o Germano), estão propondo à luz do dia?? Como se já não estivessem com a armadilha pronta na meia luz logo mais adiante, quanta ingenuidade, faz-me rir.

  20. Eu diria WTC … deram guarida pro senador mineirinho safadão dar o Golpe. Aliás, puseram o malaco no colo e disseram: “vá lá mineirinho, faça o serviço, ferre o país, arrebente com tudo e a gente te dá o maior apoio”. Pois o senador maluquinho foi lá e fez o servicinho sujo junto com mordomo picareta. Matérias de 15/20 minutos defenestrando uma mulher que ganhou as eleições na URNA. Olharam e disseram: foda-se! Ferraram o país que agora está fudido, doente, sem grana, com a moral lá em baixo… Tudo por causa dos 3 Corninhos, proprietários da Globo. Mesmo com os cornos recheados de bilhões de dálares (segundo a Forbes) queriam mais. Bom, o país já está fudido na mão desta gente. Portanto, o que é umpeido pra quem já está cagado. Portanto, eu diria: “Marinhos WTC”. Vão curtir os bilhões de dólares que vcs juntaram ao longo destes anos. Se locupletem e depois coloquem um monte de doletas nos seus caixões. Levem a grana de vcs pro Zinferno… (desculpem a revolta!)

  21. O ilustrador e dublê de jornalista, diagramador e político, Gilberto Maringoni escreve um texto no mínimo equivocado sobre o “perdão” da Globo ao PT.Na sua análise, o ilustrador aproveita para tecer críticas ao partido que, sim, está sujeito a críticas, mas é interessante como alguns segmentos que se dizem de “esquerda” enxergam no PT um inimigo maior até do que a própria Globo.
    Ao falar da “maior crise nos últimos cem anos”, o ilustrador deveria ilustrar a sua matéria com dados que provassem essa afirmação questionável, para usarmos um termo eufemístico. Fala de desemprego nas administrações petistas de forma desonesta, pois foi nos governos Dilma/Lula que o desemprego altíssimo nos governos anteriores regrediu muito. Houve oscilações, reconhecemos, mas nada comparável aos períodos anteriores, do governo de Fernando Henrique, por exemplo. Nem vou mencionar a grande crise econômica e com desemprego assustador, que resultou em saques a supermercados e depredações nos estertores da ditadura militar (1983).
    Há na avaliação do senhor Maringoni uma ponta de má fé, de distorção dos fatos, ou para sermos mais exatos: de picaretagem pura. Quanto ao caso Globo, ela hoje procura se aproximar do partido, pois está perdendo verbas altíssimas de publicidade no governo Bolsonaro. Esta é a razão nua e crua. Não é por desejo de recompor a sociedade, esgarçada pelo avanço da extrema direita a quem essa mesma Globo tanto cultivou. Creio que o PT pode entrar, sim, num entendimento nacional para por fim ao Governo Bolsonaro e fazer uma transição. No entanto, para isso, é necessário que seja revista a prática até dos órgãos de imprensa durante o golpe que destituiu Dilma Rousseff.
    O PT teve muitos erros, senhor Maringoni, mas foi apeado do poder pelo que acertou. Pode ter sido pouco. Eu, como de esquerda, queria muito mais. Agora, esse pouco incomodou a classe dominante que articulou a desmoralização e derrubada do partido, numa ação muitas vezes à revelia da própria lei. E isso tendo apoio de muitos que se dizem progressistas. Equívoco dos equívocos é o artigo do Maringoni que, aliás, prima por se equivocar em vários campos onde mete o bedelho. Lembro de uma crítica, anos atrás, que ele fez sobre o projeto gráfico da extinta revista “Retrato do Brasil”. Todos esperávamos um projeto novo e sensacional dele para a revista e tivemos mais do mesmo: um projeto gráfico conservador, quadrado, chato. Em política também, ele também faz mais estardalhaço do que realiza. É bom ouvirmos essas opiniões, mas quero também deixar a minha de discordância total do artigo e recomendar ao ilustrador um pouco mais de humildade.
    Ele não está com essa bola toda.

  22. Os Marinho levantaram a bandeira branca para o PT pq estão com a corda no pescoço mas, infelizmente, ja deram provas amplas que não merecem confianca. Fazer qualquer acordo com eles é garantir que serão apunhalados depois de duas curvas da estrada, não são inimigos confiáveis. Ficarão na defensiva enquanto se sentirem em risco financeiro. Passado esse momento vao picar a mao estendida do PT, como ja fizeram antes, e o Lula sabe bem disso.

  23. Essa é boa, os novos salvadores da pátria, heróis segundo a Globo: Lula e Moro…
    Quem esses Marinho pensam que são?

  24. A Globo continua abraçada ao Governo de Jair Bolsonaro, se ataca o conservadorismo dos costumes, personificado em Jair Bolsonaro, apoia descaradamente o neoliberalismo de Paulo Guedes e CIA, numa mistura pouco produtiva de morde e assopra, não é assim que o conglomerado irá ajudar a derrubar o fascismo. Ajudou e muito a elegê-lo, conscientemente, escondendo fatos graves de sua sua trajetória, e ainda esconde. Qto ao PT, continua mais do que disposto a conversar, como sempre esteve, mas náo dá pra fazer um pacto com alguém q descaradamente está querendo jogar dos dois lados achando q assim vai garantir a vitória.

  25. Bolsonarco fez com a Globo, Record, Band e SBT tudo o que o PT nao teve coragem de fazer. Nem peitar a Globo, nem se aliar a seus concorrentes.

    Claro que a Globo esta com saudades dos bons tempos do PT. O que Maringoni esta dizendo e que e uma boa hora para discutir a relacao outra vez, e nao para fazer beicinho.

  26. Que gracinha!
    Esse papo tem aquele cheiro de naftalina do cristovam buarque e da marina silva. Carrega mais mágoa que discernimento. Que assumam primeiro terem feito o que fizeram, anulem o julgamento farsesco a que foi submetido Lula e o PT e peçam desculpas pelas mentiras que, inclusive integrantes de seu partido apoiaram, e depois veremos se merecem perdão e não o contrário!
    Desce do banquinho, Gilberto.
    (todos os nomes em minúsculas não são erros, são desprezo mesmo!!!)

  27. Confesso que estou confuso: então a Globo chama o PT para “conversar” de uma lado, enquanto do outro tenta cacifar Moro como o principal candidato à Presidência em 2022!?É isso mesmo!?E tem gente no PT que está “disposta” a conversar nestes termos!?Espero que estas pessoas estejam de quatro, pois é assim que elas têm de estar e, de fato, quem nasceu para capacho de capacho não passará!!!

  28. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome