Estranhos arquivamentos na Procuradoria Geral da República, por Frederico Rochaferreira

Estranhos arquivamentos na Procuradoria Geral da República

por Frederico Rochaferreira

O primeiro nome na lista tríplice para suceder Rodrigo Janot na Procuradoria Geral da República era Nicolao Dino, nome de preferencia da Associação Nacional de Procuradores e do próprio Janot1, mas a escolhida foi Raquel Dodge e na véspera da sua escolha, um fato chamou a atenção; o jantar do presidente Michel Temer com o ministro Gilmar Mendes2.

Ora, é sabido que tanto o presidente Temer quanto o ministro Gilmar Mendes, são críticos da Operação Lava-Jato, portanto, escolher alguém fora do círculo de Janot e menos “austero” para comandar o Ministério Público Federal, era de fundamental importância3, mesmo porque, pesa contra o presidente, acusações de crimes de corrupção4,5.

E assim, Raquel Dodge foi alçada a PGR com aval de nomes como José Sarney, Renan Calheiros, Osmar Serraglio, Torquato Jardim e Gilmar Mendes6.

A expectativa, portanto, sobre o nome da nova Procuradora Geral da República não era boa, fazia lembrar o antigo Procurador de Fernando Henrique Cardoso, Geraldo Brindeiro7, que ficou conhecido como o Engavetador Geral da República, que engavetou 242 inquéritos criminais que recebeu e arquivou 217.

Dos engavetamentos de Brindeiro, destaca-se a compra de votos no Congresso para a reeleição de Fernando Henrique Cardoso. Havia na época provas robustas denunciadas pela Folha de São Paulo, incluindo conversas gravadas, de como os parlamentares recebiam o dinheiro e de quem os pagava, mas Geraldo Brindeiro dizia não ver indícios de crime nas denúncias e nunca abriu inquérito. Foram 8 anos que Brindeiro blindou Fernando Henrique8.

E a expectativa negativa em torno do nome da nova Procuradora não demorou a se confirmar. Raquel assumiu a PGR em setembro e dois meses depois já arquivava a investigação contra o governador do Paraná, Beto Richa, (PSDB), acusado de ser o responsável pela agressão de professores e servidores estaduais na manifestação de 29 de abril de 2015, quando a polícia deixou cerca de 210 pessoas feridas9.

Leia também:  Hy-Brazil: viva a Revolução!, por Arkx

No mês seguinte, em dezembro, Raquel pede o arquivamento 24 inquéritos de uma só vez, a maioria envolvendo políticos do PSDB, PMDB e da base aliada do governo10. Ainda em dezembro, pede arquivamento do inquérito contra José Serra no Supremo Tribunal Federal, que era investigado por ter recebido cerca de R$ 20 milhões do empresário Joesley Batista para a campanha presidencial de 2010, dos quais, só declarou R$13 milhões à Justiça Eleitoral11 e em fevereiro, manda arquivar o processo que Romero Jucá, (PMBD) respondia por desvio de verbas e que tramitava no Supremo a 14 anos12.

Todavia, não só as ações práticas de Raquel Dodge, causam estranheza. Em Londres, onde deu uma palestra sobre “escravidão moderna”, a Procuradora Geral disse: “O Brasil experimenta o momento de maior estabilidade institucional desde a Proclamação da República”13, numa alusão ao caos político-institucional que o Brasil vive.

 

REFERÊNCIAS:

1.       http://g1.globo.com/politica/blog/matheus-leitao/post/nicolao-dino-e-o-candidato-favorito-de-janot-afirma-presidente-da-anpr.html

2.      https://exame.abril.com.br/blog/sergio-praca/por-que-raquel-dodge-nao-sera-engavetadora/

3.      https://exame.abril.com.br/blog/sergio-praca/por-que-raquel-dodge-nao-sera-engavetadora/

4.      https://oglobo.globo.com/brasil/janot-denuncia-temer-ao-stf-pela-segunda-vez-21823266

5.      http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/barroso-autoriza-inquerito-contra-temer/

6.      https://oglobo.globo.com/brasil/com-apoio-de-caciques-do-pmdb-raquel-dodge-favorita-pgr-21491010

7.      https://www.pragmatismopolitico.com.br/2012/05/engavetador-geral-do-governo-fhc-recebeu-dinheiro-de-carlinhos-cachoeira.html

8.     https://www.revistaforum.com.br/2014/10/20/provas-da-compra-votos-pela-reeleicao-de-fhc-eram-cabais-conta-jornalista/

9.      https://jornalggn.com.br/noticia/dodge-arquiva-investigacao-contra-richa-e-francischini-sobre-massacre-de-29-de-abril

10.  http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/12/1940199-dodge-alega-ineficiencia-em-inqueritos-e-dobra-pedidos-de-arquivamentos.shtml

11.   http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,raquel-dodge-pede-arquivamento-de-inquerito-contra-serra-no-stf,70002164386

12.  https://www.conjur.com.br/2018-fev-05/stf-arquiva-inquerito-juca-14-anos-investigacao

13.  https://www.terra.com.br/noticias/brasil/em-londres-dodge-diz-que-brasil-vive-o-momento-de-maior-estabilidade-institucional-desde-1889,71ad9ec62e619e190868c252ef501e5bsix732o5.html

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

17 comentários

  1. È absolutamente normal que o

    È absolutamente normal que o chefe de um governo indique quem o possa favorecer, é assim em qualquer Pais do planeta.

    Nos EUA o Presidente pode indicar TODOS os 79 procuradores federais, lá não há carreira e nem mandato de procurador federal, são 100% indicações politicas diretas do Presidente, do Procurador Geral , do chefe da Divisão Criminal do Departamento de Justiça, tudo isso é considerado perfeitamente normal.

    Trum demitiu o diretor geral do FBI porque este o estava investigando. Há exceção quanto ao procurador independente indicado pelo Congresso, esse o Presidente não pode demitir, mas acontece só em situações muito especiais.

    Até agora a Procuradora Geral tem favorecido em arquivamentos muito mais o PSDB do que o Governo e seus apoiadores.

  2. Ficha corrida

    Fica imaginando que cada indicado tem a ficha corrida puxada para futuras chantagens. Penso que Gilmar Mendes é especialista em encontrar fraquezas e explorá-las.

  3. Qual será a melhor solução?

    Não entendi como a PGR passou reter informação de interesse da PF. O caso das contas do Paulo que o delegado disse saber pela mídia (relatado pelo Gilmar) e a negativa inicial de quebrar o sigilo do Temer e o atraso de 2 meses pra PGR se manifestar mostram que pior que arquivar é o atraso e falta de compartilhamento de informação.

    O Barroso devia informar indicio de parcialidade e prevaricação ao CNMP?

    O CNMP juntaria todos os pontos?

    É pior pro país os conselheiros do MP verem dados  sigilosos?

    • Sem contart que esta vaca

      Sem contart que esta vaca velha abriu inqérito contra a senadora Gleisi e, inclusive pediu sua prisão, sem a menor prova de cometimento de crime por parte da senadora.

      Também mandou arquivar o proceso contra o serra(recebimento de R$ 34 milhões em propina com provas documentais) no mesmo dia em que o TRF4 condenava o presidente Lula(sem nenhuma prova concreta).

      Esta sem vergonha será pior que o brindeiro, o antonio francisco, o gurgel e o janot juntos.

      Nassif e Eugênio Aragão, vocês ainda têm alguma dúvida sobre o caráter desta mulher?

       

  4. Estavam incomodados?

    Janot era midiático, supostamente parcial. Mesmo assim  incomodou muita gente de todos os lados e todas as cores.No mandato da Dodge é que tudo isto aconteceu. Isto é só o começo?

    Contrariando pedido feito pela Polícia Federal, a procuradora-geral da República Raquel Dodge se negou a requisitar ao Supremo Tribunal Federal a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Michel Temer. Alegou que não há, por ora, el… – Veja mais em : Josias de Souza

    https://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2018/02/27/raquel-dodge-barra-quebra-de-sigilos-de-temer/

     

  5. HÁ SAÍDA INSTITUCIONAL PARA TODA ESTA SACANAGEM ?

    Que os que criticaram os rebeldes que entraram na “aventura” da resistência armada(guerrilha) ao golpe de 64 .

    FAÇAM  MEA-CULPA  !

  6. QUEM QUISER QUE COMPRE ESSE

    QUEM QUISER QUE COMPRE ESSE DODGE.

    Estranhos arquivamentos? Permita discordar caro articulista. A sensação que tenho é a de que tudo isso, é um descarado faz de conta. Ou seja, trata-se de cultivar um legalismo de fachada,  tão ao gosto de nossas elites de merda, fissuradas pela aparência.

    Quanto a preferência da Associação Nacional de Procuradores pelo nome alinhado ao bando do  Janot. Devo lembrar que, as indicações dessa corporação, foram convalidados pelo presidente Lula e pela presidenta Dilma. E, resultaram nas porcarias que todos nós conhecemos e, nem vale comentar.

    Estou seguro que para a população trabalhadora, tanto faz: seja esta senhora Dodge assim como, se fosse Chevrolet, Studebaker, Ford de bigode, ou Wolksvagem 4 portas, pelo que assistimos, dessa industria concurseira, diria Collor, só produzem carroça.

    Orlando

    • PREPOSTOS

      De fato, Orlando, essas indicações não são para pessoas ilibadas e de imenso saber jurídico. São apenas elementos ou peças de uma máquina, cuja nomeação já tem uma pré-finalidade, a fim de ajeitar as coisas para a maçonaria reinar (sim, porque é monarquista, não é democrata) livremente nos meandros da administração pública, política e justiça. Na vida privada, um maçom atua da forma que bem entender, pois é protegido e ininmputável.

  7. Dodge e Segóvia foram apoiados por aqui

     

    O curioso é que Dodge e Segóvia foram apoiados por aqui.

    Em nosso contexto, não há agente público confiável. Nenhum.

    O corporativismo é uma das marcas da classe.

  8. De onde nada se espera…

    Eu gostaria de saber se a ‘excelentissima’ PGR vai arquivar o inquérito contra a senadora Gleizi Hoffman? Ou a farra das gavetas e dos arquiavmentos so vale para os amigos e socios do rei ?

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome