Governo Bolsonaro: Virando o Fio, por Arnobio Rocha

O país se fragmenta, nenhuma reação da economia, a política rebaixada e sociedade civil desarticulada, tudo isso leva o Brasil ao abismo, uma ruptura mais profunda, se põe no horizonte, pois não há vácuo, nem solução negociada

Governo Bolsonaro: Virando o Fio

por Arnobio Rocha

A soma de todos os males que destroem qualquer governo, está acontecendo e de forma cada vez mais rápida no Brasil senão vejamos:

  1. Crise econômica crônica, sem plano de combate, sem iniciativa e sem perspectiva de melhora;
  2. Crise de desemprego massivo, derivada da economia em frangalhos, a miséria urbana e violência, se alastram;
  3. Crise política por falta de comando, sem articulação e com uma agenda extremamente rebaixada no dia a dia e com uma única proposta, a reforma da previdência, cheia de contradições que não une nem os defensores do estado mínimo.
  4. Crise jurídica e das instituições, com o intenso ativismo de um lado e um claro medo do STF de defender a Constituição Federal;
  5. Crise ética e cidadania, o debate de costumes, de desprezo pelo conhecimento e ciência. Intolerância religiosa e de comportamento.

Essa combinação explosiva pode levar ao acirramento do confronto aberto nas ruas e no campo.

A enorme frustração da horda de apoiadores desse governo medonho, torna mais violento e impedindo o diálogo.

A desarticulação e apatia, típica do refluxo dos movimentos sociais, primeiro, com a completa institucionalização, segundo, com a perda do governo, a base perdeu a confiança nos dirigentes envelhecidos e distantes da vida real.

Os partidos tradicionais, especialmente, PT e PSDB, perderam apoio, em alguns estados a diminuição de suas votações, cedendo espaço para uma base dispersa nomeadamente religiosa, conservadora que avançou em todo o país, mesmo no nordeste, onde o cento e esquerda ainda são maioria. No sul e sudeste, o PSDB, que venceu em São Paulo com um candidato de extrema-direita.

O país se fragmenta, nenhuma reação  da economia, a política rebaixada e sociedade civil desarticulada, tudo isso leva o Brasil ao abismo, uma ruptura mais profunda, se põe no horizonte, pois não há vácuo, nem solução negociada, com um governo sem cérebro, inteligência e compreensão do que é uma sociedade humana e civilizada.

A que horas vamos acordar?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora