Colômbia decide entre esquerda e direita populista

Eleitores votam no segundo turno eleitoral neste domingo; pesquisas apontam cenário de polarização – veja mais

Os eleitores da Colômbia vão às urnas neste domingo para decidir quem será seu próximo presidente: o senador Gustavo Petro, de esquerda, ou o empresário Rodolfo Rodríguez, ligado à direita populista – e apontado como “o Bolsonaro colombiano”.

As urnas serão fechadas às 18h, e as pesquisas de opinião divulgadas até o momento mostram empate técnico entre os candidatos, sem que nenhum dos dois abra uma vantagem mais consistente.

Existe a possibilidade de o país, considerado o mais conservador da América Latina, ser presidido por um nome de esquerda pela primeira vez na sua história, uma vez que Gustavo Petro terminou o primeiro turno com 40,4% dos votos válidos.

Além disso, a disputa também é a primeira em duas décadas em que não haverá um nome ligado ao ex-presidente Álvaro Uribe, o que é interpretado como rejeição popular ao sistema político colombiano.

Como lembra a CNN Brasil, a campanha ocorre em meio a uma série de protestos reprimidos violentamente pela polícia, além da grande reprovação do atual presidente, Iván Duque, e da volta dos atentados após o acordo de paz fechado com as Farc.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Leia Também

As estreitas relações entre maior cartel de drogas e política na Colômbia

Alvo de espionagem, Petro acusa governo colombiano de fazer “jogo sujo” para Rodolfo

Desinformação pedante sobre a Colômbia, por Gilberto Maringoni

Colômbia: Com mais de 8 milhões de votos, Petro dobra votação e enfrenta “outsider” no segundo turno

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador