Como a cartelização da mídia prejudicou São Paulo

Em 2005 houve o grande pacto dos grupos de mídia nacionais, seguindo o modelo do australiano Rupert Murdoch, trazido para o Brasil pelo presidente do grupo Abril, Roberto Civita.

Interrompeu-se a competição e definiu-se uma linha única de ação para todos os grupos, que consistia em uma luta sem quartel visando empalmar o poder político para facilitar a travessia para o novo padrão tecnológico que surgia.

***

O capítulo mais ridículo foi o da criminalização de um Ministro que se valeu do cartão funcional para adquirir uma tapioca.

O capítulo mais comprometedor foi a tremenda campanha negativa contra as obras da Copa, que acabou desmentida pelos fatos.

O país foi prejudicado de duas maneiras.

A primeira, pelo prejuízo às críticas fundamentadas que deveriam ser feitas às práticas do governo e acabaram trocadas por tapiocas e outras bobagens; a segunda, por ter desarmado totalmente a fiscalização sobre governos aliados.

***

Essa perda de foco jornalístico foi em parte responsável por dois dos maiores desastres da história de São Paulo: as enchentes no governo José Serra e a grande crise de água que se prenuncia no governo Geraldo Alckmin.

As enchentes destruíram cidades, alagaram São Paulo e, não fosse o trabalho dos blogs e das redes sociais, as causas jamais teriam sido divulgadas. A razão principal foi o fato de Serra ter cortado as verbas de desassoreamento do rio Tietê  ao mesmo tempo em que inflava as verbas publicitárias e as compras de livros didáticos da editora Abril.

A suspensão dos trabalhos reduziu em 30% a 40% a vazão do rio. Os compromissos políticos espúrios dos grupos de mídia barraram os alertas provenientes de técnicos e especialistas.

***

O mesmo ocorreu em relação ao problema da Sabesp. Durante todo 2014, os únicos alertas consistentes partiram dos blogs, porque os grupos de mídia se eximiram de sua responsabilidade.

Um dos momentos mais desmoralizadores desse neojornalismo foi a cobertura dada pela mídia ao uso do volume morto de água do sistema Cantareira. Uma medida de desespero, prenúncio dos problemas maiores que viriam pela frente, foi tratada como uma inauguração solene. “Foram distribuídos convites para convidados VIP, convidando “para o início do bombeamento da reserva estratégica de água para o sistema Cantareira. Os telejornais deram espaço nobre às palavras de Alckmin, à sua postura grave, mostrando como, graças à eficiência do governo do estado, o paulistano terá mais 6 meses rezando para as chuvas venham. Se não vierem, nem todos os caminhões pipa do país darão conta da tragédia”.

***

Se depender da maioria dos blogs militantes, não serão divulgadas críticas ao governo Dilma; se depender da atuação maciça dos grupos de mídia, não será veiculada nenhuma crítica ou denúncia contra governos e políticos aliados.

Ao pretender esmagar a blogosfera, sufocando-a com ações judiciais os grupos de mídia penalizam gravemente o direito à informação por parte do público.

O Judiciário precisa desinterditar o debate e ter coragem de discutir esse tema.

94 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Silviot

- 2015-01-17 10:45:37

O artigo desconsidera a
O artigo desconsidera a atuação da Carta capital, que tem feito muitas críticas ao governo Federal petista.

Carlos N Mendes

- 2015-01-16 13:37:35

Covarde sem nome

  Caro, poderia por favor ser mais específico? Para se chutar e cuspir tem que haver algo sólido, tipo, sujeito, predicado e tempo. Estou pedindo muito? Porque quem sequer tem coragem de colocar o próprio nome em seus atos é porque tem vergonha deles, correto?

Jorge José

- 2015-01-16 11:37:08

Até hoje, os investimentos do

Até hoje, os investimentos do país foi realizado nos estados do sul e sudeste, daí a dependencia dos sobreviventes do norte e nordesde do país. Deve mesmo ser um ódio grande, sobretudo pelo medo de haver uma reversão nesse processo. Já pensou se os nordestinos que trabalham no sul e sudeste tiverem como trabalhar e viver bem aqui no nordeste ?   

Eduardo RB

- 2015-01-16 02:02:00

Uma dúvida

Como será a rica aposentadoria de blogueiros da BLOSTA, quando essa cleptocracia que está aí concluir o serviço e não precisar mais destes valiosos serviços prestados à desinformação e desconstrução de reputações? 

Parabéns pelo excelente trabalho bolivariano. Hugo Chavez está orgulhoso lá no inferno.

Marcelo B

- 2015-01-16 01:33:43

Blogs

As grandes empresas de mídia sempre tiveram donos de direita, mas há algum tempo, havia colunistas de esquerda. Franklin Martins, Maria Kehl, Wanderley Guilherme dos Santos já deram opinião em jornal, revista e TV dessas grandes empresas. A partir de 2005, a esquerda foi gradualmente expulsa. Sobraram só os colunistas que têm opinião igual a dos donos. Daí que a principal atividade de militância de esquerda passou a ser falar mal das grandes empresas de mídia. Foi muito bom que tenha surgido blogs de esquerda que criticam a grande mídia. Por esses blogs, por exemplo, nós ficamos sabendo como algumas empresas, junto com alguns integrantes do STF, ajudaram a blindar Daniel Dantas. O problema de alguns desses blogs é quando eles negam/minimizam/relativizam escândalos dos quais políticos do PT fazem parte. Sempre escândalos análogos de outros partidos são jogados no ar para criar a ideia de "sempre foi assim, todo mundo faz". Ora, porra, se sempre foi assim, sempre foi errado. Se todo mundo faz, todo mundo está errado. Não é possível usar escândalos dos outros para passar a impressão de que tudo bem o PT fazer também. Se os blogs são petistas, eles deveriam ficar mais bravos ainda com os escândalos nos quais políticos do PT se envolvem. Temos que nos indignar mais, e não menos, quando pessoas que pertencem a uma organização com ideias parecidas com as nossas são pegas praticando pilantragem. Outro defeito de alguns desses blogs é que eles passam a ideia de que tudo no Brasil está lindo e maravilhoso, com exceção dos estados e municípios com governos do PSDB e do DEM. Em São Paulo o metrô está ruim, as escolas estão ruins, a segurança está ruim. Mas e nos estados com governador do PT? Tudo lá é um mar de rosas? E outro defeito: uma coisa é preferir as propostas do PT e opinar claramente a favor delas. A outra é ficar submisso ao marketing do partido. Foi correto os blogs criticarem as propostas econômicas de Marina. Mas repetir o palavrório de João Santana contra a Neca Setúbal e a comparação de Marina com Jânio e Collor, não é jornalismo crítico de esquerda, é apenas marketing partidário.

Mesmo com todos esses defeitos, algum contraponto é necessário para o pensamento único das seis grandes empresas (Globo, SBT, Band, Abril, Folha, Estado). Sem esse incentivozinho oferecido pela crítica produzida pelos blogs, talvez essas empresas tivessem tentado evitar falar dos aeroportos do Aécio durante a campanha eleitoral.

Jorge Leite Pinto

- 2015-01-16 01:21:49

O comentáro do mineiro acima

O comentáro do mineiro acima é uma mistura de bairrismo com provincianismo.

O problema é nacional, as redes de jornais são controladas e as matérias são idênticas em todos os jornais mais vendidos nos estados.

O controle atende a interesses externos, e o sujeito ainda se preocupa com futebol e bandeirinha de estado...

Ridículo.

Marcos Antônio

- 2015-01-16 00:17:27

Havia o medo do PT e sua

Havia o medo do PT e sua sanha comunista de confiscar casas e bens suados dos paulistas, inclusive dos mais humildes...

A propaganda é a alma do negócio...

Uma rede de intriga enganou quem estava disponível para ser enganado...

Já o PSDB vai tirando parte da comodidade oferecidos pela modernidade e levando a tranquilidade e o sossego e deixando em seu lugar falta de QUALIDADE DE VIDA!

Não consigo entender para que viver sobre pressão, violência, falta de bens primários numa vida que EXTINGUE com 60 ou 70 anos!

Gastar uma vida, uma existência para dar de comer e durmir ao PSDB e PIG?

Vale a pena viver para isso?

r. silva

- 2015-01-16 00:09:35

Apesar de seus comentários

Apesar de seus comentários não serem dos  mais estrelados, gostei  do seu,  porque esta faceta do voto paulista, aqui narrada,  é incrível: pessoas que não têm posses e vida das  classes mais abastadas votam com o mesmo discurso das elites abastadas e reacionárias, que não lhes prestam qualquer assistência, quer moral ou financeira, A explicação  é que ao votarem segundo às elites abastadas e recionárias sentem-se parte da elite, que, em verdade,  os rejeitam e menosprezam por serem pobres.

Sandra Saad

- 2015-01-15 23:48:00

O ódio e a soberba cegam mas

O ódio e a soberba cegam mas agora vai doer mais é o calorão que está fazendo em São Paulo e sem água, diz que até março vai secar de vez o Cantareira!!!

Sandra Saad

- 2015-01-15 23:47:54

O ódio e a soberba cegam mas

O ódio e a soberba cegam mas agora vai doer mais é o calorão que está fazendo em São Paulo e sem água, diz que até março vai secar de vez o Cantareira!!!

Sandra Saad

- 2015-01-15 23:45:43

O ódio e a soberba cegam mas

O ódio e a soberba cegam mas agora vai doer mais é o calorão que está fazendo em São Paulo e sem água, diz que até março vai secar de vez o Cantareira!!!

Paulo Sergio Ribeiro

- 2015-01-15 23:43:39

O brasileiro tem história mas não tem memória...

 Penso que há um ligeiro excesso de confiança no poder de informação das midias sociais e congeneres. O Brasil ainda vacila como um bebê tentando ficar de pé,quando se fala em democracia. Há apenas 30 anos saímos das garras do militarismo para saltar para o colo  da Nova República.

Estamos na segunda geração das redes sociais( a primeira foi o Orkut) e nossos jovens ainda não aprenderam as regras da boa redação e foram reprovados 500 mil estudantes segundo o Enem!

Então,como  a blogosfera e as redes sociais alcançará seus objetivos se o nível de educação fundamental dos futuros leitores decai drasticamente?

Acho que o cartel dos grupos de mídia e a militancia da situação seja o menor dos problemas.

Antonio Carlos Ferreira

- 2015-01-15 23:01:23

Campanha contra a mídia ou calar o pais

A mídia hoje é composta por grandes como Sr. Civita ou até você com seu celular com câmera, mas prefiro que denuncie que com meu dinheiro comeu uma tapioca ou que o custo dessa festa para poucos ganharem tenha custado mais que o dobro e sabendo, ou você tem dúvida,  dinheiro público em obras privadas super faturadas. É nítido sua campanha contra a mídia, mas é saudável ter uma justiça que punisse os abusos e não calar as pessoas, ou seu pais a justiça não é capaz para punir, vamos denunciar.

Vixe

- 2015-01-15 22:39:54

Quintela, infelizmente, o

Quintela, infelizmente, o povo paulista ainda tem muito preconceito contra o que não é elite.

Falo isso baseado na minha própria família e nas pessoas que me rodeiam.

Demonstrar ódio ao PT e aos partidos mais a esquerda, os fazem sentir-se mais parte da "elite" que consome marcas caras e que passeiam por Miami e Nova York.

Agora com as redes sociais então, ficou "chic" discriminar pobres e petistas, imputando todos os problemas crônicos da Brasil, na conta do PT e seus líderes.

Aqui ainda vai levar tempo até evoluirmos...

Marco Antonio Bergamaschi

- 2015-01-15 22:25:53

De acordo, esta é a questão.

De acordo, esta é a questão. Tratar as questões de forma mais equanime. Só isso, não é muito.

 

José Eduardo de Camargo

- 2015-01-15 21:54:55

Isso para não mencionar a

Isso para não mencionar a reeleição "acachapante" do Alckmin ainda no primeiro turno. Algo quem nem Freud explicaria...

Quintela

- 2015-01-15 21:46:31

Incrível... o paulista não

Incrível... o paulista não conhece seus governantes?

O ódio ao PT (porque????) é tão grande que cega todo o povo de São Paulo?

Nessas eleições o ódio e a soberba não foram piores porque o PT ganhou no Rio e em Minas...

Se não fosse isso...

Falando em Minas, Nassif poderia ter falado sobre a blindagem que Aécio também sofreu por parte da mídia e os ataques que ele e a família dele faz contra quem ousar critica-lo.

Quintela

- 2015-01-15 21:43:05

Você está enganado. Não é o

Você está enganado.

Não é o PSDB que tem a mídia no bolso. É a mídia que tem o PSDB no bolso. O PSDB e quase todos os partidos políticos.

E é por isso que eles não gostam da democracia, não querem debate politico e passam 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano a criminalizar a mídia.

A repetir indefinidamente que TODO politico é ladrão... aí elegemos os TIRIRICAS e Romários... 

E as cinco famílias dão pulos de alegria!

Nobre

- 2015-01-15 21:31:06

Já dizia meu avô......meu

Já dizia meu avô......meu fio.....pobre que arremeda rico fica alejado.

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2015-01-15 21:18:01

Perfeito Nassif. Os
Perfeito Nassif. Os jornalões, revistas e redes de TV paulistas conspiraram contra o direito à informação garantido aos cidadãos pela CF/88 e, por enquanto, não há um só instrumento jurídico para obrigar os barões da mídia a agir de maneira correta (competitiva e não cartelizada). O MPF bem que poderia defender os interesses difusos da população pedindo, com base no Código de Defesa do Consumidor, uma indenização milionária contra estes canalhas.

Antonio C. Neto

- 2015-01-15 21:16:04

Rodolfo, não sei com que

Rodolfo, não sei com que parte da matéria você concorda mas se lesse atentamente poderia ter compreendido que o papel de criticar partidos de oposição ao governo federal ( entre eles o PSDB) é negligenciado sistematicamente pela grande imprensa. Então a quem resta essa ingrata tarefa??? Isso mesmo, os Blogs "sujos" (entre eles o do Nassif) Seria bom, pra variar, vermos o Estadão apertando o Alckmin, ou a Veja questionando o envolvimento de Serra nas obscuras privatizações. Até lá a blogosfera vem a cada dia se tornando a melhor fonte de informações pra quem faz questão de diversidade de opiniões.

Alan Souza

- 2015-01-15 21:01:40

Mais um troll tucano...

Quer colocar a culpa da seca no PT e no Governo Federal. Sujeito não faz isso por burrice ou desinformação, faz de má-fé mesmo...

Antonio Lopes

- 2015-01-15 20:59:33

Farta de água
As manifestações contra Dilma Rousseff acabaram junto com a água....hahahaha.... Eu estou aqui na cidade Carrió, não tem falta de água e o galão de vinte litros custa 3 reais.... ...

observador

- 2015-01-15 20:50:01

paleocartel

Nassif,

apenas um ligeiro reparo:  o cartel nasceu antes de Murdoch, basta lembrarmos que as mesmas seis famílias que o controlam apoiaram em massa o golpe de 64, chegando a doar viaturas para as forças ditatoriais. Sofreu um abalo com a censura imposta pelo AI-5, em 68,  mas ressurgiu  na Constituinte, simplesmente esmagando todos que sonhávamos com uma mídia realmente democrática. Em 95, com a posse de FHC em BSB e de Covas em SP, alcançou o paraíso, digo, o neoliberalismo. Foi o ano do PED, aquela temporada de privatizações que a mídia apoiou integralmente, tomando antes o cuidado de dispensar  boa parte dos profissionais que cobriam setores estratégicos da vida nacional (como a Vale do Rio Doce e tantas outras)  e paulista (caso da Eletropaulo, comprada pelos franceses e americanos, enquanto a Sabesp era preparada para a venda, sofrendo a perda de mais de 16 mil trabalhadores que faziam a manutenção de sua rede). A população não gostou disso tudo e contrariou o cartel em 2002, ao eleger - principalmente graças aos sufrágios paulistas - o "sapo barbudo" para a Presidência da República. É certo que a Internet, que desde meados dos anos 80 vinha crescendo e roubando leitores, levou o cartel midiático à radicalização, mas paralelamente houve o que no passado um editorial chamou de "Instituições em Frangalhos": os sindicatos passaram a viver de um imposto sindical e não mais de contribuições dos sindicalizados, passando a viver na sombra; as poderosas ONG's foram cooptadas e passaram a receber como Oscipis, deixando o povo de lado; a Educação foi sucateada como nunca mas como os jovens não precisavam mais estudar para passar de ano, sofreram uma imbecilização sem precedentes. A SBPC, tão importante durante os anos de chumbo, teve  sua sede transferida para o RJ e nunca mais voltou a ser a mesma (como queria FHC, que presidia seu conselho deliberativo) o mesmo ocorrendo com IE, OAB, IAB e tantas outras instituições que silenciaram para sempre. É claro que,  sem setoristas, repórteres especializados ou espaço editorial, a mídia foi perdendo leitores e audiência, sem termos mais o contraponto de uma TV Cultura criada para ser independente. Eu mesmo, que cobria saneamento e C&T  desde quando a Sabesp ainda era a Comasp, perdi a grande mídia e não pude fazer muita coisa, por um simples detalhe: a instituição que deveria zelar pelo cumprimento da legislação  até então conquistada, o Ministério Público, aderiu ao neoliberalismo em todos quadrantes. Com assento nos conselhos paulistas de recursos hídricos e meio ambiente desde os anos 70 e portanto com pleno "domínio dos fatos" que prenunciavam o colapso hídrico atual, o MP já havia conquistado todas as benesses e regalias corporativas possíveis, entrando em  rotina vegetativa, sem incomodar uma pessoa que desde os anos 80 tinha pleno conhecimento não só do colapso iminente como dos demais males que nos flagelam, qual seja, o então coordenador do capítulo de meio ambiente da CF, Geraldo Alckmin. Agora que janeiramos dois mil e quinze, com tempestades elétricas de vento, granizo e verdadeiras trombas d'água desabando em pequenos espaços, São Paulo caminha para  o colapso hídrico alternado com enchentes localmente desastrosas e apagões energéticos, sem que o Judiciário se manifeste. Esperar que esse Poder  se manifeste sobre a perseguição inquisitorial da grande mídia contra jornalistas independentes é esperar demais, Nassif, convêm nos precatarmos e partir para o ataque: até quando  os principais mantenedores desses  jornais e tevês, nós contribuintes, permitiremos a vigência de uma tabela de preços fixada quando os mesmos possuiam grandes tiragens e audiências? Se os preços cobrados fossem compatíveis com a queda de tiragem ou vendagem, de audiência e prestígio, os anúncios e assinaturas governamentais não compensariam  essa guerra ao jornalismo independente; não compensariam a blindagem de alguns e o tiro ao alvo nos demais personagens de nossa cena política; não valeria a pena intimidar Nassif com essas ações persecutórias dignas dos idos da Redentora. A verba antes reservada aos chamados meios de comunicação precisa, além de remunerar adequadamente o quase insignificante alcance desses meios, ser redirecionada à quem possa informar decentemente o que se passa à população. Como, por exemplo, explicar que a recusa de Alckminn em decretar o rodízio  visa evitar que o reconhecimento público de seu fracasso enquanto gestor de recursos hídricos possa lhe acarretar ônus futuros, quando forem julgadas ações movidas por quantos estão à beira da falência, sem água para viabilizar seus negócios e lucros - sem contar aqui as perdas humanas em um quadro de saúde pública calamitoso, para dizer tudo em poucas palavras.

Eliane Ribeiro

- 2015-01-15 20:46:07

Bem lembrado,também desconfio

Bem lembrado,também desconfio que existe o grande risco dos reservatórios domésticos se tornarem criadouros de Dengue.

Existe um silencio na Midia.

Vera Oliveira

- 2015-01-15 20:18:02

Contuinue a tomar água com

Contuinue a tomar água com merda, então, seu asno!!!

 

Reinaldo Antonio Pompeu Junior

- 2015-01-15 19:51:23

Se a cartelização fosse a favor do PT em SP

Se a cartelização citada fosse a favor do PT, a Republica Bolivariana brasileira já estaria implantada, são poucos os estados (população) que não caíram nessa política populista e que só entrega atraso e mais pobreza.

Mas vamos por partes:

1) Abastecimento de SP, é grave e apontado como problema a anos e não foi devidamente tratado pelo Governo do estado de São Paulo, e nisso concordo que o Governador não deu a devida atenção.

2) Por que o consumo de termoelétricas está tão elevado? Quais as razões? Falta de chuva, baixa interligação do sistema, hidreléticas novas sem reservatório com tamanho adequado ? Nenhum comentário? E a responsabilidade é do governo do estado, do governo federal ou ambos?

3) Acho interessante que a grande maioria dos comentaristas, só conseguem enxergar problemas no governo ao qual não esta alinhado politicamente. Se é a favor, só lembra de citar os acertos, se é contra, só lembra de citar os erros...

Sérgio Rodrigues

- 2015-01-15 19:37:46

Especializada

Caro Nassif, o Estado de São Paulo é altamente especializado  em comprar a mídia. Essa tradição remonta a Campos Sales. O nascedouro dessa prática é magistralmente narrado por Monteiro Lobato, em "Mister Slang é o Brasil, no capítulo Opiniões". De fato, é preciso combater esse vício!...

chico da dilma

- 2015-01-15 19:35:32

Meus irmãos e minhas

Meus irmãos e minhas irmãs,São Paulo sem água é um povor e com água é mais pavoroso ainda.Então se correr o bicho pega e se ficar o bicho come,se escapar do espeto cai na brasa mas,o bandeirante é antes de tudo um forte e Geraldo é um homem quase santo só faltando para isso subir aos céus.Então oremos.Saravá!

alvaro marins

- 2015-01-15 19:24:52

É ainda tem quem concorde...
É ainda tem quem concorde... deve estar gostando do gosto da água.

Alexander

- 2015-01-15 18:57:28

Pois é, Nassif, você veio,

Pois é, Nassif, você veio, veio, tratou de tudo certinho; talvez só tenha caído na tentação de, para se mostrar isento, parece ter chamado os blogs mais de esquerda de alinhados e que não fariam críticas ao governo, mas, fora isso, com a precisão de sempre, apontou as coisas com acerto. O grande problema é que, ao final você se colocou num beco sem saída, ao dizer que o judiciário precisa desinterditar o debate. Como diria o Batman, Santa inocência. Na verdade acho que você quis mais foi despertar o judiciário para suas responsabilidades funcionais e institucionais, porque você mesmo já apontou diversas vezes que o judiciário é parte do problema, com sua associação com os grupos de mídia e partidos e governos alinhados, vide o tal do instituto innovare da Rede Globo que coopta o judiciário e a atuação de membros do judiciário como do Miistério Público que atuam escancaradamente em prol da imprensa partidária, talvez por acordos inconfessos, ou pelo medo de terem a reputação atingida, ou ainda por puro deslumbramento mesmo.

Beco sem saída, enfim, porque o judiciário é parte do problema. 

Fripp

- 2015-01-15 18:21:37

Boa idéia,  vamos começar por

Boa idéia,  vamos começar por você. 

Bimbo

- 2015-01-15 17:56:51

Caboclos querendo ser ingleses

No meu entender, o mais grave é que a população de São Paulo, não consegue enxergar o problema.

 

grande parte da população vota nos tucanos porque consideram que votar nos partidos de oposição é coisa de pobre, então votando no partido da situação se sentem parte dos grupos aristocratas.

Olha que eu não voto no PT, até porque esse partido quando administra uma prefeitura, praticamente destroi a cidade, é só ver o que eles fizeram e Várzea Paulista.

Ma falando das questões do estado de São Paulo, foi latente a campanha de proteção realizada pela grande mídia ao Governador. Reparem que antes das eleições nunca foi dito por exemplo que o sistema cantareira iria secar em março, nunca falam que no estado existem reservas de água suficiente para que não falte água por muito tempo, (Região de Iguape Aquifero Guarany), bastava que fossem executadas as obras necessáreas para bombea água dessa reservas Outra cois se o rio Tietê fosse despoluído já suas águas também já poderiam ser utilizada no abastecimento.

esse tipo de obra é rápida e não tão cara assim. para se ter uma idéia um dos cadidados a governo do estado denuciou que a SABESP, realizou operações de lucros no valor de QUATRO BILHÕES,  com esse dinheiro daria para construír pelo menos mais dois sistemas cantareira.

alguém viu essa notícia em algum veículo de televisão?

os tucanos não fazem obras roubam, e ainda são elogiados pela mídia, eu sempre suspeito quando algum jornalista dá uma noticia elogiando esse governo paulista, É com certeza o pior governo que eu já vi, mas como tem a mídia no bolso, desfruta de grande aceitação popular, pois conseguiram fazer a população acreditar que quem fota em governo de rico também é rico.

Bimbo

- 2015-01-15 17:40:25

quem dera fosse esse o problema

Meu caro colega, se fosse esse o único problema, eu até que ficaria tranquilo, mas o problema é bem maior, para você ter uma idéia aqui em são paulo só sai notícia criticando os governos estaduais (governo tucano que comprou a mídia), em programas que fazem muito barulho mas, nunca tem poder de formar opiniião, com isso a mídia que é comprada pode dizer que é imparcial.

foi o tempo que o estado de são paulo representava alguma esperança, hoje se não fosse estados como minas gerais, e os estados do nordeste esse grupo oligarca estaria tomando conta inclusive do planalto, aí sim as coisas ficariam feias.

Eu moro na região de jundiaí, pertinho de são paulo, não pense que aqui em são paulo a população colhe algum fruto dessa política que pasteuriza tudo assim como faz como o futebol não, aqui a gente não consegue benefício nenhum por parte do poder público, qualquer pessoa aqui sabe que quando algum tipo de crime cai, não é por causa desse governador não, geralmente é porque o crime organizado manda diminuir aquela prática de crime.

quanto a futebol os estádios de são paulo estão virando teatros onde quem tem muito dinheiro paga para assisitir um espetáculo de baixíssima qualidade.

 

Flavio Martinho

- 2015-01-15 17:30:46

Mas aí precisa ser um

Mas aí precisa ser um governador que tenha coragem e determinação. Precisa ser menos picolé e mais homem. Mas cada um tem o governador que merece.

Flavio Martinho

- 2015-01-15 17:23:14

Que é isso,  Mielli, foram

Que é isso,  Mielli, foram tantos anos que as mídias, os colegas, as rodas sociais comentavam sobre a desfasarem do preço dos combustíveis que, mesmo depois da queda do preço do petróleo, essa desfasarem ainda deve persistir. Acho até mesmo que o governo deveria aumentar, não um pouco, mas muit mais o preço da gasolina. Ele continua muito defasado.

Flavio Martinho

- 2015-01-15 17:18:04

Ufa! O paulista e o

Ufa! O paulista e o paulistano pôde, apenas durante algumas horas, falar/comentar/tomar conhecimento da existência de racionamento de água em SP pois o Grande Líder assim falou/admitiu. Mas como ele já voltou atrás e esclareceu que tudo não passou deus mal-entendido, tudo voltou ao normal. Graças a Deus a água abunda em São Paulo.

altamiro souza

- 2015-01-15 17:16:29

pode parecer paradoxal, mas

pode parecer paradoxal, mas essa omissão desses grupos hegemonicos

pode anular a suposta força que deveriam obviamente ter....

auto-anulam-se pelas próprias contradições e pelo

ascenso de um novo modelo de comunicação que surge -

o da internet, ou pelo menos de alguns blogs progressistas da intenet.

nestes últimos doze anos essa colusão de interesses economicos e

midiáticos cometeu tantas alucinações e barbaridades, que a maioria

parece que começou a desconfiar da veracidade do que dizem..

a perda de confiança é letal para esse tipo de negócio.

a ficção é oitma para novelas, mas não para o fatos reais.

sem verossimilhança, a história não fecha.

recorrem ao deus ex-machina para

salvarguardar-se da incredibilidae a que se lançaram

- no abismo da versão  dos fatos,

da aversão por  adversários....

confundiram as bolas.

misturaram tudo.

a globo não ve os outros.

só a simesma.

é um imenso video-show auto-elogioso, que   monta

histórias para que suas ficções sejam publicizadas, aceitas,

engolidas goela abaixo...

o  público parece que regurgita e pode vomitar tudo

contra os que mentiram tanto, impunemente.

o que remete ao judiciário, que deve mesmo desinterditar

não só debate mas o caminho progressista e dos

que querem avançar social,política e economicamnte.

ou desmonta o conluio ou submerge nesse abismo

da incredibilidade, incredulidade,

nesse mundo oceanico de mentiras

e de falaciosos domínios dos fatos..  

Chico Pedro

- 2015-01-15 17:11:16

Como a injusta hiper concentração da mídia favorece...

...cariocas e paulistas.

Pois se falar em prejuízo é possível, dos benefícios também.

O tal cartel é na verdade um derivado, uma parte menor, de um conjunto de meios de comunicação concentrados no Rio e em São Paulo.

E daí que no imenso Estado brasileiro essa densidade em formato de oligopólio midiático permite aos seus pesos consideráveis.

Sobejam casos dos mais variados tipos do econômico ao político passando pelo cultural e o esportivo. Por exemplo: embora a quantidade de torcedores corinthianos e flamenguistas quase nada tenha a ver com o desenvolvimento do futebol no país a Rede Globo injeta em seus respectivos clubes somas em dinheiro que sufocarão os demais, principalmente os do nordeste do país.

Quando vocês aí notaram este evidente problema para o futebol? Apenas gritos esparsos.

Vejo artistas, vejo políticos e partidos, pesquisadores, empresários, sindicatos, igrejas, carrinhos de pipoca e algodão doce... Desde que a preferência seja dada a cariocas, principalmente paulistas.

Quem sabe um dia o Brasilianas dedique um programa ao assunto...

antonio 66

- 2015-01-15 17:02:15

Perfeita observação.

Perfeita observação.

lenita

- 2015-01-15 17:00:01

Vc está pretendendo dizer

Vc está pretendendo dizer que, além de todo o PIG o Nassif tb tem de fazer oposição sistemática e diária? Vc não conhece o Blog mesmo e mt menos o Nassif. Ó dó !

lenita

- 2015-01-15 16:53:20

Pois eu expulsaria até o povo

Pois eu expulsaria até o povo - pois seriam de marte? - , que joga lixo nas ruas, sofás e camas nos rios, dá dinheiro aos guardas, sonega impostos, quebram momumentos, e até ajudam alguns mais infelizes que nós, do Haiti, por exemplo. Trocaria todos os políticos e o povo brasileiro por Alemães, Suecos, Dinamarqueses, etc, Que tal ?

lenita

- 2015-01-15 16:38:42

Se não me engano , o governo

Se não me engano , o governo está mandando dinheiro para a Rússia tb. Não ouviu falar não? kkkkkkkkk. Já o Estado de SPaulo manda para a Suiça, que está tb muito precisada. Afe!

lenita

- 2015-01-15 16:31:49

Ninguem fica desimpregado

Ninguem fica desimpregado não, pode ter certeza disso

lenita

- 2015-01-15 16:22:36

"Basta um olhar crítico",

"Basta um olhar crítico", desde que não seja da falta de água, luz e metrô, némemo? E que tudo seja resolvido pelo Juiz Moro e seus procuradores capangas, do PSDB. némemo?

Mario Carvalho

- 2015-01-15 16:21:37

E mais: onde está o balanço

E mais: onde está o balanço trimestral da Petrobras, referente ao terceiro trimestre do ano passado? Empresas sérias se recusam a fazer o balanço justamente para não perderem essa seriedade... E uma que disse que poderia fazer já lavou as mãos, informando que trabalharia com os números da Petrobras, sejam eles verdadeiros ou não.

Levi Paul

- 2015-01-15 16:11:44

A escolha de São Paulo:  Ou a

A escolha de São Paulo:  Ou a Passeata do Orgulho Gay e o Evento Cíclico de Enchente X Seca. Ou livrando-se de um estará tamvém livre do outro. A natureza respeita somente quem respeita a natureza. Assim só se terá uma existência sem catástrofes se se aeguirem os princípios de moral e respeito.  

PPPPPP

- 2015-01-15 15:54:08

Concordo plenamente com o

Concordo plenamente com o Sidnei.

 

Nós temos que parar de achar que um partido é melhor ou pior que o outro e parar de esconder as falcatruas e falta de vergonha de TODOS ELES....

 

SP está sem água por pura incompetência do PSDB, Brasilia e a Petrobras falidas por causa da incompetência do PT, dizer que o Ceará está melhor porque o governo fez um canal de transposição é querer esconder as outras deficiências que o Estado tem e o governo não faz nada (morei lá e sei bem dos problemas de violência, trânsito, obras faraônicas da copa que nunca ficaram prontas, etc....)

 

Nós temos é que aprender a votar em candidatos e partidos que realmente queiram trabalhar pelo bem do país e não se enriquecer com dinheiro desonesto......

 

O país está falido eticamente..... Moral, respeito, uso correto do dinheiro público, trabalhar pelo bem estar da nação não existe em TODOS os partidos políticos.....

 

Nossa resposta tem que ser nas urnas.... reunindo o povo brasileiro e dando uma enxurrada de votos em branco ou nulos.... Quem sabe, assim, conseguimos expulsar essa corja da vida pública!!!!!

José Mielli

- 2015-01-15 15:44:58

Economia e matemática

Prezados,

Vamos mudar um pouco o contexto de aferição dos preços: do combustível, da energia elétrica, do transporte público.

Já que estamos falando tanto em baixa do preço do petróleo, nos Estados Unidos já baixou na bomba, aqui se transforma

em uma bomba.  Ou duas, com a ajuda da corrupção.  

Vamos lá:

1 - Onde estão os números que informam o quanto a Petrobras econimiza com a redução do preço do petróleo,

e no posto isso chegará??

2 - Nas termeletricas, não terão redução de custo com combustível mais barato, não sairemos da bandeira vermelha dos

preços, ou sairemos somente se chover??

3 - Quanto custa o combustível no transporte público, ou criaremos uma "bolsa transporte" pelo movimento passe livre. 

4 - Mas, até agora não ví ninguém dizer, pricipalmente do Governo, quanto pagamos pela corrupção, no posto de gasolina,

na conta de energia elétrica, no transporte público. Dá para calcular isso, estou ansioso para saber??

5 - Acredito que devamos exigir dos governantes, que informem nas notas fiscais do combutível, na conta de energia

elétrica e nas passagens do transporte, além dos valores dos tributos ( isso já foi muito difícil de conseguir ), os valores que

somos obrigados a pagar de propinas impostas pelos dois lados; pelos empresários e pelos funcionários públicos.

Discutir quem é o primeiro, será banal.

Então vamos lá, vamos agir como um grande exemplo de civilidade e coragem, que venham outros tantos Sérgios Moro.

O Cartel está em qualquer lugar, basta um olhar critico. 

 

 

 

 

Juliano Santos

- 2015-01-15 15:39:14

Charlie: - Innovare serve para o pig fazer "aquilo" no nosso c.

Ia tocar exatamente nesse ponto, Bispo. Aqui no Rio, a justiça está no bolso da Globo. Em São Paulo, um juíz lá deu carta branca para o Alkmin cobrar do povo o que é responsabilidade sua, sem precisar decretar o racionamento. Deu ao engôdo e ao escracho, o devido amparo legal. A nível nacional, o Nassif já começa a se preocupar com a "gurgelização" do Janot, o que o PHA já fala abertamente. 

Isso sem falar no dr. Moro e seus vazamentos sob encomenda. E o Fux? O Gilmar então, deixa para lá.

 

 

[email protected]

- 2015-01-15 15:37:21

O governo Dilma pelo jeito

O governo Dilma pelo jeito vai bem tbm né? rs

cassio guimaraes

- 2015-01-15 15:14:10

Mas em se falando de água, o

Mas em se falando de água, o Alckmin não oficializou o racionamento, apenas admitiu que existe. Com isto não há necessidade de fazer o racionalmento oficial, que deveria ser planejado por regiões, assim todos estariam sujeitos a falta de água ao longo do dia. Na verdade admitir foi uma grande jogada, pois não o obriga a decretar o fato e com isto continua o aparteid da água e o paulista aceita, pois é hipócrita, afinal de contas já ouvi nas ruas..  ahhh até que em enfim o Alckmin assumiu o racionamento.. o paulista não percebe que o aparteid da água continuará, bairros nobres sem falta de água e o resto se conformando com o racionamento clandestino do estado. Eu moro na Mooca, terra do Serra, "coincidência ou não" até agora aqui não faltou água nem um dia e vejo duxinhas em carros nos postos de gasolina, quintais sendo lavados, carros sendo lavados em casas, clubes sendo usados com aquelas duxas nas saunas como se não existisse crise.. mas o paulista merece tudo isto, não dá para negar... 

carlos roberto reis

- 2015-01-15 15:10:54

É... Cada povo tem o governo

É...

Cada povo tem o governo que merece;

Os partidos que merecem;

Os políticos que merecem;

As escolas que merecem;

A segurança que merece;

E a imprensa que merece.

Jose Silva

- 2015-01-15 15:06:42

como a cartelização da mídia

Nassif, vou mais fundo neste assunto. A culpa em grande parte é da mídia e dos jornalistas também. O que erea vendido a população nos anos 80?  Não era esta gente que resolveria os problemas do país? Que lutaram pela liberdade, todas liberdades civis? Por práticas democráticas contra a ditadura? Não eram estes políticos que combateriam a corrupção? Que não estavam atrelados aos interesses economicos e aos grandes grupos empresariais? Que eram contra o capital e a burguesia? Que lutariam contras os interesses estrangeiros em detrimento dos interesses do povo brasileiro? Privatização e desnacionalização não era entregar a soberania do país? A mensagem foi enviada e era uma avalanche de mentiras. Todos nós somos culpados por aceita-las e devemos combatê-las ao extremo e deixar muito claro quem está de um lado e de outro. Não existe mais espaço para meio termo e covardia.

Frederico Gosling

- 2015-01-15 15:02:32

comentário

Excelente o tema,  bem desenvolvido, muito objetivo, mas as soluções passam por interesses maiores, então todos farão ouvidos de Mercador e tudo continuará como dantes, infelismente, pois este conceito de LIBERDADE DE IMPRENSA, é uma piada, os Grupos plantam notícias e suprimem notícias a seu bel prazer, o povinho jamais conseguirá entender como funciona a Política em nosso País, pois quem dita as regras é a mídia, totalmente cooporativista.

Mauro Margarido

- 2015-01-15 14:36:22

cartelização

Já pensou se a cartelização fosse a favor do pt, como São Paulo estaria agora!

A cidade de São Paulo foi destruída pelo apoio que o pt está dando para as invasões dos sem teto, inclusive para os latino americanos. Isto tudo é para ter mais gente para votar no pt nas eleições em São Paulo.

Nobre

- 2015-01-15 14:35:43

Então vão morrer de sede.

Então vão morrer de sede.

Nobre

- 2015-01-15 14:34:55

O Aécioporto nunca mais vai

O Aécioporto nunca mais vai conseguir essa quantidade de votos, quem viver verá?

roberto c

- 2015-01-15 14:16:51

Estado de direito

Se estivessemos JÁ no estado de direito, o MP já estaria apurando responsbillidades e fazendo as respectivas denuncias. Mas, enquanto não chega, vamos reduzindo o consumo e ver  como fica. Estou preocupado com as "cistenas clandestiinas"  e a repercução sobre dengue, etc....

+almeida

- 2015-01-15 14:06:54

A sequência de péssimos

A sequência de péssimos exemplos, que indicam claramente a prática da parcialidade em determinados processos e a seguida falta de boa vontade em exercer a justiça contra alguns, em prejuízo de outros, conforme farta matérias noticiadas pela imprensa, me fazem descrer em qualquer ação de coragem, por parte do judiciário, contra o debochado, abusivo e provocador cartel que a grande mídia demonstra fazer uso, faz algum tempo. O fato de que 3/4 dos participantes dessa cartelização estarem em situação financeira quase pré falimentar, não ameniza em nada a omissão e grave falta de responsabilidade do MP, de Procuradores e de Juízes no que se refere ao uso da ética, ao compromisso com as leis do país e com a honrabilidade que devem prestar a seus cargos. O judiciário tornou-se uma das instituições mais desacreditada, menos confiáveis e mais contaminadas pela arrogância, prepotência e vaidade, na opinião de grande parte de eleitores, leitores e comentaristas de diversos blogs e, ainda assim, parece entorpecido pelas forças elitistas da direita e pelos holofotes desafiadores da grande mídia.

 

Frederico69

- 2015-01-15 14:02:29

tá difícil...

se a coisa passa pelo judiciário não é solução. é mais problema!!

Francisco Sérgio

- 2015-01-15 13:49:52

A grande mídia SABOTA o país.

Parece que ainda não caiu a ficha, tanto do governo petista, quando de parte da população. Talvez da totalidade

da população. A nossa mídia não faz oposição, sabota todo o país. Para torná-lo inviável.

Não será surpresa se São Paulo entrar em colapso e levar milhões de pessoas, a rodo, a calamidade pública

por conta da escassez de água. Para esses que querem o poder de volta, querem a qualquer custo, nem que

para isso o Brasil seja destruído. Então ELES NÃO FAZEM OPOSIÇÃO eles simplesmente SABOTAM O PAÍS.

Não adianta o que o governo petista, que esta no poder, faça de bom ou até de ruim. Se não há o que está ruim

ele ficará, eles vão fazer com que as coisas fiquem ruim. A mídia portanto, e totalidade dela, faz TERRORISMO

com o Brasil, o que lhe interessa é unicamente o poder, não teve, toca-lhe TERROR nos meios de comunicação

e SABOTA o Brasil.

 

É preciso muito calma nessa hora para dar solução a esse problema. O quê fazer com isso? Que caminhos

devemos tomar para livrar o Brasil dessa perseguição?

A única saída é tirando-lhe o poder de sabotar o Brasil. Quais os meios que utilizam? A desinformação,

o pânico e o terror que tentam impor diariamente ao povo através dos meios de comunicação. Censurando? Não

democratizando mais a mídia, com mais participantes, com mais pluralidade, com mais liberdade, com mais

democracia. É urgente para o bem de todos.

jc.pompeu

- 2015-01-15 13:48:36

"Esmagar a blogosfera,

"Esmagar a blogosfera, sufocando-a com ações judiciais, significa penalizar o direito à informação; por Luis Nassif"

preocupa não seu Nassif,

está lá escrito nas Escrituras 1 Samuel 16-17 que ontem hoje amanhã e sempre... o Davi franzino, inteligente, justo e destemido pela fé em Deus vencerá sempre e até o fim dos tempos o gigante poderoso brutal Golias dos filisteus.

é nóis!

Alan Souza

- 2015-01-15 13:43:28

"Decepcionou milhões de eleitores"...

Deve ter sido por isso que o Aécio ganhou a eleição...

Alan Souza

- 2015-01-15 13:39:26

Não desperta não, Gilson...

O paulista prefere o pesadelo do que a mudança. Ou melhor: acham que ser governado pelo PT é que é um pesadelo cubano/venezuelano, ainda que com água na torneira.

Mortos de sede, levantarão das tumbas pra votar em Alckmin de novo, a qualquer tempo.

Repito: não foi por acaso que Aécio teve 30% dos seus votos só em São Paulo.

Evaneo

- 2015-01-15 13:24:17

Quem idealizou a reeleição? O

Quem idealizou a reeleição? O articulador da reeleição no Brasil, foi o PSDB. SÃO PAULO ESTÁ PAGANDO CARO POR ISSO. É muiiiiito tempo de governo por um só partido principalmente porque se desviou de suas raízes. A mídia vem paparicando a muito tempo os newtucanos. 

Luis Carlos Ferreira

- 2015-01-15 13:21:22

Luz

Aumento de 40% na conta de luz em SP. Qdo se diz isso, da-se a impressão que é só para consumidor residencial.

Se a empresa que vc trabalha não consegue repassar para os preços, amigo, vc tá desimpregado.

Paulo Figueira

- 2015-01-15 13:10:22

Realmente o setor elétrico

Realmente o setor elétrico também sofre com o fator hidrológico, porém não temos corte de energia nem a falta dela.

Imagine o que estaria falando O Globo se estivéssemos sofrendo racionamento de energia ou se o governo de São Paulo estivesse nas mãos do PT.

Sergio Saraiva

- 2015-01-15 13:05:52

Agnelo foi reeleito?

Não. Alckmin foi.

Entendeu onde a mídia entra na história?

Rodolfo Chaves

- 2015-01-15 13:03:09

Concordo em parte!

Caro Nassif!

 

Mais uma vez vejo que seus comentários são tendenciosos.

Concordo com a matéria em parte, vejo que a midia muitas vezes dá importancia a noticias que não tem bastante relevancia e deixa de falar sobre assuntos extremamente importantes.

 

Mas vejo mais uma vez que seus comentários tem fundo politico!!!

Não sou PT nem PSDB, mas sinto que você "gosta" de Criticar os governos do PSDB.

 

Você parece até militante do PT!

fica minha opinião

att

Jose de Almeida Bispo

- 2015-01-15 12:50:14

"O Judiciário precisa

"O Judiciário precisa desinterditar o debate e ter coragem de discutir esse tema."

E o Judiciário... está na gaveta de quem?

Para que serve o Innovare?

paulo victor c b braun

- 2015-01-15 12:43:36

Essa é a diferença entre um

Essa é a diferença entre um administrador minimamente responsável  (não chego ao termo Estadista) e um ser que só se importa com seu futuro politico.

gilmarok

- 2015-01-15 12:42:06

Sidnei, bom dia! Não estou

Sidnei, bom dia! Não estou justificando... Mas olhe o que foi feito em Minas Gerais!  A mesma coisa só 10000 vezes pior! Um erro não justifica o outro, mas o lado que você faz parte hoje é culpado tanto quanto. O PT é o  maior da américa latina, não tem como ter controle com todos que fazem parte dele; mas temos regras que são cumpridas quando um politico da legenda faz coisa errada. Pare e pense! Este partido psdb, é o pior dos piores nas historia do nosso Brasil!

Marçal ramon

- 2015-01-15 12:38:38

falta de agua

São Paulo está pagando o preço por ser o eldorado de todos os desvalidos desse pais e tambem todos esperam que o governo federal pare de mandar dinheiro a Cuba, Venezuela e tambem pare de proteger e acobertar os desvios e desviadores de dinheiro apadrinhados do governo federal e use o dinheiro dos impostos pagos pelos brasileiros (33% pelos paulistas), para fazer obras de energia e saneamento básico. 

JC Tavares

- 2015-01-15 12:25:36

Nassif tocou no ponto

Nassif tocou no ponto nevrálgico, a cartelização da grande mídia não seria tão nefasta, se fosse apartidária. Mas não é. Ela é tucana de carteirinha, com o símbolo invisível. O pitaco do dia no blog do Caf, resume de forma genial o resultado trágico desse conluio: "São Paulo, de locomotiva, virou caminhão pipa, sem água", simples assim.

Olinto Antonio Franco de Godoy

- 2015-01-15 12:23:52

enchente

Em 59 anos de residência no mesmo lugar (Jardim S. Paulo, Zona Norte do Município de São Paulo) só uma única vez minha casa sofreu com enchente oriunda do não assoreamento adequado do rio Tietê. Adivinhem quem era o governador na época?  

joão adalberto

- 2015-01-15 12:12:46

Imprensa

Santa hipocrisia pela disputa de poder.O Capital está infestado de interesses onde a ideologia(de "direita" e de "esquerda") é  apenas uma ferramenta para convencimento dos incautos e dos convertidos.

ocator

- 2015-01-15 11:55:14

Para mim há uma coisa pior

Para mim há uma coisa pior que tudo o que você coloca: o Pinheirinho. Uma crueldade sem limites que, se fossemos civilizados, tiraria qualquer homem da vida pública.

Gilson AS

- 2015-01-15 11:37:04

Só espero que o PT tenha

Só espero que o PT tenha arquivado o que disse o Alkimin sobre a falta d'água em SP nos últimos noventa dias.

Isso da um bom material de campanha.

Quem sabe agora, morrendo de sede, esse povo não desperta do pesadelo.

Álvaro Noites

- 2015-01-15 11:32:10

Tem mais: Serra - Apagão

Tem mais:

Serra

- Apagão (Serra foi Ministro do Planejamento)

- Decadência da USP (Grandino Rodhas)

- Batalha campal entre Polícia Civil, então em greve, e a Polícia Militar.

- Abandono de líder ferido na beira da estrada.

Alckimin

- Surgimento do PCC.

- Expulsão dos ocupantes do "Pinheirinho", gleba pertencente à Naji Nahas.

- Aprovação automática nas escolas estaduais.

- Restrição de horário de funcionamento das delegacias de polícia.

 

Francisco BT

- 2015-01-15 11:30:09

Tenho falado desde muito

Tenho falado desde muito tempo a comparação com um governo crticado por outros, como o governo do Ciro Gomes do Ceará. Quando este governador conheceu (estatisticamente) que faltaria água em Fortaleza dentro de 8 meses, mais ou menos, ele iniciou um canal para levar a água. O canal foi denominado de canal da Redenção.m

São Paulo tem muito mais estudiosos e conhecedores acerca deste tema. Tem muito mais recursos. Os responsáveis foram as mídias e  o governo foi uito mais que isto.

Marcelo C Ionea

- 2015-01-15 11:26:45

Abaixo o PIG!

Caro Nassif,

Sensacional pessoas como tu e PHA se esforçarem e até pagarem para tentar abrir os olhos do povo.

Há alguns anos acompanho o Conversa Afiada e desde o ano passado vc.

Parabéns!

Na minha pequenice replico tudo de vcs no meu perfil do FB...

Pelo menos no meu círculo faço meu papel.

Não parem! Não parem!

paulo victor castello branco braun

- 2015-01-15 11:25:46

Eletropaulo

Perfeito!

è triste tambem  a questão da ELETROPAULO, que deve estar sofrendo o mesmo tipo de tratamento pela imprensa. Incrível , todo mundo parece aceitar numa boa que milhares de consumidores fiquem sem energia durante dias!

Trabalhei na antiga empresa antes da privatização. Podia não ser um exemplo de administração, mas naquela época, um cenário de 200, 300 mil consumidores sem energia por mais de 24 horas JAMAIS ocorreria, nem nos piores pesadelos.

A realidade é que para aumentar a remuneração dos acionistas a empresa deve ter reduzido as equipes de manutenção ao mínimo minimorum, pois devido á falta de chuvas a empresa ja deve ter garantido o atendimento dos indices de falha estabelecidos em contrato para um período, assumindo o risco de deixar os consumidores com a vela na mão em caso de  alguma chuva forte, como aconteceu.

Como a nossa regulação é bonitinha mas ordinária, as multas e punições devem ser muito inferiores à economia que a empresa fez com equipes de emergência . Quanto à imagem da empresa, sem problemas: Uma , que é monopólio, dane-se a imagem, e segundo, que mais uma vez São Pedro , coitado, vira "bode respiratório" (apud Vicente Matheus)

Marco Galo

- 2015-01-15 11:13:32

Já disse há muito tempo: A

Já disse há muito tempo: A verba publicitária dos governos em todas as esferas não deveria passar de R$ 12 milhões/ano, ou seja, R$ 1 MM/mês. O restante deveria vir da iniciativa privada. Dinheiro público é para obras públicas, para segurança, educação, saúde, bem estar das pessoas, Toda a diferença que deixaria de ser paga a esses grupos de mafiosos deveria ser utilizada na desoneração de impostos, principalmente sobre a folha de pagamento e produtos industrializados, o que movimentaria a economia, gerando mais renda e empregos, É óbvio que tudo com estudo feito por especialistas no assunto, não nas coxas como tudo o que é feito no Brasil.

Enquanto prevalecer a frase dita pelo editor chefe de um grande jornal, por exemplo, no filme Tropoa de Elite 2 " O governo é o meu maior parceiro, por isso estou de mãos atadas " veremos isto acontecer e nunca vai mudar, pois toda a grande mídia ganha há décadas o Bolsa Publicidade, Bolsa Mídia, Bolsa PQP e ainda e sempre vai defender o lado que tende a lhe fornecer mais e não o que tira para dar a outros meios de comunicação.

 

Qto. a parcialidade das notícias quando trata-se do PT e partidos aliados e oposição liderada pelo PSDB, só os muito alienados e burros não percebem, pois é cada dia mais descarada.

Certamente se o Governo de SP fosse administrado pelo PT, nós saberíamos de verdade o que acontece por aqui, saberíamos de verdade a total falta de competência, de obras de infraesterutura, de medidas para evitar o que vem ocorrendo não realizadas ao longo dos 20 anos de PSDB no Estado e de planejamento, pois o problema da falta de água não começou em 2014, já estão sendo alertados que poderia entrar em colapso há pelo menos CINCO ANOS .

Free Walker

- 2015-01-15 10:52:34

Chico & Francisco

— Eu acho que isso é importante sim (a redução do consumo de energia). Eu acho que, do mesmo jeito que nós estamos tendo a realidade, por exemplo, em São Paulo, em que o consumidor está tendo que reduzir o gasto de água porque há um problema hídrico em São Paulo, ora, o setor elétrico está sendo vítima do ritmo hidrológico que está acontecendo na nossa região — disse o ministro, depois de uma reunião com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. — Então, é natural sim (reduzir o consumo). Se pudermos economizar, se pudermos controlar, isso ajuda para que nós possamos ter eficiência energética, redução de consumo, redução de gastos nessa área e, obviamente, impacta positivamente a tarifa — acrescentou o ministro Eduardo Braga

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/ministro-recomenda-que-populacao-reduza-consumo-de-energia-eletrica-15053705#ixzz3Ot0H8fA6 
© 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Jose Airton

- 2015-01-15 10:46:21

Falta de água

Foi patético o governador de São Paulo, Geraldo Alkimin, durante o dia ontem colocar a culpa do colapso no fornceimento de água à populão do estado  na ANA. Mas patético ainda foi o presidente da Sabesp pedindo para o povo rezar para Sãp Pedro para chover no local adequaldo. Nem mais aqui no nosso Ceará a gente reza pra esse tipo de coisa. Nós rezamos aqui para o Joaqui Levy não cortar  as vesbas destinadas para o término das obras da transposição do rio São francisco e outras obras fundamentais  para perenização dos rios cearenses.

Cunha

- 2015-01-15 10:38:14

Além de ser um volume morto,

Além de ser um volume morto, mata.

Essa é a nossa imprensa.

 

sidnei sanches

- 2015-01-15 10:23:43

PSDB

Concordo que o governo paulista do PSDB está envolto em muitos malfeitos. Mas em Brasília? Agnelo Queiróz quebrou a cidade. Um representante das causas populares gastar milhões em luxo é revoltante. Sempre votei no pt, mas as canalhices cometidas por seus dirigentes, enriquecimento rápido (Paloci como exemplo)  decepcionou milhões dos eleitores do pt. Se tivessem seguido os ideais de ética e honestidade do início, seus antigos eleitores não teriam trocado de lado. E não venham culpar a imprensa por isso.

gilmarok

- 2015-01-15 10:17:32

População em Segundo Plano.

O que acontece é que os principais meios de comunicação já escolheram um lado! o lado do próprio umbigo! É um absurdo o que esta acontecendo em SP, quando todos nós paulistanos viamos que era necessaria uma medida para diminuir o consulmo de agua, mas o governador não, ficou explicita a declaração que não era para informar a população e essa já sabemos por pura politicagem... ( ano eleitóral ). E ai as grandes veiculos, muito bem representados pela sigla PIG, faz o que mais sabe fazer que é desinformar o povo! Triste e revoltante o momento que vivemos agora! Somos todos indios, vamos torcer para chover no ponto certo, porque agora alem de precisar de muita chuva, São Pedro tem que colocar onde o governador quer. Porque quem manda é o governador é São Pedro é secundario. Lamentavel.

Luis Armidoro

- 2015-01-15 09:54:49

Nassif, vc é muito

Nassif, vc é muito generoso

Há outros grandes desastres, e os que me lembro são os seguintes:

 

Serra:

* Destruição do sistema de vigilância sanitaria e epidemiológica estadual, com a extinção das diretorias regionais e a implantação de um modelo frouxo, mambembe e tabajara

* desastres (com mortes) na linha amarela do metro

* venda das linhas de distribuição (o cara vendeu até poste e fio) em SP

Alckmin:

* Massacre da Castelinho

* Venda de hospitais para OS (privatização do SUS)

 

Obra Conjunta:

* Destruição da educação pública (inclusive ensino superior)

* Trensalão

* Insegurança pública

 

Selma G

- 2015-01-15 09:53:36

"Se depender da maioria dos

"Se depender da maioria dos blogs militantes, não serão divulgadas críticas ao governo Dilma; ...

O Nassif não consegue fazer uma matéria crítica ao PSDB sem colocar pelo menos um parágrafo contra o PT/Dilma/ou algum petista graúdo. Vide a matéria em que cita que o Zé Dirceu "sonhava" en governar com mão de ferro junto com os militares.

Quanto ao Anastasia, está "acima de qualquer suspeita".

Ainda bem que o Nassif tem crédito acumulado com seus leitores, porque algumas colocações são dose.

Rafael Ramos

- 2015-01-15 09:27:42

É preciso acabar com essa

É preciso acabar com essa ideologia do corno manso: o que os olhos mais vêem, o coração não sente. Imprensa livre é antes de tudo o contraditório.

H Menon Jr.

- 2015-01-15 09:07:39

E eles ainda se acham... Charlie!

Excelente texto; preciso, curto, cirúrgico. Uma democracia jamais poderá prescindir de uma Imprensa livre que, como todo o resto da economia, necessita de competição (real) para ser de fato eficiente. Nossa grande Imprensa familiar (que se acha Charles...), cujos laços de ternura com a Ditadura Militar ainda não acabou, é a grande vergonha nacional. Mas nesse angú tem caroço... Como se explica a queda brutal de audiência da Globo e o contínuo aumento de seu faturamento? Existe subsídio externo? Como agências publicitárias tão grandes, e com fama de serem super competentes, entram nessa? O BV, por si só não para em pé. Ou estariam apenas seguindo uma estratégia "ideológica" do grande Capital? Mistério...

MriaDirce

- 2015-01-15 08:59:38

Reféns da Mídia

Agora mesmo vendo Bom dia Brasil,  a dica da Globo   foi horário dos predios para economizar água, ou seja, o corte da água, para   seus moradores  "programarem"  a sua rotina.Nenhuma palavra de crítica  para tal feito, ou seja  para a Glpbo os moradores de SP   tem obrigação de se organizarem diante da falta dágua!!O apresentador além de falar isso ainda disse-"O  governador toma café   vendo o Bom dia Brasil"!!O que me passou uma certa  vigilancia, e as suas consequencias.!!!!Os moradores da capital  são reféns da mídia e acha o máximo!!!!!!

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador