fbpx
domingo, setembro 22, 2019
  • Carregando...
    Início Tags Grande mídia

    Tag: grande mídia

    O fetiche do jornalismo sem emoção que não usa adjetivos, por Álvaro Miranda

    Todo jornalismo informativo tem que ser interpretativo e opinativo. É um fetiche acreditar no contrário.

    A ordem institucional brasileira requer a desordem da vida cotidiana do povo, por Maister...

    Segundo a grande mídia e as forças políticas conservadoras, o ano de 2016 encarregou-se de colocar as coisas em seu devido lugar. No Brasil onde a ordem institucional burguesa impera, o rico fica mais rico, o desemprego aumenta, a fome é realidade

    As políticas de desinformação da Globo, por Alfredo Machado

    Ao invés de se preparar para enfrentar a concorrência, desviou o foco correto para ficar despendendo energia com lulalá e outros, preferiu ficar mentindo e tergiversando sobre tudo e todos, haja vista o jornal, trágico jornal.

    Como a Globo chocou o seu ovo da serpente, por Luis Nassif

    Assim como a Lava Jato, a Globo tornou-se vítima de seu excesso de poder.

    O que falta para Bolsonaro renunciar, por Álvaro Miranda

    Em nove meses, Bolsonaro pariu mais escuridão e pessimismo. Nenhum fato alvissareiro aconteceu antes e depois do principal acontecimento político do ano até agora – que foram as revelações feita pelo The Intercept Brasil, confirmando a farsa das eleições

    Glenn Greenwald: “A diferença entre nós e a grande mídia é a mentalidade deles”

    Juan Manuel Domínguez entrevista Glenn Greenwald e conhece sobre suas influencias, sua visão sobre jornalismo, sua amizade com a Marielle Franco e geopolítica

    De volta à Terra dos Bruzundangas, por Jean Pierre Chauvin

    Frente ao tempo que urge, mediante o bloqueio de verbas para uma coisa desimportante (que é a Educação e a Pesquisa), recomendo a mim mesmo ser objetivo – coisa que não logrei fazer até agora

    O fascismo é um monstro de duas cabeças, por Wilson Luiz Müller

    O monstro tomou o poder e agora uma cabeça precisa desesperadamente devorar a sua gêmea. É da natureza do fascismo o não compartilhamento de poder.

    Lições do jornalismo servil, por Alexandre Coslei

    O papel medonho dos jornalistas está na subserviência às pautas ditadas pelos barões que controlam os maiores veículos de comunicação do país. É uma postura humilhante, mesmo que se justifique pela necessidade do emprego e da sobrevivência.

    Mentiras, farsas e trapaças: uma campanha para explicar Sérgio Moro, por Tânia Maria de...

    Não é relativização da verdade ou ambiguidade de conteúdos, é farsa. Farsa deliberadamente inventada para alcançar resultado específico.

    Xadrez de como Moro pode ter armado a história dos hackers, por Luis Nassif

    Para atingir Greenwald, Moro espalhou o terror entre todos os Departamento que trabalham com estrangeiros.

    Petrobras: a mídia e a brutal desinformação, por Andre Motta Araujo

    Como uma jornalista tão experiente como Vera Magalhães pode estar tão desinformada? Tem coluna no ESTADÃO, lá ninguém chuta, é preciso leitura.

    A “reforma” da Previdência, em três momentos tétricos, por Bruno Lima Rocha

    Chega a ser enfadonho o esforço absurdo da Globo em associar a tal da "reforma" da Previdência com o entusiasmo de "investidores", o que não é verdade.

    A Lava Jato e os anjos da morte, por Luis Nassif

    Qual o processo psicológico que faz com que pessoas aparentemente normais, tomem medidas que colocam em risco milhões de pessoas, com a mesma frieza de carrascos profissionais. O que fazem depois disso?

    Os supostos vazamentos de uma suposta mídia, por Alon Feuerwerker

    Os veículos de comunicação que se excluíram da operação #VazaJato tratam sistematicamente o conteúdo das revelações como “supostas mensagens”. Uma hipótese é quererem desqualificar o trabalho alheio.

    Mídia omite suicídio de empresário e ultrapassa fronteira entre jornalismo e propaganda, por Wilson...

    Com Vaza Jato, a grande mídia cruzou as fronteiras e passou a omitir tudo que, ou esteja fora do script da guerra semiótica criptografada ou que contradiga a atual estratégia de enaltecimento moral do empreendedorismo.

    Glenn Greenwald, Sérgio Moro e o paradoxo do tempo, por Fábio de Oliveira Ribeiro

    No auge da novela judiciária Lava Jato, qualquer ministro do STF que ousasse desafiar o juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba era imediatamente ridicularizado pelos jornalistas.

    A mídia e a maldição da Lava Jato, por Luis Nassif

    Calando-se, ante a investida de Moro, revelará toda sua impotência, sua fragilidade, na defesa de suas próprias prerrogativas.

    Lava-jornalismo, por Vasconcelo Quadros

    Os jornalistas que passaram a integrar o “pool” com acesso privilegiado aos bastidores da operação sempre souberam que Moro era o chefe de fato da operação.

    Jornalismo em transe, por Gustavo Conde

    Mas a Lava Jato é apenas um sintoma, uma filha bem nutrida da relação incestuosa entre nosso complexo de vira-lata e a cadela do fascismo sempre no cio, sua irmã mais velha.

    Mais comentados

    Últimas notícias