Corregedor estuda processar procuradores que assinaram manifesto pela democracia da USP

Corregedor acredita que os procuradores precisam ser neutros em meio ao movimento que atinge Bolsonaro

O corregedor nacional do Ministério Público, Oswaldo D’Albuquerque, pode processar procuradores que assinaram a carta aos brasileiras em defesa da democracia e do estado democrático de direito, elaborada pela Faculdade de Direito da USP.

Segundo informações da coluna Radar, de Veja, o processo está em estudo sob o argumento de que os integrantes do Ministério Público precisam “manter isenção” e abster-se de posicionamentos políticos.

A carta será lida em ato na USP no próximo dia 11 de agosto. O manifesto que pede respeito aos resultados das urnas e à democracia já tem mais de 700 mil assinaturas. Leia aqui.

Juristas, professores, artistas, políticos e cidadãos comuns assinaram o manifesto. Segundo os organizadores, mais da metade do PIB nacional aderiu ao movimento que surgiu após o encontro de Jair Bolsonaro com embaixadores. Na ocasião, ele lançou dúvidas infundadas a respeito da segurança das urnas eletrônicas.

Recomendado:

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rita Cruz

- 2022-08-06 16:08:24

Ele vai punir o aras, a lindôra e demais DESCARADAMENTE bolsonaristas? O que o MP mais tem feito é politicagem. Isenção e neutralidade ZERO! Quer aparecer ou abafar o óbvio?

José de Almeida Bispo

- 2022-08-05 22:07:47

Primeiro, a Constituição. E a Constituição diz que o servidor de carreira é do Estado; não do governo. Logo, em primeiro o princípio democrático na Carta Magna. Bolsonaro está em segundo ou último.

AMBAR

- 2022-08-05 21:56:09

Ele não é fofinho? Tomara que ele processe sim, os procuradores que assinaram a carta e depois espere as novas designações do governo Lula. Vai ser hilário.

emerson57

- 2022-08-05 20:52:25

Se o corregedor NÃO é neutro como ele quer exigir que os outros sejam?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador