No Estadão, Flavio confirma o guião do autogolpe. Estamos por um hacker de Ratanabá, por Hugo Souza

“O presidente endossa um levante contra as eleições?”, pergunta o repórter Felipe Frazão. “Como a gente tem controle sobre isso?”, disfarça o Zero Um.

Flavio Bolsonaro (Foto: Foto: Marcos Oliveira /Agência Senado).

do Come Ananás

No Estadão, Flavio confirma o guião do autogolpe. Estamos por um hacker de Ratanabá

por Hugo Souza

Desde que Aécio Neves começou o que começou em 2014, senadores da República estão autorizados a, sem provas, sem indícios que seja, soprar publicamente dúvidas sobre processos eleitorais e tudo ficar por isso mesmo.

Com a palavra, o comandante do Exército, o ministro da Defesa, após serem desta forma mencionados – como milícia privada – pelo coordenador da campanha de um dos candidatos à presidência da República.

Coordenador, na verdade, de outra coisa, Flávio Bolsonaro também confirmou e esmiuçou, na entrevista ao Estadão, o roteiro do golpe que seu pai vem há meses, se não há anos, anunciando que irá tentar em 2022

O roteiro vai desde as Forças Armadas se prestando ao papel de ator de esquetes de pegadinhas contra o TSE até um levante “antifraude”, pró-Bolsonaro, passando por algum factoide, quem sabe uma “urna de piroca”, algum hacker de Ratanabá atestando “a fragilidade das urnas”, para açular ainda mais os ânimos já buliçosos de colecionadores de espingardas, atiradores e caçadores de javalis.

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba aqui como apoiar

“Como a gente tem controle sobre isso?”, disfarça Flavio Bolsonaro.

“Decretar estado de sítio?”, Felipe volta à carga.

“Isso não está na mesa – blefa o Zero Um – o que está na mesa hoje é que o TSE dê segurança para que o eleitor mais humilde tenha a certeza de que o candidato que escolher vai receber o voto de verdade”.

A rigor, o guião do autogolpe também é fartamente conhecido há meses, se não há anos, em suas linhas gerais. Agora, Flavio Bolsonaro atira-o, com ares mesmo de programa, às fuças dos letárgicos “setores responsáveis deste país”.

Hugo Souza é jornalista e seu site é o Come Ananás

O texto não representa necessariamente a opinião do Jornal GGN. Concorda ou tem ponto de vista diferente? Mande seu artigo para [email protected]

Leia também:

Bolsonaro confirma à vice general que elogiou golpe e ameaçou eleições

Militares são cúmplices de Bolsonaro na tentativa de melar as eleições, diz membro do Observatório da Extrema-Direita

Xadrez do golpe que será dado nas eleições, por Luis Nassif

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador